MUSO SOUP SINGLES #29.2: Lowtyde, Indolore, Mungmung, Anysia, Bvmmer, Grand Alpaca, Tropic, Joem, Jewelia e outras novidades passando pelo rock/powerpop/indie, Hip-Hop/Rap e mais; Ouça aqui!!



01 - ELECTRIC HIGH
Os Noruegueses estão de volta ao site pela terceira vez, agora com o single lançado no início de Junho, intitulado 'Fire'.

Riffs distorcidos, vocais cantados em coro no refrão e tons acelerados característicos do RAP (e nos fazendo lembrar Aerosmith FT Run DMC) estão presentes em 'Fire', música que traz a banda ligada no 220v e certamente fará o mesmo com quem acompanhar a música e videoclipe.

Como os lançamentos anteriores da Electric High, FIRE! foi gravado no Solslottet Studios, em Bergen, Noruega, produzido por Iver Sandøy. E, como todo single de Electric High, é seguido por um videoclipe que vale a pena assistir. O vídeo foi dirigido pela cantora PV Staff, e captura a energia ardente da música perfeitamente!

Electric High é uma banda de rock de alta voltagem de Bergen, Noruega, influenciada por bandas como Wolfmother, Aerosmith e Black Sabbath. 



02 - LOWTYDE
Ele está de volta com 'April, be Kind' que, apesar do título, foi lançada no final de Maio e apresenta para o público ouvinte um dos seus trabalhos mais divertidos e alegres até o momento.

Apesar da músicas ser curta, nela o artista consegue trazer uma variedade e estilos e elementos, passando pelo rap, hip-hop, o tradicional funk, além de até mesmo o indie rock/pop.

Nela, ele apresenta a artista Seba Hara, que adiciona um verso convidado que prova ser memorável e contagiante. Lowtyde disse que "dedica essa música à primavera".

Ouça abaixo:



03 - HAYLEA HEYNS
Acho que esta é a primeira que conhecemos uma artista da Africa do Sul e a selecionamos para vocês, leitores do site, a conhecerem. 

Voltada para vertentes do Pop, Haylea Heyns lançou há cerca de um mês o single 'Sorry'. Co-produzidoa em Durban, África do Sul, por Justin Swart e Tom Watkeys, ela pode ser dedicada para aqueles que já foram decepcionados por alguém que gostavam, fato que ocorreu com a artista e a fez escrever sobre. 

Apesar do tema triste, ela consegue transformar trechos tristes e felizes de sua vida em algo dançante, num pop e adulta contemporânea e, além dessa faixa, as outras compostas pela artista traz diversas experiências pessoais, relacionamentos, entre outros.




04 - SPEAK EASY CIRCUS
Diretamente da Escócia, eles apresentam um estilo musical que mescla entre o rock alternativo, indie, stoner e até mesmo jazz, além das suas raízes em elementos presentes nas músicas como 'Company Of Men', lançada final de Maio pelas plataformas de streaming. 

Neste trabalho extenso, com duração superior a 5 minutos, eles buscam mostrar para o público ouvinte a maneira de 'como agir como um homem real' são passadas explicitamente e inconscientemente de geração em geração: que masculinidade significa força, estoicismo, violência e heterossexualidade.

Essa música foi escrita na tentativa de entender e quebrar a influência que essas ideias têm sobre nós. O resultado pode ser ouvido abaixo:



05 - ONENAMEDPETER
Divulgada há um pouco mais de um mês, 'Twilight' é um dos trabalhos mais recentes do artista, que trafega por vertentes do folk, além de elementos instrumentais do dream pop e harmônicos do power pop, em uma faixa feita sobre seu amor ao solstício de verão, quando no Reino Unido e outros países da Europa ainda está com sol por volta das 22h, sendo algo mágico que o artista buscou captar e transformar em música. 

OneNamedPeter é um cantor / compositor britânico. Peter porque esse é o nome dele. Um porque ele escreve, executa e produz todos seu solo musical, em casa Ele também faz videoclipes e designs todas as suas obras de arte. Ele mora na Latitude 50,89 Norte, Longitude 0,058 Leste (Sussex, Inglaterra). E ele é inspirado por cantores e compositores independentes, como Joni Mitchell, David Bowie, Kate Bush e Bob Dylan. “Sempre achei que as palavras são tão importantes quanto a música”, diz Peter, que trabalha como jornalista quando não está fazendo música.



06 - DOM CLARK TRIO
É uma banda britânica que, no último dia 25, lançou 'Over Again', seu trabalhos mais recente e que consegue, em 3min30s, englobar diversos estilos essências dentro do mundo da música, tais como Groove, Soul, Retro, R&B, Funk, Jazz, além de elementos do rock, mostrando toda a variedade não somente de influências, como também artística em uma forte capacidade de criação.

A canção segue uma série de singles que conquistaram a BBC e as rádios locais, incluindo 6Music Introducing. Ouça abaixo:




07 - INDOLORE
Cerca de dois meses depois, eles estão de volta ao site. 

Anteriormente, divulgamos o álbum "After The Rain", lançado final de Abril e que vocês podem ouvir no link anterior. Deste trabalho, eles divulgaram alguns singles e vídeos, entre eles "Oh Boy", que apresenta um som voltado para o folk, repletos de elementos intimistas acústicos e que dão toques de calmaria e tranquilidade, unido a um belíssimo background visual que pode ser conferido abaixo, diretamente do videoclipe.




08 - JACOB REDDY
Se mantendo um estilo acústico, porém agora mais voltado para o rock, temos 'Everything's Alright', faixa lançada pelo artista residente de Blackburn (UK), no dia 18/06. 

Composta inicialmente como uma canção de rock acústico, posteriormente ela foi produzida e mixada  para trazer ao público ouvinte um som mais moderna e certamente mais elaborado, com riffs ao longo da música e um solo enérgico antes de iniciarmos o último minuto da faixa. Para a introdução, ele se inspirou em bandas como All Time Low ou The Wombats conseguem criar elementos de dança e funk para as suas canções, mantendo ao mesmo tempo a vibração do rock. 

Ouça a faixa e conheça o artista:




09 - CORAL CAVES
Pela primeira vez no site, ele faz um mix musical de um lamento tradicional (moiroloi), com as linhas de Shakespeare de Macbeth; uma remodelação das tradições musicais gregas e balcânicas em um contexto pós-moderno.

Em sua repaginação de um 'Moiroloi', o artista expressa o mesmo sentimentos de lamento tradicional, mas trazendo para uma forma mais nostálgica do que o triste.

Nele, Coral consegue mesclar diversos gêneros musicais, ao passar pelo cinemático, ambiente, folk e a palavra falada. O resultado pode ser ouvido e assistido abaixo:




10 - MUNGMUNG
Também artista inédito no site, a australiana divulgou nas plataformas de streaming no último dia 25 o single 'Switch', que mescla Hip Hop, R&B e Pop em uma parceria com o promissor produtor/artista Taka Perry.

Em release oficial, ela conta que ‘SWITCH’ é o início de uma conversa que quase confronta a realidade de uma situação de falha, trazendo os aspectos negativos que experimentou estando com alguém que mostra sinais de atitudes ruins e superficiais, mau humor e desinteresse. 

Musicalmente, a artista apresenta um vocal suave, unido a efeitos e elementos lo-fi que prende o ouvinte durante toda a extensão da música, com o plus de beats crescentes que também nos fazem acompanhar sem parar de mexer o corpo, em um single repleto de batidas dançantes.

Veja você mesmo abaixo:




11 - MOON MUSEUM
Eles se lançaram como banda em 2021 e, após dois singles, estão pela primeira vez no site, com 'Contraptions', faixa lançada nas plataformas de streaming na primeira quinzena de Junho.

Neste single, eles apresentam influências de gêneros como o shoegaze, rock alternativo e dream pop, unindo até mesmo a elementos de background do psicodélico (principalmente a partir do 3º minuto). Em comparação com os trabalhos anteriores, neste eles apresentam um som mais melancólico, mas ainda assim combinando perfeitamente com as guitarras de Ian e a bateria muito bem executada por Aaron Hazen, numa faixa que tem como objetivo construir uma experiência que atravessa o agridoce, a saudade e o suspense, com o apoio dos vocais sinceros de Olivia Barchard.




12 - ANYSIA
Cantora e compositora norte-americana, Anysia (pronuncia-se uh-nee-see-ya, em inglês) divulgou no início de Maio o single 'Neptune', primeiro trabalho de 2021 e que fará parte do seu álbum de estréia, a ser lançado em breve.

Trafegando por vertentes do pop e do dance, num som comercial, repleto de grooves e pronto para fazer o ouvinte dançar, ela traz um som divertido e que com certeza irá estar em breve nas mais diversas playlists, rádios e canais do gênero (este último, caso conte com um videoclipe) .

Em release oficial, a artista comenta que para este single, ela estava buscando uma mescla entre o futurista, dance, pop, achando que o álbum completo a ser lançado será resultado de tudo isso. A faixa sobre ela tentar levar as coisas devagar e saber mais sobre a pessoa com quem está romanticamente envolvida, mas só querem saber de sexo. Então, está tentando sair dessa situação desconfortável, mas percebi que meu telefone não está comigo, então não pode ligar para alguém ir buscá-la.




13 - THE DAILY SPREADSHEETS
Projeto brasileiro com composição, produção e gravação de Henrique Neves, a banda está de volta ao site, agora com o single 'I Walk Alone', lançado nas plataformas de streaming dia 11/6. 

Neste single, podemos ver bem no início uma bateria pesada característica do rock noventista, unida a elementos de guitarra que flertam entre o indie e o psicodélico, tudo isso antes de se iniciar a parte vocal da música, que mostra para o público ouvinte o leque de conhecimentos e estilos do artista, que traz um estilo de cantoria harmônico presente em diversas bandas do power pop ou sessentistas, assim como o belíssimo solo de guitarra executado durante a música e que certamente embalaria o público em uma época de shows (saudades shows).

Não só este trabalho, como outros do artistas, podem ser conhecidos diretamente do Spotify do artista, abaixo:


 

14 - BVMMER
É um artista norte-americano que está presente no site pela primeira vez, com o lançamento de If I'm Dead, divulgado nas plataformas de streaming na primeira quinzena de Junho.

Com ele, trazemos para os leitores do site gêneros que não estavam em nossas listas já fazia um tempo, com a mescla entre o Emo Rap e Hip-Hop, unido a elementos vocais do auto-tune.

Feito de maneira DIY, este single foi produzido, cantado, mixado e masterizado em um galpão frio e sujo atrás do artista, sendo uma de suas faixas favoritas já compostas. Nela, Bvmmer aborda um sentimento muito vívido de traição que senti ao saber de alguma infidelidade leve de um ex, trazendo um mix de raiva e tristeza que você sente quando vê seu relacionamento fracassar e você não pode fazer nada para consertá-lo.




15 - JEWELIA

É uma artista britânica que aparece hoje pela primeira vez no site, com o single 'Was It You Or Was It Me', divulgado nas plataformas de streaming dia 18/6.

Nesta música, ela busca falar o coração partido e como se sentirmos sozinhos e inseguros após o final de um relacionamento fracassado. 

Trazendo uma sonoridade pop, com vocais suaves e harmônicos, batidas leves/descontraídas e uma guitarra que flerta entre o folk e o dream pop, liricamente a artista tenta olhar para trás e ver o que deu errado, se "Era você ou era eu".

Ouça junto com o videoclipe, abaixo:




16 - GRAND ALPACA
Depois de inserirmos ele na playlist "Os Garotos de Liverpool Apresenta: MUSO SOUP", agora o artista norueguês está pela primeira vez em nossos compilados da semana, com dois singles lançados recentemente.

O primeiro deles é 'Devil is The Heart Of Mine', single de estreia do artista e lançado nas plataformas de streaming nos últimos dias de Abril. Trazendo uma sonoridade voltada para admiradores do folk, unido a elementos de suas raízes nórdicas e escandinavas, ele busca falar sobre um coração diabólico com o qual todos nos identificamos e certamente cantaremos junto com o refrão e nos sentiremos energizados com a bateria pesada ao longo de diversos trechos da música, além de um solo de guitarra ardente, escolhido para finalizar o som com maestria e de maneira antêmica. 



Seguindo a cronologia de sua carreira, também temos 'Julia', single lançado cerca de um mês depois e que traz uma letra melancólica combinada perfeitamente a um vocal harmônico, instrumental agradável que flerta entre o country, folk e a elementos retirados de influências do Pink Floyd. Nela, o artista estende a mão para todos em um relacionamento ruim ou qualquer pessoa com o coração partido após o término, tornando a faixa um apoio para nos levantarmos destas situações. 




17 - TROPIC
O duo norte-americano está de volta ao site com 'Control', single lançado nas plataformas de streaming durante a segunda semana de Junho.

Neste trabalho, eles trazem um som voltado para o eletropop, repleto de elementos não somente do funk clássico, como também do R&B, em uma música que esperam dar um novo fôlego às nossas noites, após meses trancados e ser um hino de celebração não somente no mês do Orgulho, como no dia a dia.




18 - WEIRDO
Se lançou como artista em 2019, com um EP e, após diversos singles lançados entre 2020/21, aparece pela primeira no site com 'Can't Without You', lançado nas plataformas de streaming também na primeira quinzena de Junho, trazendo um som dançante que passa pelo pop e eletrônico, num instrumental repleto de elementos oitentistas do dance. 

De construção lenta, mas majestosa, CAN’T WITHOUT YOU foi co-escrita com Alexander Tidebrink a.k.a. A7S, famoso por escrever seu recente disco de platina (12 países) 'Breaking Me', uma colaboração com o produtor Topic. Nela, o artista executa guitarra estridentes e melodias vocais íntimas, mostrando o que está por vir de sua mixtape/LP de 10 faixas, com lançamento previsto para outono de 2021.




19 - JOEM

É uma artista finlandesa que escreveu 'One Shot' há cerca de dois anos atrás, mas tendo um tratamento especial com a faixa ao longo do tempo, passando por aprimoramento de da letra e trabalho em estúdio. Após entrar nele, eles acharam interessante ter uma mescla entre vertentes do pop e do rap mas, sem conhecer muitos artistas do gênero em seus país, ela resolveu pesquisar no instagram, onde conheceu Blind Eyez (New Jersey), artista responsável por trazer um vocal acelerado, toques do rap/hip-hop e uma mescla perfeita entre essa diferença de gênero, apresentando um trecho mais 'sério', diante de uma faixa que, no geral, é animada e dançante. 

Liricamente, a música é sobre uma compreensão interna do amor e da guerra. Uma faísca que se extinguiu, mas também a vontade de lutar por seu reacendimento. "Se você quer algo, vá em frente", pois esta música se refere à chance de acertar as coisas.

A canção foi produzida por Leevi Kohonen em Helsinque, o rap foi gravado em Nova Jersey, EUA, e mixado e masterizado por Max Rayden em Kiev, Ucrânia.

Fã de projetos multi-culturais, Joem também adora cantar em vários idiomas, como russo e ucraniano, e oferece aulas de finlandês online e um pouco disso pode ser ouvido, nessa perfeita mistura de gêneros, abaixo.




20 - ORSON'S WELL

Diretamente de Chicago, eles trazem um trabalho com sonoridade voltada principalmente para o country, seja por conta do estilo vocal e ou elementos instrumentais presentes em 'True Crime Country', faixa que traz guitar slides do country e solos característicos do blues, mostrando a variedade de influências artísticas presentes na banda, com o single divulgado nas plataformas de streaming no primeiro dia de Maio. 

Ao longo de aproximadamente 4min30s, eles buscam falar sobre a obsessão americana com a violência na América - em nossas ruas e também no entretenimento que consumimos.

Ouça e conheça mais sobre a banda, diretamente de seu Spotify, abaixo:






Postar um comentário

0 Comentários