Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Miss Pepper e Cracker Blues se apresentaram no Feeling Music Bar
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
Na segunda Sexta-feira 13 do ano, as bandas Miss Pepper e Cracker Blues se apresentaram no Feeling Music Bar, bar/casa de show localizad...

Na segunda Sexta-feira 13 do ano, as bandas Miss Pepper e Cracker Blues se apresentaram no Feeling Music Bar, bar/casa de show localizada na Vila Mariana (SP).


O show organizado pela Capital Entretenimento, faz parte da primeira turnê da Miss Pepper, (divulgando o seu EP que será lançado em breve) e faz parte também da turnê mais recente da Cracker Blues, também contou com as bandas Atroar, Black Betty e Bombeck (confira setlist aqui).


Por volta das 21h20, a Miss Pepper subiu no palco, abrindo o show com On The Way (faixa de autoria própria, presente no EP que será lançado).


O show seguiu com Immigrant Song, Drowning (mais uma de autoria própria e que estará no EP), It's So Easy (fazendo um cover muito bom da música do Guns 'n Roses).


Já chegando ao final do show, ainda teve I'm In The Band, Gimme All Your Lovin' e Drive (faixa de autoria própria, e que em breve terá videoclipe).

Confira foto do setlist:



Por volta das 23h do sábado, a banda principal subiu no palco e começou o show com Trem Do Inferno ao Paraguai (faixa do mais recente disco, intitulado Prata do Carrasco). Seguindo o show, foi tocada a faixa Tinhoso (do disco Entre O México E O Inferno).


Seguindo um pouco adiante, a faixa tocada foi Blues do Inimigo (outro sucesso do disco Entre O México E O Inferno). Com o público afiado nas letras, músicas mais novas e músicas mais antigas da banda eram cantadas em coro por todo o pessoal presente na casa.


Alternando o setlist entre faixas antigas e novas, mandaram uma sequencia com Bolero Maldito (do disco Entre O México E O Inferno), Caveira Chicana (do disco Prata do Carrasco), Whisky Cabrón, Canto Obscuro e Que O Diabo Lhe Carregue ( todas as 3 são do disco Entre O México E O Inferno).



Por volta das 01h eles encerraram o show, com uma versão de 13 minutos da faixa Velha Tatuagem, (que é talvez a faixa mais famosa da banda), cantada por todo o público.


Alternando entre solos de guitarra e gaita durante a faixa que finalizou o show, a banda é uma das poucas que conseguem mandar tão bem quanto as bandas americanas do mesmo gênero (Blues, Country e Southern Rock).
Durante uma conversa, o Paulo Coruja disse que aprendeu gaita quando viu que não levava jeito no violão, com certeza essa foi uma das melhores coisas que ele escolheu ter feito.

O setlist foi o seguinte:


Postar um comentário

 
Top