MUSO SOUP SINGLES #8: Laura Danae, Gabrielle Ornate, Rey, Denizen e mais artistas de estilos como Country, folk, eletrônico, pop e grunge

01 - LAURA DANAE

Certamente se encaixando mais no grunge/alternative do que dentro do Indie, Laura traz um vocal que remete a muitas dos anos 90, numa música que fala sobre sentimentos primitivos que você tem quando está prestes a dormir com alguém.

Ela escreveu esta faixa quando estava entrando no seu primeiro relacionamento e tentou capturar a sensação do primeiro encontro, pertencimento sexual... Detalhes mais pessoais.




02 - GABRIELLE ORNATE
Em 'The March of the Caterpillars', lançado na última Sexta-feira (26), Gabrielle usa e abusa de sintetizadores épicos, com riffs de guitarra e baixo, em um mundo sonoro caleidoscópico, conseguindo mesmo com os efeitos, também deixar a voz clara para o ouvinte extrair a música ao máximo.

O single é uma fábula sobre o respeito às próprias raízes; florescendo a conexão entre os mundos. À medida que a vida evolui continuamente, como uma lagarta transforma-se em borboleta, não se deve esquecer a gênese de sua jornada.




03 - REY
'Chapter Book', primeiro single do EP, fala sobre o coração partido e momentos de mudança de vida dos seus últimos dois anos, onde passou por mudanças, perdas e aceitação. Mesclando entre pop, folk e até mesmo country, Rey coloca na música sua gratidão pela vida.




04 - FRED RED X MATTHIAS HETZER X BERNHARD HOLLINGER
No final do ano, o Coletivo alemão lançou 'Waska', um single que apesar de estar denominado como indie, eu não vi nada do estilo (a não ser o fato de serem independentes, mas o termo 'indie' na música é muito além disso). O início da faixa remete bastante a raps/hip-hops dos anos 90, mas logo se transforma num groover do mais groovado possível, para os brasileiros que não ouvem o estilo, só lembrar do Junior Groovador. O som também flertando bastante com sintetizadores e microfones repletos de efeitos, nos poucos momentos em que ele aparece na música praticamente instrumental.

O nome “Waska” deriva de “Ayahuasca”, um medicamento espiritual entre os indígenas do Amazonas, que leva o paciente para fora, em um estado transcendental profundo e desperta sua consciência.




05 - V/TERPAN
Lançado na primeira semna do ano, os ingleses mesclam dark wave, post-punk e eletrônico em 'Sacrifice', que foi lançado junto com um lyric video que vocês poderão conferir a seguir.

A faixa faz parte do disco "When the Poems Gave Us Life"


06 - DENIZEN Outro trabalho lançado no começo de Janeiro é 'Daddy', último single de divulgação do disco "Afterglow". A faixa é bem típica do country americano, sendo iniciada com instrumentos clássicos como violino e bateria, antes de começar o vocal e backing vocal com entonações marcantes do gênero (inclusive até imaginei que se a música fosse mais antiga, teria entrado na Rádio K-Rose do GTA San Andreas com certeza).

Na metade pra frente, também temos um piano acelerado, unindo a instrumentos de sopro que transformam a música em algo ainda mais dançante. A música é uma balada assassina acelerada, inspirada no clássico da LeadBelly 'Where Did You Sleep Last Night?'


07 - EASYMESS
Adaptando-se ao ano da pandemia e sua situação remota durante o lockdown, Easymess voltou às raízes de suas composições para este single. Retrabalhando seu single 'Out of Sight' de 2019, ele volta com um som completamente mudado, para seu primeiro lançamento produzido por ele mesmo. Esta segunda audição em seu bop folk-pop traz um clima mais calmo, transformando a mais enérgica, dançante e indie  da versão original em algo mais leve, calmo, folk... trazendo uma voz mais devagar também elementos não presentes anteriormente, com o teclado entrando no lugar do violão

Como uma canção de ninar feliz ou uma canção nostálgica de primavera, "Out of Sight (Unplugged)" explora as influências mais emotivas de Easymess, para deixá-lo cantar mais livremente, do folk acústico que ele acostumou seus ouvintes. Ele diz "Eu sempre fui um fã de re-arranjos e b-sides, especialmente quando eles ficam mais temperamentais do que o original e dão às pessoas uma visão diferente da música". 

Após o lançamento de 4 singles "Out of Sight", "Walk", "The Monster" e "Now It's Yours", "Out of Sight (Unplugged)" apresenta o EP "Now It's Yours" (a ser lançado no primavera) que unirá o amplo som Folk do francês com seu lado mais suave e intimista. O lado B oferece o lado mais moderno de sua música, com sons de teclado elétricos, temperamentais e arejados que acompanham vocais suaves e emotivos, em uma atmosfera completamente diferente, quando os originais passam por suas influências folkier, como Damien Rice, Isaac Gracie ou o antigo Bon Iver.




08 - HAUNTER
A banda pop alternativo HAUNTER lançou recentemente o single 'Illuminate', no último dia 25, como 5ª música autoral da banda formada em 2020. Essas músicas ultrapassaram 150.000 streams.

Asowata comentou sobre a música: "Queríamos escrever uma canção sobre aqueles momentos tranquilos em um relacionamento quando você respira e percebe que se apaixonou completa e perdidamente por seu parceiro. Algo como eles olham para você acende essa resposta. Sempre ficamos fascinados com essa magia."

A faixa traz um vocal suave, mas potente e encaixa perfeitamente com a proposta de um comercial pop, seja pelas batidas envolventes e prontas para serem tocadas na rádio rock ou pela mensagem presente na letra da música.




09 - BITS OF ALAN
Flertando com o folk e o Indie, 'Cooking Barefoot' foi lançada no começo de Janeiro e faz parte do álbum "Slatland", que já está presentes nas principais plataformas digitais de áudio.

A suavidade da canção traz um tom melancólico, mas apresenta uma ótima combinação entre a instrumentação e a voz, nos fazendo dar o play repetidamente, se envolvendo com o som.




10 - LINDA
Diretamente de Budapeste, lela lançou o single 'Snowflakes' dia 10 de janeiro, sendo uma das faixas presentes no disco "Trip to Myself" e apesar de trazer um ritmo natalino, a faixa foi lançada após a virada de ano, justamente para deixar explicito de que não é uma música de natal, mas sim algo que pode ser curtido a qualquer momento que desejar.

"A música foi produzida e mixada por Abel Mihalik na Hungria, os backing vocals estavam acontecendo magicamente no estúdio, enquanto gravavam os vocais principais. Eles não foram planejados, mas nós os amamos, então decidimos mantê-los".