De forma totalmente independente, Joana Castanheira lança filme baseado em letras do seu segundo EP (de 2020); Assista aqui!!

Joana Castanheira tem um trabalho doce e profundo com influências de jazz, blues, folk e de artistas cujas canções fizeram sucesso entre os anos 50 e 80. Dentro de um cenário nostálgico e até um pouco retrô, fala sobre os amores, os desamores, os desapreços e os desafios da solidão. É neste universo que se passa o EP visual Aparador De Saudades Que Ainda Não Existiram Ou Porta-Retratos (O Filme), lançado pela artista no último 17/02.

O média metragem, produzido de forma totalmente independente, usa uma linguagem delicada e autêntica para falar de um tema que nunca sai de moda: o amor romântico. Aparador De Saudades Que Ainda Não Existiram Ou Porta-Retratos (O Filme), assim como o EP de mesmo nome, cai como uma luva para os apaixonados, para aqueles que profundamente se incomodam com a superficialidade contemporânea e que prezam por acessar as maiores intensidades que a vida pode oferecer.



Postar um comentário

0 Comentários