Lockdown, Blackmore's Night e Hevilan com lançamentos

Durante a quarentena causada pela pandemia, o vocalista João Gordo (R.D.P.) e o guitarrista Antonio Araújo (Korzus e Matanza Ritual) colocaram em prática um antigo desejo de fazer um projeto musical juntos. Assim nasceu o Lockdown, completado por Rafael Yamada (baixo, Claustrofobia e ex-Project 46) e o baterista Bruno Santin (Endrah), e que agora lança oficialmente pela Blood Blast, subsidiária digital da gravadora alemã Nuclear Blast, o EP "Unholy Ceremony Heretic". O material, voltado ao death metal, foi mixado e masterizado por Rodrigo Oliveira (Korzus) no Dharma Studios (SP) e também  contou com arte gráfica criada pelo renomado artista Alcides Burn (Burn Artworks). O EP terá lançamento físico no Brasil em CD e vinil 12" one side  pelo selo All Music Matters.

Afora a união de músicos conhecidos, o Lockdown traz João Gordo cantando de forma mais brutal do que nunca. "Fiquei feliz porque nunca tinha feito death metal na vida”, comemora o vocalista. Curiosamente, desde 1993, com "Just Another Crime in... Massacreland", lançado pelo Ratos de Porão, João Gordo não gravava um disco completo em inglês. "Até gravei outros sons em inglês na época do 'Feijoada Acidente', mas eram covers. Quando Antonio me convidou, as músicas e letras já estavam prontas. Achei que seria difícil, mas tudo funcionou quando comecei a cantar, inclusive com pronúncia e sotaque aceitáveis", revela.

Além de quatro músicas em inglês, o repertório do EP conta com uma faixa em português, "Desprezo". No Brasil, quando se quer passar uma mensagem direta, tem que ter a letra em português. Já o instrumental é um massacre, muito pesado e diria até mais moderno", comenta João Gordo.



O novo single da banda Blackmore's Night é outra canção notável e um antegozo de seu próximo álbum 'Nature’s Light'. A faixa 'Four Winds', "É a história de duas garotas, na verdade inspiradas em duas das minhas amizades mais antigas”, diz Candice Night.


'Nature's Light' é o primeiro álbum em seis anos, e décimo primeiro de estúdio. Será lançado mundialmente dia 12 de março via earMUSIC, em vários formatos, e no Brasil será lançado em mídia física através da parceria earMUSIC Brasil / Shinigami Records / Sound City Records.

A lendária banda de heavy prog symphonic metal, Hevilan, lança o primeiro single do novo disco. A faixa “Devil Within (Part 2) – Hammer of Gods” já está disponível em todas as plataformas digitais e em formato de lyric video no canal do Youtube da banda. Esta é a primeira música  inédita desde 2013, quando Hevilan lançou o álbum de estreia 'End of Time'. "Não por acaso, escolhemos essa música, uma das faixas mais diretas do novo disco, faz uma crítica as religiões abusivas. Creio que os fãs de Hevilan, e de heavy metal em geral vão gostar!", explica o guitarrista Johhny Moraes.

Sobre o novo disco, Johhny ressalta "A expectativa com o 'Symphony of Good and Evil' é despertar o questionamento e mexer com o intelecto do fã de Hevilan e também, do fã de metal em geral. É um disco um pouco diferente do nosso primeiro álbum, musicalmente apresenta canções épicas, com muito peso e lirismo, como foi no 'End of Time', mas tem também, duas baladas, a nossa música mais longa e a mais curta já lançadas, trabalha com uma paleta de contrastes mais abrangente e maior do que o primeiro disco. Questionamos sobre religião, realidade, limite dos nossos sentidos, nossos conflitos internos e a existência de um purgatório no pós vida, caso ele exista, como seria este lugar".

‘The Symphony of Good and Evil’ é um disco conceitual, calcado na ideia do conflito entre o bem e o mal dentro do ser humano. As canções trazem o peso e a melodia característicos da banda. ‘Symphony of Good and Evil’ será lançado mundialmente pela Brutal Records, no dia 19 de março, e no Brasil será distribuído pela Voice Music.

Postar um comentário

0 Comentários