Header Ads

  • Breaking News

    Akon apresenta todos os seus hits, faixas do disco novo e canta junto com o público durante show esgotado em São Paulo


    Anunciado há  alguns meses e pegando todo mundo de surpresa, muitos duvidavam da realização do On Music Festival, talvez primeiro grande fest feito pela X-Type Music no Brasil. Não rolando vendas em bilheteria, três sites foram escolhidas para fazer venda dos ingressos, algo que foge do  tradicional, quando se fala em eventos, seja de pequeno ou grande porte, por aqui. Crítica pré-show, atrações surpresa, pré-Akon, fotos e vídeos ao longo da matéria


    A espera que valeu a pena
    Quase 2h depois, finalmente Akon subia no palco do On Music Festival, passando por músicas como Im So Paid/Locked Up/Ghetto/Sorry, Blame It On Me/You Don't Know Me/Bartender/Dangerous, que foram cantadas em sua versão quase completa ou somente trechos dela, algo que não pode ser dito de faixas como Lonely/Smack That/I Wanna Love You/Mama Africa/Don't Matter, que teve sua versão completa, ou toda parte do akon em caso de feats.


    Depois de um trecho com Akon batucando e seu DJ agitando o público, além de uma brincadeira, onde simulava uma briga entre eles, o show seguiu com Dança Kuduro, também na versão completa.

    Além dos hits, também foram cantadas músicas do álbum El Negreeto, entre elas a faixa com Anitta e Como No. Após a sequência de músicas novas, voltaram os hits, com Right Now/Beautiful/Sexy Bitch. Nesse momento ele tirou a camisa, desceu do palco e foi para o público, por onde ficou por um bom tempo dançando, cumprimentando a galera e incendiando de vez o estádio do Canindé, quando foi até o meio da pista Premium.


    Voltando ao pouco, ele falou sobre as semelhanças entre o nosso país e o dele, das coisas boas, do povo, mas também da corrupção e que estamos juntos, pois o país dele é nosso e vice-versa. Tudo isso antes de Freedom, minutos antes de encerrar o show.

    Pré-show
    Na página do evento, era difícil a comunicação entre o evento e o público. Via-se nos comentários que muitas pessoas não podiam mais ir, por algum imprevisto e tentava fazer o ingresso (as transferências do mesmo foram encerradas 5 dias antes do evento) nos comentários, mas era impedido de fazer o mesmo, com comentários sendo ocultados e, posteriormente, o público  geral sendo impedido de fazer comentários em diversas postagens do evento oficial.


    Atrasos e atrações pré-Akon
    Marcado inicialmente para começar às 00h30, artistas foram incluídos no repertório com aviso prévio (caso de Leo, que agitou o público e interagindo em inglês, falando diversas vezes da espera por Akon) e sem aviso prévio, caso de Edi Rock que, junto com DJ Kefing, apresentou sucessos do Racionais, como Nego Drama.

    Sandville fez mix com diversos sons conhecidos do eletrônico, entre eles música tema do Velozes e Furiosos, também usou bastante os fogos de artifício ao seu favor, esquentando a galera da Premium.

    Já Hombre, apareceu no palco em ordem diferente da marcada, por conta da atração surpresa e num horário em que o público ficava já impaciente, com a espera já longa pela atração principal. O público agitou um pouco mais quando ele deixou os autorais de lado, para mixar sons de Snoop Dogg ft Dr. Dre, como Smoke Weed Everyday, o público também foi conquistado quando brindes como camisas e fone foram jogados do palco para o público.


    Na Premium, era possível comprar cerveja, drinks, comida, copo do evento, entre outros. Na área localizada a esquerda do palco, havia o Backstage da filtr. Lá havia tanto um setor com itens pagos, como pizza krek e drinks, além de garçons que serviam lanches, petiscos e bebidas.


    Na lateral (ambas as laterais) havia outro camarote, que neste caso era open bar, destinado para o público com pulseira Backstage

    Após o show de Akon, que acabou por volta das 4h, grande parte do público foi embora. O atraso também contribuiu para isso, pois próximo ao horário do metrô estar abrindo, o público já havia assistido o que de fato fez vender os ingressos do evento, e a prova é a grande quantidade de pessoas que estavam nas pistas localizadas a frente do palco e foram embora. Mas o evento ainda seguiu, tendo atrações conhecidas como Bruno Martini e Kevinho.