9 novidades de EPs/Álbuns que trafegam por vertentes do Rock, Country, Indie, Pop, Hip-Hop/Rap e Instrumental


ROCK
ZETA ZEROES
É o projeto de um homem só (Bill R.), sediado em Washington DC e que estreia por aqui com um EP revelado  nas plataformas de streaming há praticamente uma semana e que iremos falar mais sobre  abaixo.

Intitulado "11:01", esse projeto conta com quatro faixas que trafegam pelo punk/post hardcore, pop/rock/hardcore punk, skater rock e muitas mais, com riffs pesados, linha vocal acelerado, instrumentação enérgica, ritmos alucinantes e diversos elementos que nos remetem a nomes como Rise Against, Sum 41, Blink-182 e Every Time, com o artista declarando ser fortemente influenciado por eles em release oficial.

Nascendo de maneira completamente instrumental anos atrás, cada uma das faixas foram rearranjadas, regravadas e acrescentadas com letras sobre seus problemas atuais, do pessoal ao universal.

O resultado é esse belíssimo, super executado e co-produzido por Moon Machin, além de masterização do veterano do hardcore e metal Jack Control da Enormous Door Mastering.

Confira abaixo:




THE FAIR ATTEMPTS
De Tampere, cidade localizada na Finlândia, essa é uma banda que estreia por aqui com um álbum revelado nas plataformas de streaming há mais de um semestre, mas que conhecemos recentemente e logo abaixo vocês verão os motivos deles aparecerem por aqui.

Passando por gêneros como o rock/metal industrial, metal melódico, dark wave, eletrônico, synth rock e muitos outros subgêneros que mostram toda a versatilidade do artista em questões instrumentais, apresentando riffs pesados, bateria acelerada muito bem executada e um estilo vocal libertador, para um conjunto completamente enérgico, ideal para bater cabeça e não deixar ninguém parado enquanto é envolvido por um grandioso lirismo que explora temas da sociedade futura que estamos involuntariamente construindo ao nosso redor, mostrando até mesmo um mundo utópico.

Sendo o terceiro álbum da banda, ele apresenta uma estrutura conceitual que gira em torno do Soul e da Lua, usando eles como perspectiva da vida de cada um, tanto emocional quanto espiritual, falando sobre ciclos, vida, transformação, amor, entre outros. 

Definido como o trabalho mais pessoal deles até então, "Signals" foi lançado em 15 de novembro e está disponível para compra no Bandcamp e streaming no Spotify.

Compre “Signals” no Bandcamp:

Ouça abaixo:



DOLL RIOT
De Oceanside, Califórnia, essa é uma banda que estreia por aqui com um EP revelado nas plataformas de streaming em Maio e que iremos falar mais sobre abaixo.

Formada só por garotas, Doll Riot foi lançada em 2020 e recentemente lançou o EP homônimo que conta com 3 faixas voltadas para vertentes como o punk rock, grunge e toda uma ambientação vocal e instrumental dos anos 90, com vocais acelerados, backing muito bem executados e riffs que grudam em nossa cabeça e se conectam perfeitamente a uma linha de bateria que consegue variar bastante entre momentos mais enérgicos e cadenciados, sendo de fato a responsável por ditar o ritmo de cada uma das músicas, as vezes fazendo isso em conjunto com a guitarra. 

Em seu lirismo, temos inspiração no dilema adolescente da vida real (como ex-namorados/pessoas idiotas/tóxicas) ou relembrando os julgamentos das bruxas de Salem, com influência instrumental de artistas admirados como Destroy Boys, No Doubt, L7 e Hole.

Ouça o EP:




ALT COUNTRY
JENNI DALE LORD
Com parte da banda sendo do Texas e outra parte de Bakersfield, eles estreiam por aqui com um belíssimo álbum revelado nas plataformas de streaming há um pouco mais de um mês e que iremos falar mais sobre abaixo.

"In The Dance" entrega para o público ouvinte com 13 músicas em quase 48min de duração e que trafegam principalmente pelo alt country, mas encaminhando também para o blues, classic/soft rock e americana, com ótimas melodias vocais que penetram em nossa mente e se conecta perfeitamente com toda harmonia instrumental e cada pequeno detalhe, incluindo os riffs, percussão suave, teclado, entre outros elementos que dão ainda mais charme a um lirismo engenhoso, muito bem elaborado e todo conjunto que mostra todo o talento e versatilidade de cada um dos membros da banda. 

O álbum foi gravado no Amusement Park Recording Studio em Lubbock, Texas, com o famoso produtor Scott Faris e a faixa-título, "In the Dance", é sobre viver de verdade, e as músicas que a acompanham são sobre a vida - amor, felicidade, tristeza, raiva, alegria e pura determinação.

Ouça o álbum completo: 




WALT LAMB
Dá sequência as descobertas voltadas para o Alt-Country com um ep revelado nas plataformas de streaming em Fevereiro e que iremos falar mais sobre abaixo.

Intitulado "Poor Dawm Truck", esse projeto foi lançado pela After Hours Records e entrega para o público ouvinte uma união de country, classic rock e bluegrass, com vocal e guitar slides característicos do country e banjo que ouvimos normalmente dentro do bluegrass, esse ganhando mais destaque ainda na versão da faixa voltada para esse estilo, apresentando uma sonoridade e atmosfera mais suave/calma do que a versão country da música, sendo possível notar também o acréscimo de violino na faixa. 

O lirismo da faixa  é sobre um relacionamento tóxico, "onde o homem sente que sua garota tirou tudo dele. Mas ela cruzou a linha mexendo com seu amado caminhão, tirando a foto de seu pai e lavando toda a lama, enquanto Walt canta no refrão. O caminhão é uma metáfora para sua vida, pois ao recuperar o veículo, ele planeja figurativamente retomar o controle de sua vida. E suas intenções de “colocar a lama de volta” implicam que ele voltará ao seu país
raízes", comenta no release oficial.

Ouça abaixo:




INDIE FOLK
SEAFARERS
Diretamente de Londres, Reino Unido, esse é um grupo que estreia por aqui com um álbum revelado nas plataformas de streaming em Fevereiro e que iremos falar mais sobre abaixo.

Simplesmente intitulado de "II" esse é o segundo álbum do grupo formado pelo compositor e saxofonista Matthew Herd em 2018 e que entrega para o público ouvinte uma sonoridade voltada para o indie folk, soft rock, pop contemporâneo, elementos instrumentais do cinemático, jazz, entre outros durante 10 músicas e 52min de um lirismo riquíssimo e uma complexidade instrumentação muito bem elaborada e executada de maneira perfeita.

No release oficial, é comentado sobre o álbum: "A primeira metade de II examina a fachada: o eu fantástico que apresentamos nas festas, aquela obsessão por aquele legal que você está desesperado para sair, que é carismático, traidor, manipulador, lindo e destrutivo.
Petulância, sexualidade, discotecas do ensino médio, gaslighting, incêndio criminoso e mentiras são temas dominantes.

Já a segunda se preocupa com o que realmente está acontecendo por trás das cortinas, começando com “The Curators”, uma música que analisa a vergonha que Held sentiu em torno de sua sexualidade desde a adolescência até os 20 anos".

Entregando um grandioso conceitual artístico e com as duas partes sendo interligadas, o álbum pode ser ouvido abaixo:




ELETROPOP
BON SCHREDDER
De Basingstoke, Reino Unido, o alter algo de James Furniss estreia por aqui com um revelado nas plataformas de streaming durante o primeiro dia de Julho e que iremos falar mais sobre abaixo.

Com um título homônimo, ele entrega para o público ouvinte uma sonoridade primária do eletropop, com grandiosas batidas, fusões eletrônicas e que passa também pelo synth rock, dream/art/lo-fi pop e diversos elementos anos 80 que dão ainda mais poder a toda essa viagem musical composta, gravação e produzida de maneira DIY com alguns instrumentos, laptop e uma mente cheia de ideias e serem executadas.

No release oficial, ele comentou sobre as faixas:
Panther Terminator - Inspirado naquelas noites quentes de verão, sai em missão com todo tipo de diversão.
Buster Blue - Uma faixa sobre sentimentos fortes e a paixão que você tem, por algo que você adora fazer.
Cosmo Cat - Tendo uma noite de encontro quente.

Ouça cada uma das músicas abaixo:




HIP-HOP/RAP
V-TRAIN
O estadunidense aparece novamente por aqui, agora com seu terceiro álbum lançado, revelado nas plataformas de streaming há um pouco mais de um mês e que iremos falar mais sobre abaixo.

Intitulado "Lo-fi Sensation", ele tem a premissa de apresentar uma versão diferente de seu trabalho, usando suas composições originais sampleadas e trafegando por vertentes como o lo-fi, jazz e o próprio hip-hop, ao longo das suas batidas, mas também entregando um estilo vocal presente no rap e que mostra toda a versatilidade instrumental, vocal e lírica do artista durante 10 músicas e quase 28min. 

O processo criativo dele é tão grande, como podemos ouvir no álbum em questão, que ele em breve irá criar uma loja online para rappers ou cantores comprarem as grandiosas batidas compostas por ele.

O álbum completo pode ser ouvido abaixo:




INSTRUMENTAL
NUCLEAR TSUNAMI
Vindo de Los Angeles, Califórnia, esse é um artista que estreia por aqui com um EP revelado nas plataformas de streaming dia 11 e que iremos falar mais sobre abaixo.

Intitulado "Short Attention Span (part 1)", ele é um trabalho completamente instrumental, riquíssimo de elementos e que passa por vertentes como o lo-fi/art/dream/rock pop, regado de experimentalismo e toques cinemáticos que caberiam em diversos trechos voltados para o surf (ou para a própria LA) ou jogos indies como "Life Is Strange".

Feito de maneira independente, esse EP foi gravado nas colinas de Echo Park, Los Angeles, com produção e mixagem do próprio Joey F.

Sobre esse trabalho, é comentado em release oficial: "Cada faixa é uma vibração curta e deve fazer parte de um conjunto maior de músicas, com cada faixa com o objetivo de capturar um sentimento".

Ouça abaixo:


Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

CUPOM GAROTOSDL - EDITORA BELAS LETRAS




50 REAIS DE DESCONTO COM O CUPOM GAROTOSDL
mockup-joan-jett-1-verde
mockup-joan-jett-1-verde