M.S SINGLES #10.2: Movment, Elison, Arliston, The Meskimo e mais artistas que passam por vertentes do Rock, Acústico/Folk, Pop e R&B; Conheça-os aqui!!



ROCK 
01 - MULHOLLAND JIVE

É uma banda britânica que divulgou ontem o single 'Bad Moon Rising', que segue o EP mais recente deles e traz uma sonoridade totalmente instrumental, repleta de riffs intensos, bateria pesada, pian acelerada e diversos elementos do funk, conseguindo também trazer groove para um trabalho sem letra.

Sendo uma faixa ininterrupta, cada um dos instrumentos parecem conversar entre si, apresentando uma conexão impecável entre eles e também repleta de harmonia, mesmo sendo uma junção que nós não vemos de maneira tão usual, apesar de que seria ótimo ver por exemplo essa conexão entre guitarra e piano mais vezes. O fato de não ser algo tão "comum" permite com que a faixa tenha uma personalidade própria e faz com que queiramos ir atrás de mais trabalhos deste compositor fantástico.

Sua obra pode ser ouvida abaixo:




02 - MOVMENT
Diretamente da Irlanda, eles trazem uma sonoridade que trafega entre o post-punk, rock alternativo e indie em 'Propaganda', primeiro single do ano e que quebra uma sequência de 4 anos sem novidades.

Em sua música, podemos identificar uma sonoridade que passa também pelo eletrorock, com riffs pesados, dark e envolventes, tanto quanto a linha vocal que se fundem a um lirismo sobre os tempos atuais, repletos de fake news e que é muito difícil encontrar notícias e fontes confiáveis diante de tudo isso. 

A faixa faz parte de um EP a ser lançado em Dezembro e pode ser ouvida abaixo:




INDIE ROCK
03 - ELISON
Projeto da norte-americana Iowan Marissa Kephart, ela transformou a música em realidade após praticamente 20 anos de desejar fazer isso, algo que aconteceu durante o lockdown..

Deste tempo livre, vieram as aulas de canto, o violão e 'Meet Me Halfway' como sua primeira faixa da carreira, em parceria com o professor de música, multi-instrumentista e produtor Scott Yoshimura (The Envy Corps, Canby) que, juntos, criaram uma sonoridade própria que trafega tanto pelo indie rock, como dreampop e shoegaze, trazendo uma atmosfera muito gostosa de se ouvir e presente numa faixa que poderia caber até mesmo em jogos indie tipo "Life Is Strange".  

"Inspirado pelo momento de clareza que você obtém quando finalmente toma a decisão de seguir em frente a partir de um relacionamento desequilibrado, é ao mesmo tempo poderoso e promissor nas mensagens", define a artista sobre a faixa em release oficial.

Ouça abaixo:




FOLK/ACÚSTICO
04 - LUNA KELLER

Diretamente da Alemanha, ela revelou em Setembro seu segundo single do ano, intitulado 'Shadows on my wall', sexto de seu álbum completo de estreia, ainda a ser lançado.

Trazendo vocal suave e uma instrumentação doce, mas também intimista, ela consegue apresentar com leveza temas como a ansiedade social e como distorcemos a realidade em nossas mentes, às vezes criando dúvidas e medos, colocando em suas letras experiências próprias que passam pelo bullying, falando de maneira mais aberta quanto a isso de maneira inédita, algo que certamente ajudará quem passa por algo parecido a fazer o mesmo, permitindo que ouvintes mais introspectivos se abram. 

Ouça esse e outros trabalhos dela:




05 - ROBBIE BOYD
Diretamente do Reino Unido, nós apresentamos ao público do site hoje uma faixa lançada em 2019, mas que mostra ser atemporal, com um vocal gostoso de se ouvir, uma linha suave de violão, alguns teclados em seu início e um conjunto da obra que apresenta uma atmosfera esperançosa sobre a questão de permanecer forte em face da adversidade, tendo coragem de enfrentá-la com o amor em nossos corações. 

A faixa presete no álbum "Time Will Tell", de 2019, pode ser ouvida abaixo:



INDIE POP
06 - THE MESKIMO

Direto dos EUA, ela e Howe estão de volta ao site, com esse single onde a composição e produção são de ambas e foi divulgado nas plataformas de streaming há menos de um mês.

Trazendo uma sonoridade indie que passa pelo dreampop, psicodélico e o bedroom pop, Howe traz belíssimos vocais que se encaixam perfeitamente com cada um dos elementos instrumentais que podemos ouvir ao longo de praticamente 3min de música. Unida a esse background musical, temos um lirismo sobre pessoas que tem dificuldade em expressar em palavras seu imenso amor por alguém, com conjunto da obra que o ouvinte viaja por dentor da música e sua mente entra de cabeça neste trabalho, sendo presos tanto pelo vocal envolvente, quanto pelo instrumental relaxante e que traz uma ótima atmosfera auditiva. 

Sobre a faixa, ela comenta: "Acho que às vezes é difícil comunicar quanto amor tenho em meu coração. Enquanto eu estava compondo a peça para piano, pensei: "Se eu pudesse colocar cada nota em meu coração que tenho para você, as estrelas explodiriam e os céus cairiam." Com isso, como poderia haver alguma dúvida? Depois de conversar um pouco no MusoSoup, pedi a Howe para ouvir meu SoundCloud e ver se havia uma música que ela gostaria de cantar. Quando Howe disse que essa música ressoou com ela, eu disse a ela o conceito do título. Ela agarrou-se a ele e realmente mostrou sua criatividade e habilidade para cantar!"

Ouça:




07 - ARLISTON
Agora de Londres, eles são um trio que divulgaram recentemente o primeiro single dsse ano e que estará num EP a ser lançado em breve. A faixa 'Centre' também conta com um videoclipe que poderá ser assistido logo a seguir.

Trazendo uma sonoridade clássica do indie, eles conseguem apresentar uma sonoridade que nos remete a nomes como Imagine Dragons, porém de uma maneira mais sutil, por conta de instrumentais clássicos dreampop e até mesmo do cinemático presentes ao longo de quase 3min40s.

Sendo uma faixa impressionante e emocionante, ela apresenta belíssimos vocais e estrofes que podem definir o single como um dos hinos da banda e também serve como uma belíssima introdução da banda até mesmo a um público, rádios, TVs e playlists mais mainstream.

No release oficial, eles comentam: "As texturas ousadas levaram o projeto a um lugar inteiramente novo que ficamos surpresos e felizes em chegar. 'Center' é uma música sobre como errar em suas prioridades e, consequentemente, ter que sacrificar algo precioso."






POP/R&B
08 - JACQUIE CLAY
Sendo uma parceria entre EUA e Canadá, ela se juntou a Marina Bennett na faixa 'Lighter Now', divulgada nas plataformas de streaming em Setembro. 

A faixa traz uma instrumentação dançante do pop, pronta para as pistas, mas também apresentando elementos mais contemporâneos, seja por conta de tons vocais da artista ou até mesmo de elementos presentes na música, como o piano e que se funde a um lirismo para celebrar aquela pessoa em sua vida que sempre lembra quem você é e ajuda a trazê-lo de volta para você mesmo, trazendo uma mensagem de esperança e que leva ao ouvinte uma ótima atmosfera.

Essa fusão entre as duas artistas pode ser ouvida abaixo:




09 - CARLA KERRIDGE
A artista londrina está estreando na carreira musical com a faixa 'Not The One', divulgada nas plataformas de streaming em Setembro e que aparece hoje na nossa última lista da semana.

Buscando colocar elementos e histórias da sua vida para suas composições, ela traz uma instrumentação que trafega por elementos contemporâneos do Pop, R&B e até mesmo nos remete a trechos vocais mais calmos de Beyoncé, principalmente no refrão da música, mostrando ter um alcance vocal tão belo quanto e talento para em breve alcançar mais e mais fãs com seu trabalho. Além disso, ela também mostra ter um grande conhecimento de gênero, ao unir esses elementos citados anteriormente com instrumentos e tons clássicos da música latina, mesmo que o idioa seja mais global. 

Ouça e confira o vídeo:








ELETROPOP
10 - SA'RA CHARISMATA
É uma artista que aparece aqui de maneira inédita, com a faixa 'Life Is Not About Control', divulgada nas principais plataformas de streaming no último dia de Agosto.

A faixa mostra para o público ouvinte uma mescla entre elementos eletrônicos, sintetizadores e a atmosfera oitentista do dance e elementos mais atuais do pop, com um vocal cativante que se funde a temas como saúde mental, racismo, desigualdade de gênero por meio da música e luta contra a ansiedade, como tema principal.

"Inspirando-se em tudo, desde a dança e pop sueco até a música gospel negra, a formação variada de Charismata pode ser ouvida por meio de sua própria música. A expressão única de Charismata - caracterizada pela força e combinada com harmonias angelicais - guia o ouvinte através de uma história sobre uma mulher que lutou por enormes adversidades e agora vive para contar a história.

Charismata já havia descrito seu estilo de música como PROTEST POP, um termo que ela cunhou quando percebeu que havia uma lacuna a preencher na cena pop mainstream. Protest Pop é uma mistura de ganchos pop cativantes, punk e hip hop - mas o verdadeiro traço comum em todas as suas músicas são as letras inteligentes de Sa'ra que sempre transmitem uma mensagem de cura. Amor próprio, poder pessoal, existencialismo ou compreensão da maior organização da vida - está tudo lá no som único de Sa’ra Charismata". Trecho retirado do release oficial.

Ouça a faixa:


Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

CUPOM GAROTOSDL - EDITORA BELAS LETRAS

CUPOM GAROTOSDL - EM TODO O SITE DA EDITORA BELAS LETRAS - SAIBA MAIS
mockup-joan-jett-1-verde