5 dicas para lançar sua música

Photo by Namroud Gorguis on Unsplash

Lançar uma música ou álbum é uma tarefa mais complexa do que muitas pessoas acreditam que seja. Esse é o momento em que o público finalmente tem contato com a sua obra e isso vai muito além de colocar as músicas em plataformas de streaming e esperar que alguma coisa aconteça.

Muitos artistas se esquecem de planejar esse momento e por conta disso acabam se frustrando ao ver que seu trabalho não está chegando nas pessoas e dando os resultados esperados – aliás, que resultado você espera ter sem uma organização? -.

Bom, no "Dicas Independentes" dessa semana vamos falar um pouco sobre esse momento tão importante para a distribuição da sua música, mas antes gostaria de lembrar que essa coluna é colaborativa e você pode ficar à vontade para compartilhar seus conhecimentos, dúvidas e sugestões aqui nos comentários.

 

1. Planejamento.

Novamente estou aqui falando de planejamento, mas isso só acontece porque o ele é um dos corações de todo o processo, mas vamos lá.

Para planejar um lançamento precisamos pensar em basicamente três momentos: pré, durante e pós.

O pré é o famigerado “vem aí”. É onde você alerta o público de que será disponibilizado um novo trabalho em breve criando assim uma expectativa, também conhecida como “hype”. Nessa fase você pode fazer campanhas de pré-save, movimentar as redes sociais com conteúdo que instigue o público a querer conhecer seu trabalho mais a fundo etc.

O durante é quando a música fica disponível para o público. É a hora em que as pessoas vão de fato ouvir a sua obra e nesse momento você precisa se atentar para captar as primeiras reações do seu público. Não se limite a simplesmente fazer um post dizendo que a música está disponível nas plataformas de streaming, ouse tentar uma matéria em algum site de música, jornal, faça uma live, se conecte com seu público de uma forma além do convencional, afinal não é um momento convencional.

No pós você já lançou a música e agora vai destrinchar esse trabalho para mantê-lo vivo na memória dos fãs. Isso também é importante para prospectar o público que não foi impactado diretamente pelo seu lançamento, mas que ainda pode receber essa música de braços abertos.

Existem inúmeras formas de passar por esses processos e várias maneiras de divulgar a sua música. O planejamento pode te ajudar a encontrar as melhores opções para isso.


2. Invista, mesmo que seja pouco.

Se você quer que sua música alcance o público, você precisará investir no lançamento.

Não é uma regra e, sim, existem pessoas que tiveram um ótimo alcance orgânico, porém o alcance orgânico se limita às pessoas envolvidas no seu círculo social e nem sempre essas pessoas vão se conectar com a sua música.

Num mundo ideal o artista contrataria uma pessoa ou uma empresa para realizar essas demandas de assessoria de imprensa, gerenciamento de redes sociais com uma verba extra para ADS etc. pois essa mão de obra qualificada pode agregar muito valor em seu trabalho, mas dependendo das condições financeiras do seu projeto talvez isso ainda não seja possível e eu entendo, porém é importante frisar que quanto mais profissional for a sua relação com a música, mais você precisará investir para ter os melhores resultados.

Quando não se tem muito recurso ($), ainda existe a possibilidade de patrocinar posts em redes sociais e isso é relativamente fácil e barato de fazer, entretanto é importante estudar sobre o assunto antes de sair patrocinando conteúdos que não são interessantes aos olhos do público ou até direcionar esses posts para o público errado.

 

3. Cuide de seus direitos autorais

Infelizmente muitos artistas independentes (principalmente do rock) ignoram a existência dos diretos autorais e com isso deixam de monetizar uma parte de suas obras. Hoje já temos influenciadores que falam sobre direitos autorais para músicos e compositores como a Bruna Campos por exemplo, mas o fato é: não podemos ignorar nossos direitos autorais.

No Brasil nós temos o ECAD (Escritório Central de Arrecadação) que é o órgão que fiscaliza, arrecada e distribui as receitas de direitos autorais das execuções em rádios, TVs, cinemas, lojas, shows etc. Para receber esses direitos você precisa se filiar a uma associação de gestão de direitos autorais, pois o ECAD realiza o pagamento das receitas para essas associações que, por sua vez, são responsáveis de repassá-las aos seus filiados.

Pesquise e escolha uma associação de música de confiança, entenda os processos que você precisa seguir para cadastrar suas obras, gerar seus ISRCs* e administrar suas arrecadações. Faça tudo isso ANTES de lançar sua música, pois, na hora de cadastrar seu fonograma para as plataformas de streaming a distribuidora pedirá o ISRC e caso você não o tenha, será gerado um código automático e assim você deixa de receber uma porcentagem dos seus direitos autorais.

·         Ponto de atenção: O ISRC é gerado pelo PRODUTOR FONOGRÁFICO, que é quem PAGA pela gravação do fonograma, então, a menos que alguma outra pessoa esteja pagando para gravar a sua música, o único responsável por isso é você, pois por meio desse código, tanto a associação quanto o ECAD terão acesso aos envolvidos na sua música (músicos, intérpretes, arranjadores, compositores etc.) para realizar o pagamento desses direitos autorais. Esse assunto é bem extenso e creio que cabe um post falando apenas disso em algum momento, mas por enquanto ficamos por aqui.

 

4. Tenha tudo antecipadamente.

Não deixe para resolver nada na hora, seja uma imagem, um texto, uma descrição, enfim, nada.

Deixe tudo pronto de antemão, tenha programado a imagem e o texto que você vai usar em cada rede social, a ordem de postagem, o horário dos posts, os links, absolutamente tudo.

Pode parecer besteira, mas quando chega a hora “H” parece que nada do que escrevemos ou escolhemos é bom o suficiente e nesse nervosismo podemos acabar afetando negativamente a performance da publicação. Assim podemos ler e reler o texto escrito, verificar se há algum erro ortográfico, algum erro na arte e se todas as informações que queremos passar estão claras.

Acredite, essa dica pode te fazer economizar muito tempo na hora de postar qualquer coisa, principalmente uma ação de lançamento.

 

5. Vá além do virtual

Hoje existe a impressão (muito bem fundamentada) de que todo artista tem de ser um influenciador digital para engajar seus fãs, mas isso não é verdade.

Enxergue as redes sociais como ferramentas para comunicar e divulgar sua arte, afinal se você é músico/musicista, seu trabalho é fazer música como sempre foi. Lutar contra os algoritmos ou até mesmo se fixar totalmente neles para ter o melhor alcance e engajamento não é saudável para sua carreira, e uma forma se lembrar disso é trazendo ações para a vida real.

O engajamento e fidelização do público se dá por meio de uma conexão de ideias que podem ser transmitidas nas letras, nos arranjos, nas bandeiras que os artistas levantam, nas pautas discutidas etc. Todas essas coisas podem ser trabalhadas com shows, reuniões, festas e vários outros meios físicos que possibilitem a interação do público com o artista. Quanto mais a pessoa se conecta com o que você produz e defende, mais ela vai querer consumir da sua arte e assim a sua base de fãs vai tomando forma aos poucos.

Com a pandemia nossa visão sobre esse contato físico pode estar um pouco “descalibrada” já que ficamos em casa por um bom tempo, mas conforme a vida for voltando ao normal essas ações podem voltar a ganhar força. O importante é manter sua mensagem viva e seu público em segurança.

 

Dica bônus:

Busque entender mais a fundo sobre os assuntos abordados aqui. Entre e navegue no site do ECAD, pois lá tem muita informação útil sobre direitos autorais. Também recomendo que siga o perfil da Geração Y no instagram (@geracaoyoficial) pois lá tem vários conteúdos legais sobre marketing musical. E antes que perguntem, NÃO é publicidade, apenas acredito que seja conteúdo relevante para a cena musical independente BR.

 

Espero ter te ajudado com essas dicas. Fiquei á vontade para comentar aqui o que achou, deixe sugestões, compartilhe algo que funcionou com você e divulga para aquela sua amizade que está tentando lançar uma música, mas ainda não sabe por onde começar.

Até semana que vem!

Qualquer coisa, me chama no insta @diazemtranse. Valeu!

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

CUPOM GAROTOSDL - EDITORA BELAS LETRAS

CUPOM GAROTOSDL - EM TODO O SITE DA EDITORA BELAS LETRAS - SAIBA MAIS
mockup-joan-jett-1-verde