MUSO SOUP SINGLES #36.1: Mirias, Audriix, Tanxugueiras, SoundQ, Jakliu e mais novidades pelo Soft/Indie/Synth Rock, Foltronica, Soul/Jazz, New Wave e Eletro/Pop


ROCK
01 - MIRIAS

Artista solo de Antuérpia (Bélgica), ela ainda é toca piano e baixo quando necessário, lançando músicas a partir deste ano, mas já compondo e produzindo desde ano passado, quando nasceu seu projeto.

Com 'Don't Look Back' sendo sua segunda faixa divulgado, ela fez uma mescla entre rock alternativo, soft e indie ao trazer ótimos riffs e bateria cadenciada unida ao seu belíssimo e harmônico estilo vocal. 

Ambas faixas já lançadas podem ser ouvidas abaixo:



ROCK
02 - KILLER CASHEW

É uma banda que iniciou sua carreira neste ano e já revelou nas plataformas de streaming dois  singles, entre eles 'Cellophane Dreams', faixa dominada por sintetizadores e baterias eletrônicas, conseguindo mesclar vertentes do eletrônico, como o eletropop, a elementos do cinemático, industrial e ainda aumentar sua gama de estilos ao trazer riffs de guitarra em perfeita sintonia com as pegadas sintéticas e eletrônicas deste trabalho que liricamente é sobre como o legado de figuras históricas é corrompido, "mas durante o processo de composição, ela passou a significar coisas diferentes para nós dois", comenta a banda em release oficial.

Já começando a carreira de maneira impecável, os dois trabalhos até então podem ser ouvidos no spotify da banda.




FOLKTRONICA
03 - TANXUGUEIRAS

É um trio de mulheres da Galicia que se lançaram como artistas em 2018  e já fizeram mais de 100 shows até o momento, com dois álbuns revelados até 2019 e quatro singles durante o ano de 2021.

Neste trabalho, intitulado 'Figa', elas apresentam elementos simbólicos da cultura popular em uma sonoridade que passa pelo folktronica, eletropop e o dance como estilos principais, mas sem deixar de lado suas raízes espanholas ao longo de 3 minutos em um videoclipe que tem como ideia influenciar a capacidade e força dos as mulheres para serem donas de sua vida, para além da inveja, do medo ou das críticas derivadas do sistema patriarcal.

O trabalho delas pode ser conhecido abaixo:




SOUL/JAZZ/FUNK/R&B
04 - DAZEY LEE

É uma cantora e compositora de atlanta que aparece por aqui pela primeira vez, com a faixa 'Summertime', lançada nas plataformas de streaming e apresenta aos leitores do site hoje.

Mostrando ter um grande conhecimento de estilos e culturas, ela mescla maestralmente diversos gêneros dentro de uma única faixa ao trazer baixo destacado e repleto de grooves, unidos a um estilo vocal tanto do soul, quanto do R&B e outros elementos instrumentais que passam pelo funk, jazz e pop com uma pegada totalmente retrô. 

Composta e produzida por ela, a letra fala sobre amor próprio e positividade corporal, além de comemorar por estarmos vivos diante de tudo que passamos em 2020/21.

Ouça:




NEW WAVE
05 - PLEEAY

Está pela primeira vez no site, com a faixa 'Call', revelada nas plataformas de streaming final de Julho e apresentando para o público ouvinte uma mescla interessante de sonoridades.

Tendo o new wave como estilo principal, até mesmo por conta do estilo vocal, a ainda faixa ainda flerta com o eletropop, dance, synthpop/wave,  diversos outros elementos oitentistas e até mesmo o post-punk,  passando a casa dos 4min de duração. 

Se unindo a essas instrumentalidades, liricamente a faixa fala da perspectiva de quem está de fora, do estranho, do atípico, para lembrar a todos nós que, quando fazemos mudanças para satisfazer a sociedade, sacrificamos nosso verdadeiro eu.

Ouça e conheça mais o trabalho no spotify abaixo:



ELETRO/POP 
06 - AUDRIIX

Estaduninense, a cantora/compositora da Bay Area já lançou 1EP, 1Álbum e alguns singles desde 2015, quando iniciou sua carreira. Um dos trabalhos mais recentes é 'Taking Back My Life'.

Com uma sonoridade essencialmente pop, ela  flerta também pelo dance em uma faixa que liricamente fala sobre sonhos conjugais e amor-próprio em um trabalho com instrumentalidade e batidas cativantes, prontas para embalar as pistas assim que for possível e estar presente nas melhores playlists  do gênero.

Sobre a música, a artista comenta em release oficial: É a minha maneira de curar enquanto saio de uma situação tóxica em que eu me sentia como se tivesse perdido tudo. A obra de arte é eu queimando a esperança da vida que planejava ter e me recusando a deixar que isso me quebrasse ou me definisse. Parte de retomar minha vida é retomar este dia. 

A faixa e outros trabalhos da carreira dela podem ser conhecidos abaixo:




07 - SOUNDQ
Polonês, ele apresenta uma sonoridade para os clubes e pistas com a faixa 'Beautiful', revelada nas plataformas de streaming final de Junho e que hoje ganha destaque em nosso site.

Vindo de um local relativamente mais pobre, ele busca unir elementos dançantes a um lirismo dark, mas esperançoso de que as as coisas possam melhorar no futuro, trazendo sua perspectiva quanto a isso. 

Sobre a faixa, ele define no release oficial: 𝐁𝐞𝐚𝐮𝐭𝐢𝐟𝐮𝐥 é uma canção para Joy - uma menina nascida no corpo de um menino.
A alegria é criada em uma comunidade piedosa que só aceita a verdade universal das sagradas escrituras. As lutas de Joy são vistas como uma doença curada por medicamentos e intervenções sagradas.
Quando atinge a maioridade, a vida de Joy se torna uma luta sem fim contra as instituições cujo único propósito é impedi-la de abraçar o verdadeiro eu. Faça barulho para Joy - a garota que muda a pele de um garoto.

Para esta faixa, ele combinou esse sentimento e elementos do disco, house, bass, EDM old school e toques do pop, numa música que pode ser ouvida abaixo.




08 - FONTERAY
Bela linha de baixo, sintetizadores analógicos e uma instrumentalidade atraente tomam conta de 'Stay Close', single de estreia do multi-instrumentista atualmente de Melbourne, Austrália. 

Trazendo uma grandiosa e psicodélica paisagem sonora, a faixa ainda conta com um vocal relaxante e envolvente, unida a ricos detalhes instrumentais responsáveis pelos tons dançantes ao longo de quase 4min de duração. 

Neste trabalho, ele inspira por nomes como  Toro Y Moi, Mildlife, Kali Uchis e David Bowie e no release oficial, fala sobre a música: "É uma exploração de ideias sobre identidade pessoal e conexão em relação a seguir buscas criativas e a intangibilidade do que buscamos ao persegui-las, expressa pela letra repetida da faixa 'É isso que você está esperando por?'" 

Junto com a música, podemos conferir o vídeo, abaixo:




09 - JAKLIU
É um artista irlandês e que aparece em dose-dupla no site, estando aqui pela primeira vez com faixas lançadas entre Julho e o último dia 3 nas plataformas de streaming.

A primeira delas é 'All Cash, No Love', repleta de elementos lo-fi que se unem ao EDM, ambiente e downtempo ao liricamente mostrar a vida de um trabalhador de loja que deve lidar com o abuso e o confronto que vem ao lidar com pessoas. Mesmo com um tema delicado de ser falado, a faixa apresentada uma sonoridade enérgica e que vai de contraponto ao tema da letra.

Outro trabalho lançado recentemente (na última sexta-feira) é a 'Busy' que, em contraponto a anterior, traz uma sonoridade completamente instrumental e relaxante do eletrônico, experimental, ambiente e cinemático.

Ambas as músicas podem ser ouvidas abaixo:




Postar um comentário

0 Comentários