Em nova formação, Fresno abre "INVentário" e começa a divulgar novas faixas; Ouça inéditas com Mutanen (Bullet Bane) e Keops e Raony (Medulla) abaixo!!


Na penúltima semana de Agosto, o tecladista Mario Camelo anunciou sua saída da Fresno após quase 11 nela, para focar em outros projetos, como na área da tecnologia, onde atua como Developer por formação.  A banda emitiu uma nota oficial, que pode ser lida no final dessa matéria.

Isso foi um baque para os fãs e pegaram quase de toda de surpresa, mas junto com o anúncio veio as especulações: "E agora, como vai ser? Tom entra de maneira oficial e o Lucas vai pro teclado? Viram power trio? Lucas faz o teclado nos estúdio e contratam outra pessoa para os shows?". Nada disso sabemos, mas além dessas especulações, temos também boatos por trás de novos trabalhos da banda que lançou o disco "Sua Alegria Foi Cancelada" e mal excursionou ao vivo, por conta da pandemia.

Após o último álbum lançado, alguns singles foram revelados, além de diversos feats solo por parte do Lucas. O que vem por aí? Novas faixas? Outro álbum? O que será que é o tal INVentário que comentaram na nota oficial? Abrir e vasculhar ele? Seria lançar letras que ficaram paradas ou relançar faixas antigas com roupagens novas?

Nada disso sabemos, mas isso instigou nossa curiosidade, diante de pensar sobre que rumos podem tomar o futuro da banda, pesquisamos, pesquisamos e encontramos diversas composições novas registradas sob o nome da banda e podemos esperar sonzeiras, que não serão reveladas nesta matéria, além do que for divulgado oficialmente pela banda.

O primeiros nomes revelados foi 
Mutanen (Bullet Bane), Chediak e Adieu, com a já lançada 12Words 30000 Stones) e pode ser ouvida abaixo:



Além dela, também acabaram de lançar na última 00h a faixa 'O Sonho É A Senha', com o irmãos Keops & Raony, além do artista 2Strange. A música já está disponível no Youtube e Spotify.




CONFIRA COMUNICADO DA BANDA SOBRE A SAÍDA DE MARIO CAMELO:
"A Fresno é uma banda que nasceu no século passado: mais precisamente em 4 de dezembro de 1999. Nesses 21-quase-22 anos de banda, muita gente passou pelas nossas vidas. Não apenas os milhões de pessoas que já se deixaram atingir pelas músicas, ou as centenas que já trabalharam com a gente, direta ou indiretamente, ou então quem já pegou em instrumentos e subiu no palco ao nosso lado, todos têm sua parte nessa história.

Este post é para falar sobre a história do Mario. Em 2010, o Mario entrou para tocar teclados com a gente nos shows e em pouco tempo era membro da nossa formação fixa, sócio, tomador de decisões e sonhador junto com a gente. Onze anos depois, uma dia desses, o Mario nos revelou que queria seguir seu caminho. E assim ele vai seguir, mas não sem antes de ter revolucionado nossa forma de fazer música, dentro e fora dos palcos, gravando lindos discos, quietinho, mas sempre focado, talentoso, sempre obcecado em fazer tudo da forma mais foda possível. Nossa amizade permanece absolutamente intacta e nossa torcida para que seus novos sonhos sigam se realizando é enorme. Voa, Marião. A gente te ama MESMO, e MUITO. Obrigado por tudo.
Quanto aos 3 que tão aí nessa foto, podemos adiantar que estamos com saudades de tocar. Saudades de vocês. Após duas décadas fazendo somente isso, nós ficamos mais de um ano sem nos encontrarmos, cada um na sua casinha, cuidando de si e dos seus. Podemos ter até desaprendido algumas músicas, mas fizemos algumas novas também. Muitas, talvez. Atentos e ansiosos para o que o futuro nos reserva, temos umas coisas para mostrar pra vocês. Talvez tenha chegado a hora de abrir e vasculhar o nosso INVentário.
Essa banda nasceu no século passado e nunca deixou de existir por um segundo que fosse. E é assim, com o máximo de esperança que o momento nos permite sentir, que seguiremos. E com o amor de vocês, isso nunca vai acabar.

Lucas, Vavo, Guerra. Fresno."

Postar um comentário

0 Comentários