MUSO SOUP SINGLES #34.2: Marines, Odeons, Bullpup, Beäfets, Mothé, Balaciaga, Fire Jane, Leadr, Atiramo, Kinetix e mais novidades de estilos como o Post-Punk, Rock, Folk, R&B/Soul e vertentes do pop

POST-PUNK
01 - MARINES

É uma banda que traz sua essência britânica, combinando a energia do punk com a paisagem sonora do indie dentro da faixa 'No Hell, Incase', trabalho de estreia deles e revelado nas plataformas de streaming em Junho.

Liricamente, a faixa fala sobre masoquismo e falta de vontade de se libertar de uma situação destrutiva enquanto desfruta da vulnerabilidade de estar certo, trazendo uma emoção humana desta situação tanto para as entonações vocais, quanto os instrumentais muito bem encaixados. O narrador implora 'não, inferno' - o que significa eventos terríveis para o medo de ter que lidar com eles ou o masoquismo sombrio de desfrutar a dor que eles trazem para deslocar sobre os outros.

Ouça abaixo:




ROCK
02 - ODEONS
É uma banda que foi lançada neste ano e já divulgou oito singles ao longo de 2021, entre eles 'Not The One', divulgada nas plataformas de streaming final de Julho.

Ao longo de praticamente 3min cravados, eles apresentaram uma sonoridade essencialmente rock, trazendo elementos do rock alternativo/noventista em uma faixa com vocais femininos e uma bateria tocada por Jeff Friedl do A Perfect Circle, além da arte do single ter sido criada por Robert Fisher (Nirvana), mostrando que as influências da banda não param somente na questão sonora da época. 

Em seu trabalho, a dupla traz um toque novo e empolgante ao Pop Rock por estar livre das antigas limitações de gênero. Mesclando a sonoridade dos anos 90 com elementos e toques mais modernos do rock.



03 - FORGOTTEN SONS
É um trio que se lançou como banda em 2016 e em Julho revelou nas plataformas de streaming a primeira música de 2021, intitulada 'Faded'.

Além da música, a faixa também ganhou um videoclipe para acompanhar os vocais enérgicos e libertadores presentes numa música com bateria pesada e muito bem mesclados com a linha de guitarra que podemos ouvir na mescla entre o rock alternativo e hard rock que também nos remetem a nomes como Biffy Clyro.

Trazendo uma faixa antêmica (um hino, hit), 'Faded' fala sobre 
encontrar a força interior para reconhecer quando um relacionamento se torna tóxico, ter a confiança para começar de novo e não deixar que o passado o defina. 

A faixa e outros trabalhos da banda britânica podem ser ouvidos no Spotify:




INDIE ROCK
04 - BULLPUP

É uma banda de Dracut, EUA e que está no site pela primeira vez, com a faixa 'Actor', revelada nas plataformas de streaming no último dia 30.

Neste que é segundo trabalho de 2021, eles mostram afinação e sintonia, principalmente por conta de estarem juntos pelo menos dois anos, numa faixa onde não somente o estilo vocal, como também a instrumentação se assemelha bastante com os grandes hits indie rock que fizeram sucesso ao longo dos anos 00s/10s, unida a uma letra que fala sobre a insegurança que enfrentamos com nosso lugar no mundo, fazendo uma comparação entre o palco e a vida real, observando quantas vezes encontramos coragem para vencer o medo do palco e tomar o nosso lugar, para depois cair na síndrome do impostor, além de lidar com a ideia de vender uma apresentação de si mesmo que esteja de acordo com os preconceitos dos outros.

"As guitarras imitam a natureza dissociativa do narrador da música com riffs de flamenco rápidos no verso e oitavas grandiosas nos refrãos", define a banda em release oficial. 




05 - BEÄFETS
Se lançando como banda em 2019, eles já tiveram diversas formações, mas todas elas apresentaram belíssimas faixas, tais como 'Open Letter', primeiro trabalho deste ano e que vocês irão saber um pouco mais sobre abaixo.

Desde a formação em nossa formação atual em 2019, os Beafets lançaram uma série de hinos indie com guitarra. Nosso segundo single de 2021 experimenta gêneros introduzindo sintetizadores e ritmos de guitarra mais funk em nosso primeiro preenchimento de pista de dança.

Liricamente, a faixa é uma confissão honesta e franca dos sentimentos de um orador ferido e inquiridor, unida a uma sonoridade cativante e animada, repleta de elementos típicos do indie rock britânico, curiosamente terra natal da banda, que vem de um país onde certamente a fonte é ótima e já apresentou para o mundo nomes como The Jesus and Mary Chain e Mogwai a Frightened Rabbit e The Twilight Sad. Musicalmente, um fluxo constante de acordes poderosos e vocais contagiantes que imploram que os ouvintes cantem junto também estão presentes na música, que certamente não irá fazer o ouvinte parar, além de involuntariamente fazer o acompanhar a faixa. 

Um pouco do seu trabalho pode ser ouvido abaixo:




06 - MOTHÉ
Diretamente do Texas e vivendo em LA, Spencer Fort é uma artista de gênero não binário, com o codinome de Mothé e que recentemente divulgou nas plataformas de streaming a faixa 'Summer’s Almost Gone'.

A faixa traz uma sonoridade vibrante, com belas melodias, instrumentação atmosférica e elementos que trafegam tanto pelo indie rock, quanto pelo dream pop, seja por conta do estilo vocal ou da linha de guitarra, ao longo de aproximados 4min que abrem o EP de mesmo título e foi lançado recentemente.

Ouça abaixo:

 


07 - TRISH DISCORD
Artista do Queens, ela traz uma sonoridade dominada pelo synth rock, mas com acréscimo de estilos como o rock alternativo e o indie para a faixa 'Desire', segundo single de 2021 e quarto lançamento no total, incluindo um EP. 

Para essa grande mescla de estilos, ela se influência por artistas que vão de Paramore a New Order, Mitski a Linkin Park, podendo atingir públicos seja do synth/indie/alternativo rock ou até mesmo dark wave em uma faixa que mistura elementos eletrônicos com sons orgânicos, além de um crecimento não somente instrumental, como também dos vocais, mostrando uma grande dinàmica musical. 




FOLK
08 - ALI MANGES

Compositora independente de somente 19 anos, ela apresenta um trabalho repleto de teor sentimental e que passa também para o ouvinte, como podemos ouvir em 'Tangerine Love', faixa de estreia da artista e divulgada nas plataformas em Junho.

Com uma sonoridade voltada para o folk, ela traz não somente um instrumental belíssimo, mas também vocais harmônicos, envolventes e doces que casam perfeitamente um lirismo poético que certamente muitas pessoas irão se identificar e emocionar, tanto por conta da letra, quanto pelos tons minimalistas em suas músicas e que nos dão uma ideia do que podemos esperar para trabalhos futuros, seja singles, EPs ou álbuns.




09 - MAX BIANCO
É um artista diretamente de Londres e que, há cerca de um mês, revelou nas plataformas de streaming a faixa 'Can't Wait to Wake Up in the Morning'.

Apesar de ter sido lançada recentemente, a faixa foi composta em 2020, no dia seguinte a uma das ações de Black Lives Matter, movimento que abriu os olhos do artista para a comunidade negra e o quanto eles são abusados diariamente, se unindo a diversas coisas ruins que andam acontecendo com o mundo, seja covid, incêndios florestais, a brutalidade policial contra George Floyd, crise no Iêmen e outras coisas que fazem parece que o mundo está em colapso, mesmo muitas pessoas estejam se conscientizando sobre esses fatos.

Com uma sonoridade que flerta entre o folk e elementos do country, o artista tentar trazer uma faixa animada e de otimismo sobre termos em breve um dia melhor.

Ouça:




10 - MUCHO PANDA

É um artista americano que começou a revelar seus trabalhos em 2021. E entre nove singles, temos a faixa 'I'm Wondering Too', onde traz uma sonoridade de voz e violão que flerta entre vertentes do folk para contar a história pessoal sobre flertar com alguém e não saber se eles estão falando sério certo sobre te conhecer. Algo que certamente muitos ouvintes, incluindo eu, já passam por isso em algum ou alguns momentos da vida. 

O resultado deste tema pode ser ouvido abaixo:




R&B/SOUL
11 - BALACIAGA
Norte-americana, ela é a dona de um belíssimo e envolvente vocal que embala a faixa 'Nothing To Me', divulgada nas plataformas de streaming em Julho e que agora ganha espaço em nosso site.

Sendo uma faixa essencialmente R&B, ela passa por vertentes do gênero como o contemporâneo  e indie alternativo, além de trafegar por eles do Soul e liricamente ter sido composta com base na experiência pessoal do artista, que também acredita que muitas pessoas irão se identificar, por em algum momento da vida ter ficado presos em situações que não gostariam. 

Mostrando versatilidade, ela apresenta uma linha vocal inspirada no R&B dos anos 90/00 e até mesmo de artistas mais novas, durante uma faixa composta há cerca de 4, mas que somente agora ganhou vida. 



12 - ROSE SPEARMAN 

É a artista holandesa escolhida para a lista de hoje, e que apresenta a faixa 'After The Renaissance Comes The Blues', lançada final de Julho.

Na faixa, ela mostra para o ouvinte vocais característicos do Soul e uma sonoridade do jazz, além de de guitarras do blues que, unida ao estilo vocal dela, certamente prenderam o ouvinte e fará ele ouvir mais e mais vezes a música que liricamente conta a história de um caso de amor ilícito que cruzou múltiplas fronteiras raciais e sociais no Harlem.

Ouça e conheça mais a fundo o trabalho dela, diretamente do seu Spotify:



POP/ELETRO/DANCE




13 - IVON ROBERTS
É um artista irlandês que se juntou com A.M.K via GarageBand para o trabalho de estreia dela e o segundo dele ao longo de 2021, com a faixa 'Solo.'.

Apresentando uma variedade de vertentes pop, a faixa passa pelo comercial, synth, dance, além de elementos do dream pop e batidas presentes até mesmo na música africana, mostrando toda a gama multi-cultural de uma faixa de artistas irlandêses, com produção holandesa e toques de sonoridade africana. Trazendo liricamente uma música-tema de força e amor-próprio.




14 - FIRE JANE
Aparece pela primeira vez no site, com um trabalho lançado nas plataformas de streaming em Julho, por meio da gravadora Future House Cloud. 

Nesta faixa, ela traz para o ouvinte as vibrações do EDM, unida a vocais poderosos por meio da cantora, que liricamente traz uma história,
um desejo de afeto entre dois estranhos, mesmo que seja contra todas as probabilidades. Musicalmente, ela passa tanto pelo EDM, quanto pelo eletropop e house na faixa 'Alien'. 

Fire Jane é uma artista inspirada por nomes como Ava Max, Doja Cat e Selena Gomez e a faixa 'Alien'
 foi aceita em um álbum VIP Recordings Pop Compilation que contará com outros artistas como Chris Brown.

Ouça:




15 - DANIEL
Seguindo esse estilo, temos um artista que também em Julho revelou um dos seus trabalhos mais recentes nas plataformas de streaming.

Mesclando vertentes do pop, como o eletro e synth, passando também por elementos oitentistas como dos anos 2000, 'Love Pill' é o segundo single do artista, que em release oficial falou um pouco sobre a faixa: "Quando eu me apaixono, eu me apaixono muito. Eu sou uma romântica incurável no coração, então, da mesma forma, quando as coisas chegam ao fim, eu desmorono muito também. Depois do meu primeiro relacionamento de ‘garotão’, me encontrei lutando para manter a confiança. ‘Love Pill’ é sobre eu desejar poder apagar meu passado e confiar meus sentimentos às pessoas novamente. Eu simplesmente acho difícil me apaixonar e proteger minha energia ao mesmo tempo".

Na faixa, ele 
luta contra os obstáculos do amor, 
investiga profundamente suas experiências com amor e perda e por que isso é importante para ele. 

Uma amostra deste trabalho pode ser ouvida abaixo:




16 - LEADR
É um artista que no último dia 28 revelou nas plataformas de streaming a faixa 'I'm Alright', produzida por (BTS, Troye Sivan) e que fará parte de um EP a ser lançado em Outubro.

Musicalmente, este cativante hino pop passa pelo eletropop, dance e também apresenta elementos oitenistas numa faixa que liricamente fala 
sobre como recuperar o seu poder de um relacionamento tóxico e com isso viver melhor sua vida. 

No release oficial, o artista comenta sobre a faixa: "
Quando escrevi essa música, foi terapêutico para mim porque foi um bom lembrete de que eu tinha que cortar esses velhos cordões para melhorar meu bem-estar geral. Além disso, é uma grande liberação saber como estabelecer limites saudáveis".

Em 2020, LEADR liderou um grupo de amigos artistas para fazer um cover de "Imagine" de John Lennon. Isso foi exibido pelas conta de Yoko Ono, The Beatles e John Lennon no twitter. 




17 - ATIRAMO
De Israel, Oren Atiram é a responsável por lançar este projeto e trazer uma faixa que certamente será um hit das pistas dance e eletro ao redor do mundo, com a faixa 'Unrequited Love', revelada nas plataformas de streaming no último Sábado de Julho.

Instrumentalmente, a faixa oferece vibrações nostálgicas com elementos oitentista do gênero, em uma música essencialmente dancepop e que se une a vocais poderosos e prontos para não deixar parada nem as pistas, nem o ouvinte, independente de onde ele estiver.

Assista ao videoclipe e ouça a música:




18 - KINETIX
O trio de eletropop revelou no último dia 30 a faixa 'Off My Head' em todas as plataformas de streaming.

Banda composta pelos irmãos Arthur (bateria), Ademar (teclados / sintetizadores) e Theodore (vocais), eles mesclam uma variedade de elementos e influências em sua música para criar seu estilo único de pop. Na faixa podemos ver uma sonoridade que passa pelo eletro/synth/comercial pop, onde liricamente eles falam sobre 
se sentir confortável na pele e declarar a autoconfiança como o segredo para viver sem medo e alcançar os sonhos. 

Confira abaixo:




HIP-HOP
19 - GOLD FRAMES ON BROWN SKIN
É um artista estadunidense que em Julho revelou ao Mundo e faixa 'Anti-Naruto (No Simp)' nas principais plataformas de streaming.

Mesclando entre o hip-hop e trazendo elementos do trap, a faixa tem participação de Big Rube (Dungeon Family) (Outkast, Goodie Mobb, Future e etc ...) numa música que liricamente fala sobre fornecer confiança demais a um amante em potencial que você realmente não conhece, em uma sonoridade ousada e consciente com belo jogo de palavras acessível a fãs de hip-hop old-school  e novos.

Confira abaixo:




AMBIENTE/CINEMÁTICO
20 - ARI ROSS
É um artista de Garland, cidade localizada no Texas e que apresenta um trabalho voltado para a sonoridade ambiente, cinemática e instrumental na faixa 'Sleep Cicles - Beginnings', revelada em 2019 nas plataformas de straming, mas que merece destaque em nossa lista de hoje.

Sendo uma faixa que pode ajudar a a relaxar, mas também a inspirar o ouvinte, ela é basicamente sobre isso, além de buscarmos encontrar nosso centro espiritual e nosso lado 'Zen'.

Ouça, aprecie, curta e relaxe:


Postar um comentário

0 Comentários