MUSO SOUP SINGLES #21: Abnorm, Ilonalowe, Dr!ftwood, Gabrielle Ornate, Emma Mae, Rae Radick e mais com lançamentos de vertentes como o indie, folk, country e stoner

01 - ABNORM
O quinteto inglês de rock alternativo lançou no final de Março o single 'Everything Temporary', que apresenta baixos destacados durante toda a música. unida a um vocal marcante/envolvente e riffs típicos do alt/indie rock.

Em release oficial, a vocalista Abbie define: A faixa é sobre a sensação indesejada de que você não consegue se livrar quando sabe que algo simplesmente não vai durar. Seja em um relacionamento que está para terminar ou em um prédio que um dia será demolido. É sobre sentirmos desespero pelas coisas infelizes que o mundo está jogando em nosso caminho. Tudo o que é temporário tem a ver com expressar o quanto você se sente irritado e frustrado por ter ficado desamparado. Espero que ajude você a tirar suas frustrações também.




02 - ILONALOWE
Tendo o folk como gênero principal, apesar de se encaixar também um pouco no indie, 'Once Again' é o single mais recente da artista, lançado há cerca de um mês e que apresenta um vocal belíssimo/perfeito, numa história dark e profundamente pessoal  da artista, de cair em velhos confortos autodestrutivos à custa de negligenciar o próprio bem-estar. 

A faixa é cheia de personalidade, não só somente na questão do som, mas também na maneira em como ela foi feita, com escrita,gravação e produção sendo do estúdio caseiro da artista, que focou no DIY para esse trabalho.

Sobre a música, ela comenta: O terceiro em um relacionamento nem sempre é uma pessoa. Em qualquer um dos meus relacionamentos - inclusive amizades - tenho a tendência de me inclinar para a insegurança, e isso se torna essa terceira entidade invisível que me atrapalha. Eu só queria personificar a maneira como me entrego ao que não é bom para mim e me torno negligente em meus relacionamentos, assim como um parceiro infiel faria.




03 - DR!FTWOOD
Dr!ftwood estão de volta com '4:45', um pop rock contagiante e que certamente embalaria uma multidão, seja em baladas ou fests, infelizmente algo ainda distante para nós, mas que está voltando em diversos locais ao redor do mundo. 

A faixa é acompanhada de um videoclipe, que pode ser assistido abaixo:




04 - HOTEL CALIFORNIA
Hotel California é uma banda country/americana/folk, que na segunda quinzena de Abril divulgou o single 'Keep the Fire Burning'.

Com vocal e instrumental típicos desses gêneros, a música fala sobre um relacionamento com alguém que não pode suportar,  que vá matar o artista (de amor), alguém que o faz sentir mais vivo do que jamais se sentiu antes, alguém que mantenha seu fogo aceso.

Durante o lockdown, ele escreveu 24 novas faixas, que são lançadas a cada très semanas desde o começo do ano.




05 - ROSS NEWHOUSE
Ele é um artista folk, que traz para o seu som elementos lo-fi para o gênero folk/indie, com belas narrativas e histórias em cada um dos seus trabalhos.

Um dos mais recentes, lançados em Março, é 'Funniest Thing', onde o artista fala sobre quando você ama alguém, mas só precisa foder com ela um pouco.

Na arte de divulgação do single, temos a mãe de Ross, jogada na piscina em um vestido de noiva, no dia do seu casamento. Essa energia também é sobre faixa, que apresenta a mensagem do casal precisar rir de si mesmos e bagunçar um com o outro, para que relacionamento realmente funcione. A promoção recebeu muito amor nas redes sociais.




06 - NIGEL G. LOWNDES
Lançada final de Março, 'Cup of Tea' é um dos trabalhos mais recentes do artista e single do álbum "Hello Mystery", que apresenta 10 canções peculiares e cativantes em estilos clássicos sobre a vida cotidiana que são um pouco diferentes de outras canções e que muitas vezes podem fazer você rir e pensar um pouco ao mesmo tempo.

Sendo comparada a faixas de artistas como Ray Davies e Chris Difford, 'Cup Of Tea' é talvez a faixa principal do álbum, que consegue mesclar por estilo como o indie, classic rock e até mesmo o new wave, com vocal e instrumental que remete bastante a The Smiths.




07 - THE BAND LABRADOR
'Purple Azalias' é o single de estreia da "The Band Labrador", banda de um homem só, liderada por Oliver Labrador e que traz influencias de artistas como Dave Matthews Band, Jacob Collier e Mumford and Sons, ao unir gêneros como folk e rock, na faixa lançada há aproximadamente um mês.




08 - GABRIELLE ORNATE
A artista lançou no último dia 21 o single 'Do You Feel?', onde mescla sintetizadores, riffs de guiarra e baixo, em uma faixa que mostra uma gama de influencias de Ornate, ao trazer elementos synth/indie rock, psicodélico e beats oitentistas.

O resultado pode ser ouvido abaixo:




09 - BROTHER JONATHAN
Lançada dia 14, 'Springs' é o single mais recente do artista, que apresenta riffs pegajosos em seu início, bateria pesada e muito bem cadenciada, numa faixa repleta de overdrive e um vocal viajado/psicodélico, ao longo de aproximadamente 3m30s. 

Ouça ela abaixo:




10 - THE LONELY TOGETHER
The Lonely Together é uma banda que mescla entre indie/alternative rock, trazendo temas como amor/tristeza, esperança/raiva, beleza/dor, com influencias de nomes como Baillie, Snow Patrol e Edith Bowman em 'Dark Water', single mais recente do artista e que foi lançado no começo de Abril.

A faixa pode ser ouvida em todas as plataformas de streaming e abaixo pelo Spotify.




11 - PABLO IRANZO
'Antidote' é um dos trabalhos mais recentes do artista, sendo lançada no começo de Abril e que retrata o pós rompimento, quando tudo parece e parece diferente. O antídoto para o coração partido é o lado positivo, mesmo em momentos difíceis. Vocal e instrumentalmente, a faixa vai crescendo conforme a história e as partes instrumentais se desdobram, apresentando no final riffs pesados de uma guitarra explosiva e que agita o ouvinte.

Pablo Iranzo é um cantor/compositor que mescla rock/pop com elementos dark, gótico e até mesmo eletro. Antidote é um dos singles principais do segundo álbum.




12 - EMMA MAE
Boys In Bands é a primeira novidade da artista em 2021, e ela pode ser usada para animar músicos locais que passaram por um 2020 díficil, assim como toda a cultura ao redor do mundo. 

Sobre a faixa, a artista comenta: 'Boys In Bands' em si é incrivelmente cativante, se é que posso dizer isso. Permanece encharcado de pop e amargo como o resto dos meus lançamentos, mas com um toque um pouco mais rock que lembra os meninos nas bandas que discute. Este lançamento marca o início de um projeto maior no qual estou trabalhando e, embora não esteja claro agora, fará sentido no futuro.

O som pode ser ouvido abaixo:




13 - ABI MIA
Lançada final de Abril, 'Checking In' é considerada pela artista como seu melhor trabalho até agora, sendo inspirada por bate-papos, via Zoom (nos momentos atuais FIQUEM EM CASA!! E conheçam, de dentro de sua casa, diversos artistas conosco), com o seu avô de incríveis 93 anos.

Sobre a música, ela comenta: "Essa faixa é muito identificável e tem uma mensagem tão importante e o som geral e a produção soam exatamente como eu ouvi na minha cabeça! Estou tão animado por ter encontrado esse lado da minha música!

O ímpeto está realmente crescendo conforme eu lanço cada single, então estou esperando que este seja o meu maior!".

Com mais de 100 mi plays em um mês, com certeza diversos objetivos foram alcançados a faixa que pode ser ouvida abaixo:




14 - ELLIOT KID DANGER
Diretamente da cidade litorânea britânica de Margate, Elliot Kid Danger trabalhou ao lado de nomes como Clean Bandit, Jess Glynn, Take That, Sean Paul e Little Mix.

Com influência de Mac Miller, Tyler the Creator, Frank Ocean e Chance the Rapper, o artista apresenta uma mistura de acordes progressivos, linhas vocais muito bem executadas, de baixo destacados e sintetizadores típicos dos anos oitenta em faixas como 'First Drop' e 'Too Much', lançadas recentemente e que vocês podem ouvir abaixo:






15 - CULLEN THE GREAT
Primeiro hip-hop dentro da lista de hoje, 'Popstar' consegue trazer beats típicos do eletropop e mesclar com um rap mais alternativo, tendo Lil Peep como influência.

Como podemos ver no nome, a faixa é sobre o artista esperar instantaneamente qeu deveria haver uma multidão de paparazzi e fãs o esperando fora de onde ele quer que esteja.

Ela foi inspirada em Billie Eillish e depois de horas escrevendo e gravando, Cullen encontrou o som que procurava. O resultado está abaixo:




16 - SOCCER*SCHOOL
Diretamente do Japão, eles são uma banda com instrumental voltado para o rock alternativo, punk, 90s e um vocal com entonação e elementos clássicos do indie. 

Um dos seus trabalhos mais recentes é 'Travel', single da banda lançado no final de Março. Nela, podemos ver além de todas essas influencias, uma bateria pesada e muito bem cadenciada pela banda, que consegue unir perfeitamente o vocal com o instrumental.




17 - RAE RADICK
Ela é uma cantora, já apresentada anteriormente por nós no site, que se lançou para o mundo em Setembro e, desde então, já lançou 4 singles que passam pelo country e vertentes do pop. Nessa faixa, podemos ver estilos como o rock alternativo presente em seu início, com um vocal que varia entre um estilo 100% pop, com um coro antemico e que certamente embalaria público de festivais, mas também um vocal com um estilo mais country e muito bem mesclado com um instrumental mais rocker, repleto de riffs, slides e solo executados com maestria.

Sobre a faixa, ela comenta: "Esta música animada aborda a relação entre mídia social e depressão. A letra crua ilustra a jornada de alguém que é pego no "jogo" da mídia social e sai de controle tentando escapar. Ela explora como a tecnologia pode superar o usuário de forma que ele/ela se fixe em uma versão filtrada de si mesmo, em vez de abraçar as belas falhas que os tornam".




18 - LOWER LOVEDAY
Lançada final de Abril, "Lower Loveday" traz um som típico do pop, passando por vertentes do gênero como o synth e indie, com batidas oitentistas, dançantes e que com certeza embalariam o público de baladas como a 1007 de SP (Saudades!!) ao apresentar linhas de baixo marcantes, melodias viciantes e um refrão poderoso.

O som de LOVER LOVEDAY tem influência dos atos eletrônicos dos anos 80 Pet Shop Boys, New Order, Human League, mas complementa esse som com uma produção contemporânea vigorosa e edificante. ‘Seeing You Around’ foi produzido e gravado com as produções da Sugar House (Pale Waves, Larkins, Viola Beach).




19 - SUNDAY MORNING
Com elementos do Soft Rock e Surf, em um vocal do indie, mas com backing presente no pop rock sessentista em um instrumental repleto de teclados, sintetizadores e com um belíssimo solo nos momentos finais, 'Anna Says' é um dos trabalhos mais recentes da banda, sendo mixada por , Chris Birkett (Sinead O'Connor, Buffy Sainte Marie), sendo lançado no último dia 7.

O som pode ser ouvido abaixo:




20 - THE AWKWARD
Diretamente da Holanda, The Awkward fez um feat recente com a cantora Cheri Addo, em 'Dance The Night', faixa disco que combina elementos do gênero dos anos 70, com um indie pop mais atual, tendo também sintetizadores ao longo da música e um vocal muito marcante e envolvente por parte de Cheri Addo.

Em release oficial, eles definiram a música: "'Dance The Night Away' é uma música disco acelerada. Combinamos o som disco inspirado nos anos 70 com um toque indie-pop moderno. Tudo começou com a linha de baixo funky que flui em um refrão cativante e enérgico que faz você querer pegar seus patins e Dance the Night Away! Apresentamos Cheri Addo nessa faixa, que tem uma incrível voz de soul que combina bem com o tema disco. O videoclipe para essa música é sobre patinação. Dançar é garantido!"




Esta matéria foi criada via Musosoup, entenda mais aqui: #Sustainablecurator

Postar um comentário

0 Comentários