MUSO SOUP SINGLES #14: Arcadnis, Palo G, Emmrose, Lee O'Brien, S J Denney, Ian Hendrix e mais artistas com singles e videoclipes lançados recentemente

01 - ARCADNIS
Piano clássico e uma voz envolvente são algumas marcas de 'Sleepless Hearts', faixa lançada começo do ano pela artista polonesa e que traz elementos do pop eletrônico, indie e até mesmo dream, repleto de riffs e solos que nos relaxam, mas também trazem uma instrumentação única.

Arcadnis representa uma visão muito nova da cena eletropop moderna. Sua música é uma combinação de balada descontraída e espaçosa de guitarra elétrica com uma vibração eletrônica assustadora.

Com sua voz característica e imitável e sua atmosfera suave e cósmica, os singles da artista criam um estilo musical único e incomparável, trazendo componentes de uma nova persona, emergindo agora no campo do eletropop independente. 




02 - POISON OAK
Extraído do EP "1996", lançado dia 19, 'Sarah' é um som pop rock, mas que também flerta com o punk rock, principalmente pela sua entonação vocal e com o classic rock, em trechos como os "Wooh whoo" presentes na música.




03 - PALO G
'Memorias' é um dos singles/clipes mais recentes de Palo G. Lançado no início de Março, a faixa traz um violão voltado para o reggaeton, seja nos riffs ou solo, em um videoclipe que apresenta a artista cantando a música, enquanto a letra da música espanhola, aparece tradução em inglês, certamente atingindo um público maior de espectadores.

De acordo com release oficial, o objetivo de aumentar a conscientização sobre problemas de identidade de gênero e traumas de agressão sexual. Ela quer servir de exemplo de autoaperfeiçoamento, coragem e força para falar e superar problemas. A única maneira de ela vencer essa batalha é confessar seu trauma e usá-lo como combustível para seu ativismo intelectual".





04 - ARSON WHALES
'New Isolation' é o primeiro single de Arson Whales, fazendo parte de um EP homônimo que será lançado no Outono de 2021.

A faixa traz elementos experimentais e psicodélicos nos primeiros segundos, unidos a uma bateria cadenciada e voz acelerada e riffs que envolvem o ouvinte do começo ao final, em um tema que fala sobre o que o mundo anda passando desde 2020 e a necessidade de se isolar, para se cuidar.

O artista sabe muito bem unir o experimental, psicodélico e a arte de prender o público, tudo numa música só.




05 - DANIEL BARRIE
Lançada no final de Janeiro, 'Curtain Falls' é um indie rock que fala sobre o carma após o final de uma amizade/relacionamento, trazendo ao ouvinte um violão melódica, que dita o tom instrumental da música, tendo sua crescente num solo típico de blues. Já o vocal nos remete a artistas como Jake Bugg e outros voltados para o indie rock.

"É uma música que escrevi para curar a dor de um relacionamento tóxico e definitivamente uma para tocar alto e se sentir melhor!"




06 - EMMROSE
Emmrose se inspirou nos videogames, mais especificamente em "Among Us", para compor 'Imposter'. Para quem não conheça, dentro do jogo precisamos encontrar um membro infiltrado para vencer, isso também fez a artista levar para o mundo real, pensando sobre a "Síndrome do Impostor", que muitas pessoas tem e diversos momentos fazem nos pensar se somos realmente bom no que fazemos (normalmente profissionalmente) ou somos somente uma fraude.

"A letra começa com como encontrar "O Impostor", como eles estão ao seu redor, mas eles dirão que tiveram que fingir que se encaixam. Uma das minhas maneiras favoritas de descrever a Síndrome do Impostor é na linha, "Ela tentou correr, mas pensar que você é o melhor é meio divertido", pois experimentei a sensação de ser escolhido como o melhor de um grupo de pessoas, e por alguns minutos é ótimo, e então a dúvida se infiltra e você desenvolva o medo de ser descoberto como não sendo digno.

Em seguida, é revelado que o narrador é o impostor e que eles finalmente revelaram isso quando esperavam ser descobertos. "Eu te disse quando estava com muito medo de que a charada acabasse." Essa é minha parte favorita da música liricamente, já que adoro conectar cicatrizes com mentiras, e como não ser verdadeiro consigo mesmo é uma espada de dois gumes.

Acho que alguma dúvida não é uma coisa ruim. O excesso de confiança pode ser perigoso, assim como não se sentir confiante. Pessoalmente, senti uma enorme dúvida como cantor e compositor. A ansiedade de que não sou bom o suficiente e de que tudo que escrevo e canto é horrível são pensamentos que muitas vezes passam pela minha cabeça. Essa música é uma dedicação à parte de mim que parece uma impostora, e que não é a maneira de viver.

Espero que essa música possa ajudar pessoas que também lutam com sua autoestima, bem como encontrar maneiras de lidar com sua ansiedade por meio do apoio de amigos e familiares".




07 - LEE O'BRIEN
Tirado de seu próximo álbum 'This Is Me', 'You And I', é uma música produzida e co-escrita pelo lendário Francis Rossi do Status Quo, trazendo riffs cativantes, unido a belíssimos vocais e backing vocal, trazendo um som enérgico de se ouvir e que inevitavelmente fará o público também dança-lá enquanto dá o play em sua plataforma digital preferida.




08 - RAE RADICK
Lançada no final de Janeiro, a música traz pegadas country no início, tanto instrumentalmente quanto pelo vocal e logo em seguida, com um crescimento, ela flerta também pelo pop, até mesmo pelo indie presente na guitarra.

Essa música é sobre o fim de um relacionamento. Não porque eles pararam de se amar, mas porque seus sonhos os estavam levando em direções diferentes. A história foi inspirada por uma experiência pessoal e lutas reais de separações. 




09 - S J DENNEY
Lançada na primeira quinzena de Fevereiro, 'The Sticking Point' traz um background psicodélico e bateria cadenciada, numa faixa que, de acordo com o próprio artista, levaram seus arranjos e melodias a outro nível, trazendo a era de ouro do rock se(ten)ssentista para uma única faixa, com experimentos, psicodelia e uma faixa rica de bateria e influencias indianas, como o citara. 

"Eu acho que este lançamento levou meus arranjos a um novo nível e a melodia é um pouco como uma orelha-de-orelha. As letras também contam uma história interessante. Musicalmente, estou basicamente tentando pegar a era de ouro do rock dos anos 60/70 e trazê-la de volta à vida. É uma música honesta tocada por uma pessoa real, sem ajuste automático etc".




10 - HENDRIX
Ao longo dos últimos dois anos, Hendrix lançou histórias no EP, separada por capítulos e cada uma conta uma música. A oitava e última parte saiu  em Fevereiro, intitulado 'Gravity', dando um final a história.

Para uma experiência melhor, unindo o instrumental com o visual, indicando a apreciação da obra de arte com headphones, certamente perceberam mais ainda os detalhes instrumentais, junto com o video abaixo:




Esta matéria foi criada via Musosoup, entenda mais aqui: #Sustainablecurator

Postar um comentário

0 Comentários