MUSO SOUP ÁLBUNS #11: WinterGreen, Axis Neptune, Heavybird, Julia Klot e mais artistas com músicas lançadas pelo folk, psicodélico, indie, synthpop e eletrônico



01 - WILD CAT STRIKE
Com um vocal típico do folk, mas passando também por gêneros como o indie rock e até mesmo o country, ambos principalmente pelas influências instrumentais, como a escaleta presente em um lindíssimo solo na faixa de abertura e na pegada por trás da faixa 'Beekeeper'.




02 - WINTERGREEN
Bateria cadenciada e riff de guitarra envolvente marcam 'Liquid Gold', faixa de abertura do quarto álbum da banda, lançado hoje e que traz influências de gêneros como o alternative/indie rock no início do álbum, do dance na faixa 'Don't Bring My World Down', do folk em 'Different Times' e do classic rock em 'Twice as Strong'.

Trazendo 12 faixas, podemos ouvir canções acústicas, faixas energéticas de rock, trilha sonora de filme, 'Sad Strings', que aparecerá no próximo filme mod contemporâneo "The Pebble And The Boy", que apresenta em seu elenco a lenda do contrabaixo conhecida como Mani!

Ouça álbum completo abaixo:




03 - JON & ABBIE
Violão acelerado dita o ritmo vocal de 'Could've Been U', faixa de abertura do EP "Still Life" e que traz influencias do folk para a banda, se contrapondo a faixa-título, que apresenta beats eletrônicos, sintetizadores e outros elementos clássicos do eletropop.

Já a faixa '44 Days', apresenta tons melancólicos, ideia principal do EP, definidos pela banda como "coleção de vinhetas melancólicas que refletem nossas experiências ao longo do último ano - luto, perda e desgosto, mas também o turbilhão que é ficar sozinho novamente após o rompimento de um relacionamento de longo prazo, e o quê ( ou QUEM ...) a ver com essa liberdade recém-descoberta".

Cada uma das faixas podem ser ouvidas abaixo:




04 - GILLIAN RAE PERRY
Continuamente pelo folk, agora apresentamos um projeto solo com feminino, onde a artista escreveu, gravou, mixou e lançado durante a quarentena.

O álbum fala sobre temas como isolamento, trauma e infância. Também tendo uma melancolia presente, como em 'Goodbye', faixa que traz um instrumental que serviria como uma canção de ninar. 

Confira o álbum completo:




05 - AXIS NEPTUNE
Mesclando estilos como o Indie, R&B e Dream Pop, Axis Neptune lançou recentemente o disco "Reasons", com 12 músicas e aproximadamente 40min.

Levando um ano desde a composição da primeira música até o lançamento do álbum, ele gravou diretamente do seu quarto em Wangjing, Pequim e foi inspirado tanta pelo talento criativo da cidade, quando pelo seu coração sempre na Inglaterra, onde amigos, família e músicos muito mais talentosos do que o disseram pra continuar.

Cada uma das faixas desse trabalho pode ser ouvida abaixo:




06 - HEAVYBIRD
Em seu álbum mais recente. a banda mescla indie/alternative/post rock com psicodélico e até mesmo shoegaze ao longo de 9 músicas.

Toda essa variedade de estilos pode ser conferida logo nas duas primeiras músicas do álbum, que poderá ser ouvido abaixo:



07 - JULIA KLOT
Na faixa de abertura podemos conferir uma mescla entre cinemático e clássico, algo que se mantém ao longo do EP em faixas como 'Temporary Tattoo', que também nos traz influencias do Soul e de um Pop mais contemporâneo, enquanto 'Picture in a Frame' trafega pelo Folk, mostrando um grande leque de variedades da artista de 20 anos.

Sobre o EP, a artista comentou: "O EP conta a história da bela, porém complicada, progressão do amor. Espero que qualquer pessoa que ouça essas músicas seja capaz de se relacionar com as letras, ou ouça e se sinta transportado para uma mentalidade emocional. Eu pessoalmente sinto que meu som musical amadureceu, e que minha música atrairá um público muito mais amplo. A exposição por meio de blogs e sites de crítica musical ajudaria a ganhar novos ouvintes, e a melhor parte de lançar música é fazer com que os ouvintes se relacionem!"




08 - LOVISA LINDE
Vocal feminino calmo, bela harmonia entre voz principal e backing vocal e um instrumental muito gostoso (seja por conta dos riff, slides ou outros detalhes) de se ouvir marcam "Release" EP com três músicas da artista, lançado em Fevereiro.

"Minha música é minha expressão e realidade, a maneira como compreendo pensamentos e sentimentos. Essas músicas significam muito para mim e eu quero fazer justiça a elas, mas no final elas me trouxeram uma pressão debilitante para encontrar a maneira “certa” de liberá-las.

Portanto, estou simplesmente chamando essa coleção de músicas de "lançamento". E eu vou deixar que eles sejam apenas isso. Uma liberação da pressão de uma liberação perfeita. Muito irônico hein? Mas chega um ponto em que você só precisa parar de pensar nisso e apenas fazer."




09 - PAUL MOLETA
Logo em 'Hey Young Soul' já vemos uma grande mescla de estilos, começando em algo mais pop e trafegando pelo indie rock. Já em 'Missing You' se vira para um lado mais classic rock, com baixo destacado, um belo jogo de vozes típicos de bandas dos anos 60.

'Sometimes' começa numa pega mais eletrônica, regadas de sintetizadores e elementos também dos anos 80, mas também apresenta elementos de vertentes do rock, enquanto 'Hypnotised' faz uma belíssima mescla entre o country e pop rock

"Meu álbum "Sometimes I Feel" não é apenas uma mistura de melodias de pop rock alternativas com letras introspectivas, mas foi escrito durante um período muito desafiador da minha vida, enfrentando uma longa recuperação após cirurgias na coluna vertebral".

Toda essa variedade e recados transmitidos em cada uma das letras pode ser ouvido abaixo:




10 - ULYSSES
Passando por diversas vertentes do Pop, como o eletrônico,alternativo e synth, o artista Ulysss lançou seu quarto EP, intitulado "Count On Me", onde ele escreve, grava, produz e executa tudo, usando diversos elementos diferentes, mas tendo como principais as baterias eletrônicas, sintetizadores e guitarra elétrica.




Esta matéria foi criada via Musosoup, entenda mais aqui: #Sustainablecurator

Postar um comentário

0 Comentários