Acidental x Bidê ou Balde: assista ao videoclipe de “Mesmo que Mude”


Nesta terça-feira (23), o Acidental, projeto do catarinense Alexandre M., lançou uma versão da faixa “Mesmo Que Mude”, dos gaúchos da Bidê ou Balde. O single faz parte do álbum “Objetos Arremessados Pela Janela”, que será lançado ainda no primeiro semestre de 2021.

De acordo com Alexandre, a ideia surgiu quando ele decidiu que incluiria um cover no primeiro disco do Acidental, que carrega ao longo dos seis anos de carreira, cinco EPs e uma compilação, intitulada “Grandes Momentos”. “Eu pensei em fazer uma versão mais lenta, mais espacial, pra uma música que gosto e que tanto ouvi ao longo desses anos. A Bidê ou Balde sempre soube unir o indie rock à música brasileira e isso é justamente o que venho tentando fazer desde os primeiros lançamentos do Acidental. Sempre me identifiquei muito com o estilo da banda e essa música, em especial, tem melodias de vozes lindas e uma letra que reflete um momento que muitos já passaram. É isso que eu procuro sempre em minhas músicas”, revela.

O músico diz ainda que a proximidade com os integrantes da banda gaúcha também foi fator importante para a decisão de gravar a faixa. “Tenho que agradecer muito ao Chico Bretanha, produtor da Bidê ou Balde, e aos amigos e compositores Carlinhos Carneiro e Pilla por terem liberado a música”.

Junto com o lançamento da faixa, produzida por Paulo Senoni, veio também um videoclipe dirigido por Gil Gonçalves. Segundo Alexandre, o vídeo transmite perfeitamente as emoções contidas na interpretação do Acidental para “Mesmo Que Mude”: “Aquela ambiência espacial da música, com as imagens lentas de um dia tranquilo de uma pessoa que provavelmente está pensando em tudo aquilo que a letra diz”.

*
 Projeto viabilizado por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc (Lei no 14.017/2020) no município de Blumenau.



Postar um comentário

0 Comentários