Criolo lança "Sistema Obtuso", seu novo rap, em parceria com Tropkillaz

Criolo lança hoje, 18 de dezembro, “Sistema Obtuso” seu novo single em parceria com Tropkillaz. Ouça aqui. Em uma volta às raízes, Criolo apresenta esse marcante rap - que ganhou ares de trap graças à parceria com o duo eletrônico.


(Foto: Reprodução)

“Sentimento de gratidão gigantesca pela oportunidade de fazer esse trabalho com Tropkillaz. E é uma música onde eu peço licença a todos os jovens pra apresentar esse som, que é diferente de todos os sons que eu já fiz e é um aceno para dizer que a gente tá aqui e que eles tão ensinando muita coisa pra gente”, afirma Criolo. "Espero que todos possam escutar o som nas plataformas e assistir ao clipe. Toda boa energia pra esse trabalho, toda gratidão e agradecimento ao Tropkillaz e vamos com tudo”, completa.

A faixa chega também em um tecnológico videoclipe em realidade estendida (XR), gravado em São Paulo e dirigido por Denis Cisma - também diretor do clipe de “Boca de Lobo”, indicado do Grammy Latino de 2019 na categoria melhor vídeo curto. 



“Esse clipe é o quinto que eu faço pro Criolo, já trabalhei com ele em “Duas de Cinco/Cóccix-ência”. “Boca de Lobo”, “Não Existe Amor em SP” e “Cais”. Acho que faz parte de um universo e de uma linguagem criada desde o primeiro clipe, com uma crítica sócio-política em imagens impactantes. A grande diferença desse clipe é a utilização de uma técnica nova chamada Virtual Production, utilizada na série Mandalorian, do Starwars. O clipe de “Sistema Obtuso” foi 100% feito em estúdio, filmamos com um fundo de painel de LED de 10x5m, essa técnica possibilitou inserir o Criolo e os atores em universos virtuais”, conta Denis Cisma.

Além de Criolo e Tropkillaz, o clipe conta com o ator Júlio Andrade, indicado 2 vezes ao Emmy internacional como melhor ator; e Carolina Amares, bailarina que já fez parte do grupo Corpo.

As gravações aconteceram no Estúdio Quanta, em São Paulo, durante a fase verde da quarentena, seguindo todos os protocolos de segurança da APRO e Sindcine, com equipe testada negativamente para Covid-19, distanciamento e biomédica no set.

“Somos fãs do Criolo, como pessoa e como artista. Sempre quisemos trabalhar com ele. Fizemos o remix de Vasilhame alguns anos atrás e ficamos ainda mais na vontade, mas tudo tem a sua hora, ainda bem que a hora é agora!”, afirma Tropkillaz sobre a parceria.

“É uma alegria muito grande fazer esse trabalho junto com Tropkillaz, então a ansiedade já era imensa. Nunca imaginei poder trabalhar com os caras, eles são bons demais. E tá muito bonito, muito especial. Já conheço o Zegon de miliano através do Ganja (Daniel Ganjaman), que me apresentou ele. Uma vez nós fomos cantar em Los Angeles, ele colou, colocou a família… e hoje o mundo deu volta, Zegon tá aí fazendo esse som com a gente. E o Laudz eu conheço lá de Curitiba, ele tinha dezesseis pra dezessete anos entregando CDzinho de base que ele fazia, mostrando pro pessoal o trabalho dele, querendo uma oportunidade e aí a gente se encontra agora. Isso é muito especial, meninos que têm histórias diferentes, lugares diferentes e a música faz esse encontro maravilhoso. Pra mim, é muito especial e estou muito grato pela música e pela vida de me dar essa oportunidade. Salve!”, conta Criolo.

No próximo dia 23 de janeiro, Criolo também apresenta na plataforma Twitch, onde mantém sua Criolo TV há mais de 6 meses, o 1º show em realidade estendida (XR) do Brasil. Dirigido também por Denis Cisma, ao lado de Tito Sabatini, a apresentação ao vivo acontece em twitch.tv/criolo.

Postar um comentário

0 Comentários