Relançamento de White Album merece toda a ansiedade cada beatlemaníaco


Ontem estivemos na audição do White Album, que será relançado próximo dia 9, trazendo o disco duplo remasterizado, além de diversos takes e lançamento oficial do Esher Demos, que é a maior razão de ansiedade de cada Beatlemaníaco, já que o disco inclui 19 músicas do White Album, em sua versão acústica e versões também acústicas de músicas incluídas em discos posteriores ou da carreira solo de cada um dos Beatles, como Junk (McCartney, 1970), Circles (Gone Troppo, 1982) e Child of Nature (lançada como Jealous Guy, no Imagine, em 1971) e versões de Mean Mr. Mustard/Polythene Pam (Abbey Road).

Apresentada por Zeca Camargo, ele executou um vídeo sobre as sessões do White Album e tocou uma playlist muito bem selecionada, explicando a contou um pouco sobre cada faixa que ia sendo tocada. Pudemos ouvir os remasters de Dear Prudence e Helter Skelter, que estarão no LP e CD com Surround 5.1, ao ouvirmos, o som traz uma qualidade muito superior e um som mais limpo ao remaster de 2009, o primeiro dos diversos já lançados pela Apple Corps e um sendo cada vez melhor que o outro.



Do disco Esther, pudemos ouvir três faixas, com 6 CDs, é muito díficil a escolha de uma playlist que deixa de fora outras músicas desse projeto, mas é o certo para passar por outros CDs, como os 4,5 e 6 das sessões do disco, por mais que o Esther tenha mais novidades exclusivas para a imprensa e que muitas pessoas presentes estão ansiosas para ouvir o Esther completo, como no meu caso. 



A primeira faixa escolhida foi Back in the USSR, totalmente acústica e de forma descompromissada, trazendo até o solo da guitarra para uma versão "bocal", mostrando que apesar de todas as brigas entre eles na época, ainda conseguiam fazer tantas obras-primas, a ponto de ser necessário "reduzir" a um disco-duplo e muitas músicas acabarem indo para projetos-solo. Depois ouvimos uma versão acústica, e que seguiu a forma descompromissada, de Obladi-Oblada, fechando com a versão oficial de Child of Nature, que traz o instrumental de Jealous Guy, mas com nome e letra totalmente diferente da versão final, que foi lançada três anos depois, no disco Imagine.



Do projeto intitulado Sessions, foi executada Good Night (que mescla os takes 5, 10 e traz partes de guitarra parecida com Dear Prudence), um ensaio não numerado de Cry Baby Cry, o take 27 de While My Guitar Gently Weeps, que mostra mais uma vez terem buscado mais e mais vezes chegar na melhor versão possível, algo que também  acontece no take mostrado para nós de Julia, que é cantada de forma quase inteira no primeiro ensaio e, por algum detalhe que não agradou eles, é começada a cantada por inteiro num segundo ensaio... Detalhes pequenos na música puderam ser percebidos, como a inclusão da palavra "for" em So I sing a song of love, FOR Julia.



Com celulares sendo colocados em um envelope no começo da audição e devolvidos no final, nada pode ser revelado para vocês, a não ser tudo que for revelado pelos Beatles em seus canais oficiais, então deixamos para vocês ao longo da matéria, tudo que já foi publicado oficialmente. Até dia 9!!

Nenhum comentário