Breaking News

Zimbra canta com Esteban e apresenta música nova no Cine Joia


Neste último Domingo (27), em meio as greves e falta de combustíveis veiculares pela cidade, as bandas Zimbra e Esteban Tavares se apresentaram um público (quase) sold-out no Cine Joia. O evento ainda contou com o Projeto Chumbo, primeira atração do dia.

Com dois discos e um EP, que formam o repertório da banda, uma hora, mesma duração do show de Esteban Tavares. A Zimbra apresentou para o públicos músicas como Sinais, Orfanato, Por Nós Dois e Viva, hit da banda e faixa responsável pelo encerramento do show.


Além dessas e outras músicas, o show também teve um trecho dedicado ao projeto Panorama Sessions, momento acústico, num clima bem de lual, com baixo, violões e um caixote acústico, que trouxe para o público músicas como 1937, Mais Nada, Me Faz Tão Bem e Diferenças. Nesse momento, Bola (vocalista da banda) já aproveitou para ver se vale a pena lançar fisicamente o projeto divulgado nas mídias de streaming da banda e em certo momento, o violão de Bola foi trocado pela guitarra, já que uma das cordas estourou, nada que alterasse muito as versões acústicas da banda.

Após essa sequência, eles voltaram as guitarras, bateria e metais, para músicas como O Redator, Amanhã e uma faixa inédita (com Pedro Pelotas, da Cachorro Grande, nos teclados) que estará nas mídias de streaming dia 8.


Um dos pontos altos do show foi a participação de Esteban Tavares, produtor do próximo single da banda, do disco e também da faixa A Cidade, lançada ano passado (durante o último show da banda no Cine Joia) e que no show dividiu os vocais dela, como vocês podem assistir aqui:



Por volta das 20h30 (30min após o horário marcado oficialmente) a atração principal da noite subia no palco cine joia, acompanhado de sua banda formada por nomes como Sujeira (na bateria), Pedro Pelotas (da Cachorro Grande, no teclado) e Goulart no acordeon.


Passando pelos seus três discos de estúdios, Esteban se apresentou durante 1h20 aproximadamente, tocando músicas como Chacarera da Saudade (do disco Saca La Muerte), Basta e Primeiro Avião (do Eu, Tu e o Mundo - lançado ano passado no Cine Joia). 


Se o show de quase um ano atrás tinha sido feito no formato de quarteto (com acordeon, bateria, teclado e baixo), o show de agora trouxe novidades para o público que acompanha a carreira solo do ex-Fresno, com Pedro Pelotas (Cachorro Grande) sendo responsável pelos teclados e apresentado diversas vezes para o público, além de Esteban voltar para a guitarra, durante todo o show. 


Além de músicas compostas durante sua carreira solo, ele também trouxe para o repertório uma faixa dos tempos de Abril, levando o público ao delírio, mas frisando "gostam nada, nem iam nos shows que fiz por aqui", antes de tocar Partindo, que apesar de ser letra "velha" ela foi lançada em estúdio pela primeira vez no último trabalho dele.

Músicas como Martes, Pianinho (iniciada com uma jam entre Esteban e Pedro Pelotas), Segunda-Feira (com participação de Bola, vocalista da Zimbra) e Sinto Muito Blues (regada de solos de guitarra e píano) também estiveram presentes no show. Essa última encerrou o evento, por volta das 23h.