Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Charly Coombes se apresentou lançando "Black Moon" no CCSP
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
Local de diversos grandes shows  e lançamentos nacionais e internacionais foi escolhido para ser onde Charly Coombes lançou "Black ...

Local de diversos grandes shows  e lançamentos nacionais e internacionais foi escolhido para ser onde Charly Coombes lançou "Black Moon" seu mais recente disco de estúdio.


Apresentando o disco novo na íntegra, o show é dividido em 5 partes: Metade do disco de estreia, uma parte acústica com o baixista Deltoro, outra com uma sequência de músicas no piano de cauda, duas músicas do disco No Shelter sendo tocadas por Charly no violão, além de finalizar com uma participação de Marcelo Gross (guitarrista da Cachorro Grande).


Tendo o conceito de passado, presente e futuro no espaço, o disco é uma viagem no tempo e representa o lado negro da lua. Regados a instrumentos de tecla e a flauta. Com grande parte bem "relax", é o disco perfeito para se ouvir em casa, apreciando cada nota e batida, acompanhada de um belo vinho.


Com dois teclados sendo tocados pelo Pelotas (tecladista da Cachorro Grande), Charly Coombes se revezando entre teclado e piano de cauda e uma primeira música sem bateria e sem guitarra, Heliosphere é uma grande resposta aqueles que acham "desnecessário o baixo", já que ele o único instrumento de corda de grande parte do show (praticamente metade do disco).



Em Footsprints, o baixista Deltoro trocou seu instrumento pela guitarra, que apareceu pela primeira vez no show, seguindo com ela também em Into The Sun.


Falando muito bem português, Charlie apresentou 1961 com "a little help from" Pelotas, que traduziu o número para português e largou algumas gargalhadas do público, que já sabia o significado.


Nesse momento do show, o clima já era bem relaxado, tanto por parte da conexão da banda quanto por parte do público, que conta com membros da Cachorro Grande e os filhos dos membros, brincando de frente para o palco, muitas vezes aparecendo no canto do intimista palco do CCSP e, no caso de uma das crianças, aparecendo perto do pai Pelotas, que participava do show.





Deixando as teclas de lado, Charly foi para o violão durante as duas últimas musicais autorais do show.


 Autor de Black Moon, Charly Coombes homenageou David Bowie, autor de Blackstar, tocando Be my Wife, com Marcelo Gross na guitarra, que além de ser mais um integrante da Cachorro Grande, também é padrinho de casamento de Coombes.



Confira trecho de Be My Wife:



O setlist completo foi: 



Fotos e filmagem: Camila Licciardi/GDLTudoSobreMusica

Postar um comentário

 
Top