MUSO SOUP SINGLES #35.3: Marco Ruggiero, AI, Ku-Ma, Lánre, Kubota e mais artistas passando por vertentes do rock, eletrônico e hip-hop


ROCK
THE CANVAS COLLECTIVE
De NYC, eles acabaram de lançar a faixa 'Say Something', em todas as plataformas de streaming e vocês irão ler um pouco sobre abaixo.


Apresentando uma sonoridade que flerta entre o rock alternativo, indie e o vocal voltado para o pop. Instrumentalmente trazendo um baixo repleto de grooves e guitarras envolventes, liricamente eles falam sobre sentir retido por outra pessoa ou grupo de pessoas que não têm senso de responsabilidade.

Diante da pandemia, essa foi a primeira vez que eles gravaram algo em casa invés de em um estúdio, mas no release oficial é comentado que se sentiram bem melhor com esse formato. 

Se este novo processo foi influenciado no som eu não sei, mas que a faixa ficou magnífica, isso é fato.




JACOB GEORGE BAND
É um trio de de Flórida que no final de Julho revelou nas plataformas de streaming a faixa 'Mama's Girl', onde traz uma sonoridade que passa tanto pelo poprock, como pela harmônização presentes em diversas bandas voltadas para o powerpop, uma linha de guitarra do dreampop e outros elementos que, se não soubéssemos da origem da banda, poderíamos falar que era britpop. 

Toda essa variedade de gêneros dentro da faixa, mostra a capacidade criatividade da banda que liricamente falar sobre o amor incondicional entre mãe e filha.

A faixa pode ser ouvida abaixo:




MARCO RUGGIERO
Nascido na Bélgica, mas de origem italiana, ele lançou em Julho a faixa 'Angioletto Particolare' nas plataforams de streaming. 

Com uma sonoridade que passa pelo soft/pop/rock e AOR, liricamente ela é sobre a maravilhosa sensação de poder ver anjos, além de ser também sobre um anjinho em particular com seu grande amor, humor, sabedoria e energia/espírito.

Formado por Marco Ruggiero: vocais & guitarra;
Dirk Schreurs: Piano e Teclados;
Jan Servaes: Bateria;
Corolik romano: baixo;
Roeland Alen: El. & Ac. Guitars.

Eles dominam a faixa que pode ser ouvida abaixo:



AI
O Duo de Austin está de volta ao site com 'Prosper Park', revelada nas plataformas ano passado, mas que merece destaque em nossa lista de hoje.

Apresentando uma batida dançante, eles passam por estilos dark/synthpop, em uma linha repleta de guitarras envolventes e muito bem conectadas as entonações vocais que nos remetem a atistas como Depeche Mode e The Eurhythmics. 

Confira abaixo:



ELETRÔNICO/DISCO
PAUL FARRIN

De volta ao site, agora ele está em dose-dupla com faixas lançadas entre Junho e Agosto nas plataformas de streaming.

A primeira delas é 'Dustin Vibes', faixa praticamente eletrônica, com toques de psicodeliae baixo característico do funk, além de ser repleto de grooves.

Fazendo parte de um projeto paralelo do artista e vocè pode ouvir abaixo:



Já com seu projeto principal 'Two Hearts' apresenta um vocal característico do pop comercial flertando com o oitentista, numa faixa voltada para gêneros mais eletrônicos ainda como o EDM, House e Dance, numa faixa que traz uma linha vocal, ao contrário da faixa acima. 

"Minha música é fortemente influenciada por house e trance progressivo, mas estou sempre experimentando e gosto de misturar gêneros: muitas das minhas músicas têm uma batida de house progressiva, uma melodia trance e vocais de house calorosos", comenta o artista em release oficial.





KU-MA
Numa sonoridade que passa principalmente pelo Disco, a artista britânica apresentou recentemente a faixa 'Exposition' em todas as plataformas de streaming.

Além de elementos presentes no eletropop, ela traz sintetizadores e o ritmo do Disco para uma faixa que nos remete a hits oitentistas do gênero, fazendo o ouvinte navegar para uma viagem nostálgica ao longo de +4min. 

"A letra estava pronta, mas me lembrou de uma conversa que tive com um ex e certamente um pouco do meu comportamento. É sobre padrões de comportamento que realmente levam ao inevitável", comenta a artista em release oficial.




LÁNRE
Diretamente de Atlanta, ele se juntou com o produtor de EM grayattr para dar uma repaginada em seu single 'Somebody New'. Esta versão foi lançada em Julho.

Sendo uma faixa prontar para embalar as pistas de eletro, dance e pop ao longo do mundo, liricamente esta foi a primeira história de amor composta pelo artista, que fala sobre duas pessoas que estão cansadas da maneira como suas vidas estão indo e estão procurando por algo ou alguém para mudar isso para elas. Querendo ou não, pode ser considerada como um produto de tudo que andamos passando desde o começo de 2020, onde as pessoas estão exigindo mais da vida agora que todos nós tivemos muito tempo para refletir.

A faixa pode ser ouvida abaixo:




HIP-HOP
KUBOTA
É um artista que lançou sua carreira em 2018, com diversos simgles divulgados até então. Entre eles, 'Sunday Vibes', no início de Agosto.

Coma uma sonoridade que flerta entre o hip-hop e pop, a faixa apresenta uma linha vocal também do rap, elementos instrumentais que passam tanto pelo hip-hop, quanto por uma produção bedroom/lo-fi, onde liricamente busca lembrar as pessoas a relaxarem de vez em quando e se sentirem totalmente bem com isso, trazendo uma instrumentação descontraída, praiana, relaxante e que trará bem-estar ao ouvinte.

A faixa pode ser ouvida abaixo:




JAMES THE RONIN
Vivendo no México, ele é um emergente que mescla sua poesia filosófica com um estilo sonoro voltado para o hiphop.

Na faixa 'Wash Of The Waves', ele também uma linha vocal da recitação, além de elementos instrumentais do lo-fi e eletrônico. A faixa começou a se formar quando ele ainda era um turista no México. Ele alugou um pequeno apartamento para obter mais da experiência “local” em vez da experiência “turística”. Um dia ele fez uma tatuagem - e no processo encontrou o amor de sua vida.

"O que significa Wash of the Waves? Essa é a coisa bonita. James diz que o significado é o que você faz dele, verdadeiro para toda grande arte. Ele acrescenta: “Para mim, sempre foi sobre o amor que não conhece fronteiras”, comenta o artista em release oficial. 

A faixa pode ser ouvida abaixo:




Postar um comentário

0 Comentários