MUSO SOUP SINGLES #34.1: Lyons, Persay, Lapels, Avaraj, Tabea, Maisyn, Just Pool, Vissia e masi artistas com singles que passam pelo Blues, Indie Rock/Britpop, Folk, PopSynth/Dance/Latin e Hip-Hop



CLASSIC ROCK
01 - THE ROADSIDE BANDITS

É um belíssimo projeto que aparece pela primeira vez no site, com a faixa 'Wastelands', divulgada nas plataformas de streaming durante a segunda quinzena de Julho, para ouvintes de estilos como blues, classic e soft rock.

O produtor e guitarrista londrino Santi Arribas segue o lançamento do seu projeto anterior, agora se unindo com o vocalista do The King’s Pistol, Julian Casewell para trazer uma faixa que apresenta guitarras emocionantes do blues, além de uma linha de piano elétrica muito bem encaixada e conduzida por Matt Johnson (Jamiroquai), Mark Neary (Noel Gallagher, Adele e Sting) em uma linha instrumental que BB King se orgulharia de ouvir.

Além do blues, podemos ouvir elementos do classic rock e soul ao longo de aproximados 5min30s.



02 - RICH CHAMBERS
O artista canadense está de volta ao site com seu terceiro single do ano, intitulado 'Summer Looks So Good On You'.

Instrumentalmente, a faixa traz a animação do verão mesmo, com um ritmo colorido, a harmonia e outros elementos do power pop, além de liricamente também falar sobre um novo amor, esperança e novos começos, tendo influência de nomes como Beach Boys. 

A faixa repleta de power pop, classic rock e também elementos do surf, pode ser ouvida abaixo:



ROCK
03 - LYONS
É uma banda de Detroit que mescla elementos do rock 50s e o garage rock dentro da faixa 'honeydrippe', lançada nas plataformas de streaming em Julho.

A faixa consegue não estar somente em um estilo, ao apresentar trechos instrumentais e harmonias vocais típicas do rockabilly a um caos mais presente no garage/alternativo rock, sem deixar de lado também elementos do indie rock, numa faixa inspirada na velha canção de blues “The Honeydripper” de Joe Liggins. Musicalmente, eles também se concentram mais em melodias dançantes e ganchos do que guitarras excessivamente distorcidas e longos solos. 

O resultado deste rock dançante pode ser ouvido abaixo:



04 - ROGUE PROXY
Diretamente do Canadá, eles flertam entre o Soul/Soft/Classic Rock na faixa 'She Turned Around', revelada nas plataformas de streaming em Julho.

Por 3min45s, eles trazem uma balada que nos remete a bandas como Red Hot Chilli Peppers, principalmente por conta do estilo vocal, unido a uma sonoridade instrumentalmente vintage, com um belíssimo solo de blues, além de backing vocals harmônicos que lembram alguns trabalhos sessentistas e até mesmo outros elementos do jazz.



INDIE ROCK/BRITPOP
05 - PERSAY
Diretamente da Ucrânia, eles lançaram no início de Julho a faixa 'Keep Running' nas plataformas de streaming, trazendo uma sonoridade que mescla entre o indie rock, alternativo e até mesmo elementos mais voltados para o pop, numa faixa onde falam sobre passar por tempos incertos, quando não há caminho certo a não ser seguir em direção aos seus sonhos.

Musicalmente, eles trazem influência de nomes como Green Day, Sum 41, Twenty One Pilots, Radiohead e Muse como as principais. Já liricamente, eles definem suas faixas como "Pensamentos sobre nossos sentimentos e sentimentos sobre nossos pensamentos".




06 - LAPELS
É a banda responsável por unir o indie rock a sonoridade britpop dentro da faixa 'Warning Lights', revelada nas plataformas de streaming há cerca de um mês.

Nesta música, eles conseguem unir as melhores influências do britpop noventista, como Oasis, Blur, Verve e cerca de 20/30 anos do estilo bombar mundialmente com bandas como Oasis e Supergrass. Com seu single de estreia, eles buscam retratar liricamente coisas do dia-a-dia, repleta de honestidade em suas palavras, além da harmonia e guitarra clássica do rock britânico no instrumental.

Confira abaixo:




ROCK MELÓDICO
07 - AVARAJ

É a artista por trás dos vocais melódicos presentes na faixa 'World So Cold', revelada nas plataformas de streaming durante a segunda quinzena de Junho.

Nesta faixa, ela mescla entre o rock melódico, instrumentais do pop-punk traz até mesmo um vocal clássico do rap rock, mesmo que seja por alguns segundos 3min34 de música.

Liricamente, a faixa é sobre alguém que parece feliz, mas se sente sozinho em suas lutas. Eles tentam ajudar os outros, mas isso só os esgota e os torna mais distantes quando a gentileza não é retribuída. 

Ela também fala sobre como as pessoas usam a religião ou Deus como desculpa para evitar verdadeiramente ajudar os outros.

Certamente todos podem se identificar com a mensagem da música de uma forma ou de outra. Todos nós nos sentimos sozinhos em uma sala lotada, e é sobre isso que essa música fala.

Ouça:



FOLK
08 - TABEA

É um artista da alemã e que aparece em nosso site pela primeira vez, mas em dose-dupla com  faixas lançadas entre Maio de Julho nas plataformas de streaming.

Durante o mês de Maio, ela revelou nas plataformas de streaming um EP com três canções DIY, intitulado "Better Daze", com sonoridade voltada para o indie folk e, entre as faixas, está 'End Of The World', faixa que trafega entre o indie rock, dream pop e elementos lo-fi, onde liricamente representa a oscilação entre tentar ser feliz e estar com medo do futuro, que alguns de nós podem ter sentido nos últimos meses.

A segunda delas é 'Sugar Queen', faixa de instrumentação suave, com vocais doces e que mesclam perfeitamente vozes principais e backings numa faixa repleta de influências harmonicas do power pop, unida a sonoridade do folk.

Já liricamente, a faixa é uma homenagem às mulheres, sublinhando que feminilidade não exclui força e que doçura não significa fraqueza. Este é o segundo lançamento a artista, que de maneira DIY gravou em seu estúdio caseiro usando violões, instrumentos de percussão e vocais.

Ela passou a maior parte de sua vida viajando, sempre tocando e compondo músicas. No entanto, apenas recentemente ela começou a compartilhar sua música com o mundo. Ela grava todas as suas músicas sozinha em casa, o que significa que desde a composição à produção e mixagem, ela é a única criadora de sua música.

Tabea encontrou seu próprio estilo, que tem uma vibe indie leve, ensolarada e muito descontraída. No momento, suas canções têm raízes muito folk e apresentam sons naturais em sua maioria.

Ambas as faixas podem ser ouvidas abaixo:






09 - JOHN LESLIE HULCOMBE
Está de volta ao site, após aparecer por aqui nas novidades da Groover, com a faixa 'Love Found A Way', lançada no final de Junho.

Nesta música, ele passa pelo country, folk e poprock, unindo uma belíssima instrumentação a um lirismo rico. 

Ao longo de praticamente 4min, a faixa é essencial para fãs de folk/pop/countryrock, além de trazer elementos harmônicos do power pop.

Ouça:




INDIE
10 - MAISYN

É uma artista estadunidense que aparece no site pela primeira vez, com a faixa 'Pool Party', revelada nas plataformas de streaming há cerca de um mês. 

Nesta música, ela apresenta um sonoridade voltada para estilos indie, seja pela instrumentação do indie pop, o estilo vocal de um pop alternativo, além de linha de guitarras característica do dream pop.

Já liricamente, ela explora destemidamente a invasão sutil da dismorfia corporal, enquanto oferece aos ouvintes um hino de verão triste e identificável, numa canção que combina letras sem remorso com guitarra exuberante e melodias pop doces. Sua música é alimentada por força emocional e um talento especial que elevam os sentimentos do ouvinte.

"A letra de "Pool Party" é diferente de tudo que Maisyn escreveu antes, detalhando sua luta contra a autoimagem e dismorfia corporal. Bem a tempo para o verão, a “Pool Party” apresenta um evento pessoal narrativa que tantos podem entender, colocando tudo sobre a mesa em vez de continuar a encobrir", é comentado em release oficial.




POP/SYNTH/DANCE
11 - KARINA MAGALLON
Apesar de viver em Houston, Karina é a responsável pela composição de 'Sola', escrita em espanhol e que fala sobre experimentar coisas com sua paixão, sonoramente flertando com o reggaeton e pop latino,  além de um belíssimo solo de guitarra que aumenta ainda mais os sentimentos dentro da faixa. A artista está no site pela segunda vez, após divulgar 'Cafecito'.

"Esta música é a música perfeita para dançar em seu quarto ou com outra pessoa. É um convite para apenas curtir a vida porque só temos uma vida para viver. Então viva. Citação de Juan- Escrevemos "Sola" para influenciar as pessoas a viverem suas vidas. Às vezes, nosso orgulho atrapalha e nos impede de alcançar o que queremos. Esta música convida você a superar isso", comenta a artista em release oficial.

Ouça:



12 - THE NIGHT ALONE
É um duo norte-americano que no final de Julho trouxe as plataformas de streaming a faixa 'Took My Breath Away'.

Nesta música, eles conseguem transformam em música a energia da Florida, mesclando seus sintetizadores a ums sonoridade tanto pop, quanto indie rock, numa faixa que é o culminar de tudo o que aprenderam nos últimos 5 anos.

Christian é o multi-instrumentista e vocalista do The Night Alone e Vinny é o guitarrista e produtor principal. Juntos, eles escrevem música influenciada por muitos gêneros, como pop, rock, indie, eletrônico, R&B e até música clássica, não se prendendo somente a uma vertente. 

O resultado disso pode ser ouvido abaixo:




13 - BEAU BOWEN
É um duo londrino que no último dia 30 lançou 'Intergalactic Inquiries' como uma amostra do que podemos esperar dentro do álbum que será lançado ainda neste ano e segue uma direção totalmente nova para a banda.

Instrumentalmente, eles passam pela sonoridade art pop repleta de elementos experimentais, lo-fi e a vibe do pop oitentista, ao longo de aproximados 4min de sintetizadores, guitarras elétricas e bateria eletrônica. 

O resultado deste trabalho pode ser ouvido abaixo:




14 - THE FOXTAILS
Apresentam uma sonoridade indie pop e repleta de sintetizadores dentro na faixa 'Waste of a Night', divulgada no início de Julho em todas as plataformas de streaming.

Sendo influenciado pelo dancepop oitentista, com guitarras vibrantes e regados de sintetizadores prontos dar uma energia mais colorida a faixa, eles trazem liricamente uma história sobre a romantização de um caso de uma noite, sobre se apaixonar por alguém mesmo sabendo que um relacionamento real não daria certo.

Já instrumentalmente, eles combinam grooves alegres com guitarras funky, sintetizadores vintage e linhas de baixo destacadas, tendo inspiração de artistas como Weeknd e HAIM misturados com The Killers, apesar da sonoridade retro da banda. 




15 - JUST POOL
É o nome artístico de Paul Abdullah, artista de Reading e que, há menos de um mês, revelou nas plataformas de streaming a faixa 'Let You Go'.

Ele estreou como artista neste ano e, após uma sequência de singles divulgados, nos trouxe uma faixa definida pelo próprio como "Tropical Pop", por conta de apresentar diversos beats tropicais relaxantes, unida a um estilo vocal e sonoridade instrumental envolvente tanto do pop, quando do dance.

Neste trabalho, ele compôs e executou junto com ATASOY. A faixa pode ser ouvida abaixo:




R&B/SOUL/JAZZ
16 - SID THE VOID

É o pseudônimo de Trent Alber, artista do Arizona e que na segunda quinzena de Julho revelou nas plataformas de streaming a faixa 'Trophy Case'.

Para este trabalho, ele se juntou com seu amigo Stravs, responsável por mixar e gravar a faixa, enquanto ele tocou baixo, teclado, cantou e foi o responsável por trazer um mar de sintetizadores para a música que remete ao ouvinte estilo instrumental de Synthpop, unido a um vocal típico do R&B contemporâneo.

Já liricamente, a faixa é sobre a luta para tentar manter uma conexão com alguém que está obviamente desaparecendo. "É sobre memórias que não consigo esquecer, boas e más", comenta o artista em release oficial.

Ouça:




17 - VISSIA

Ela está de volta ao site com a faixa lançada nas plataformas de streaming há aproximadamente um mês e que vocês irão saber um pouco mais sobre ela abaixo.

'My Wom' é um trabalho feito em colaboração com o produtor de House Moses Belanger, trazendo uma sonoridade perfeita tanto para as pistas de dança, como para ouvir extravasando dentro de casa mesmo, numa faixa liricamente composta para as mulheres da vida da artista, abreviando 'woman' de maneira carinhosa, além de falar também sobre auto-realização e irmandade de mulheres apoiando mulheres.

O resultado deste trabalho pode ser ouvida em duas versões da música, que passa por uma sonoridade House e EDM, unidas um estilo vocal do Soul, que creio que seja o estilo que se encaixa mais, principalmente por conta da faixa original.

Ambas podem ser ouvidas abaixo:




18 - MABIR KEHRA

Se lançou como artista neste ano e lançou recentemente seu trabalho de estreia, intitulado 'Air'.

Com raízes de Bombain, famiília em LA e educação no Reino Unido, o artista traz um conhecimento multi-cultural interessante e que está presente na sua primeira composição, onde instrumentalmente apresenta uma sonoridade e estilo vocal característico do Jazz, além de trazer elementos do dream pop e soul para uma faixa curta, mas intimista e que atinge o consciente do ouvinte, que provavelmente dará diversos plays afim de capturar melhor a essência da música dominada pelos vocais suaves, onde liricamente o artista traz uma lembrança de como viver o momento. 




HIP-HOP/RAP
19 - STUART BRIGNELL
É um artista canadense que se juntou a outros nomes do hip-hop e rap na faixa 'Speedin (I Need U)', divulgada nas plataformas de streaming em Julho.

Trazendo principalmente os elementos do hip-hop e rap, mas unindo eles a toques de um soul contemporâneo e beats lo-fi, liricamente eles apresentam um conto sobre as motivações do amor e o que nos leva a fazer grandes esforços para adquiri-lo.

Confira o som abaixo:


Postar um comentário

0 Comentários