MUSO SOUP SINGLES #30.2: Rafa, The Rising, 1Day, Rae Radick, Woes, Taylor B-W, Mayn, Foley, Joséphine e artistas de estilos como Folk, Pop, Hip-Hop, Rock, eletro/instrumental; Conheça-os aqui!!

01 - SADHAPPYRABBIT
É um artista norte-americano que traz um som essencialmente rap, flertando com vertentes do trap, e emo rap, além dos elementos tradicionais do hip-hop para o trabalho 'Tanjiro', divulgado nas plataformas de streaming em Março.

Além dos gêneros citados acima, ele busca em seu trabalho combinar estilos de escrita do emo e punk noventista com o rap atual e cita Lil Peep, Lil Tracy, Nirvana, The Strokes, Death Cab For Cutie como algumas das suas influências, mostrando a variedade de conhecimentos musicais do artista que trabalha de maneira DIY em quase todos os seus trabalhos.





02 - RAFA
É um artista australiano de raízes holandesas/colombianas que, no início de Junho, divulgou nas plataformas de streaming um dos seus mais recentes trabalhos, intitulado 'Lullaby'. 

Nesta parceria com Syd Taylor, eles apresentam um pop altamente comercial, repleto de pianos envolventes e diversos trechos feitos para o público cantar juntamente com a música, que mescla estilos vocais suaves a um toque instrumental moderno.

O resultado desse trabalho, pode ser ouvido abaixo:



03 - PATIENT LOUNGE
Riffs acelerados, solos do hard rock, background do rock alternativo, unidos a um vocal rasgado são algumas das marcas registradas de 'Vivid Eyes', faixa lançada  HOJE (29) nas plataformas de streaming.

O quarteto australiano ousou neste  último trabalho, em um som que mescla os estilos citados acima, com o rock progressivo desenvolvido por Bernie Wedrat (Chris Lord-Alge, Tom Lord-Alge, Michael Brauer) no Lush Recording Studios (1975, The Butterfly Effect, Katy Perry) e masterizado por Ted Jensen (Billy Joel, Green Day, Mastodon ).

Em release oficial, eles contam (e vocês mesmos podem tirar suas conclusões ao ouvir a belíssima discografia dos caras) que ‘Vivid Eyes’ é a faixa mais pesada da banda, trazendo riffs pesados, graves estrondosos, refrão crescente e envolvente, numa totalidade que mostra a o alto nivel de criatividade e e talento da banda, sendo uma ótima composição de cada um dos membros da banda, com bateria, baixo, guitarra e vocais merecendo ser destacados forma equalitária. 

“A música é sobre não deixar ninguém escolher como será o seu futuro. Somos informados por familiares, amigos, parceiros, escola, o que devemos fazer com nossas vidas e, na maioria das vezes, termina em uma vida sem propósito. Foda-se ”, disse Zach sobre o novo single.



04 - THE RISING
Em contraponto ao som pesado da faixa anterior, temos o duo de compositores e produtores que mesclam entre o pop, principalmente por conta do estilo vocal da artista a elementos instrumentais voltados para uma sonoridade do country moderno para a faixa 'Bruise You Left', lançada início de Junho nas plataformas de streaming. Apesar da influencia americana em seu trabalho, eles são britânicos que, assim como muitas pessoas, tiveram que voltar a sua cidade natal (neste caso, Belfast), por conta da pandemia. 

A premissa por trás da música é a mágoa causada por um relacionamento de longo prazo chegando ao fim. Apesar de prometerem nunca machucar um ao outro, no final, eles machucam. Essas feridas demoram um pouco para cicatrizar, algumas nunca o fazem. Assim, embora possam estar em um lugar melhor separados, as feridas / contusões do relacionamento permanecerão com eles para sempre.

Ao longo da composição dessa música, a dupla experimentou sons e texturas sônicas. Um exemplo disso são os elementos de percussão. Fixado contra o kit de bateria ao vivo está uma série de loops de bateria que foram feitos cortando sons de percussão, processando e invertendo o som para criar uma textura interessante.



05 - 1DAY
É um artista estadunidense que no último dia 9 lançou 'Weight Of The Rain' nas plataformas de streaming.

Neste trabalho, o artista apresenta uma música repleta de elementos instrumentais intimistas, como a linha de violão presente por toda a faixa, unida a um vocal suave e marcante, que nos remete ao estilo de artistas como Ne-Yo, em um trabalho repleto de influências e vertentes do R&B e Soul, unidos ao acústico.

Em release oficial, ele conta que escreveu essa música depois de "sonhar acordado com uma garota que acabou de conhecer". "Muitas vezes, nós, como seres humanos, podemos ficar presos nas fantasias de nossas próprias mentes do dia a dia. Essa música é a melhor representação desses momentos", conclui o artista. que conta que sua marca sempre foi inspirar outras pessoas,  ao fazer uma música com a qual poderiam se identificar e certamente isso ocorrerá, com quem estiver afim de conhecer o artista abaixo. 



06 - LUCY BURKE
Mantendo de sons leves, temos a segunda artista australiana em nossa lista de hoje e que, no último dia 21, lançou o single 'Please Stay' nas plataformas de streaming.

Com uma sonoridade principalmente folk, mas flertando também a elementos do dream pop em uma música essencialmente acústica que busca falar sobre a comunicação perdida e o desejo de se reconectar.

Um pouco sobre a artista: Lucy Burke é uma cantora e compositora de Sydney, apresentando-se com sua banda no estilo de jazz pop acústico. Inspirado por Alison Kraus, Eva Cassidy, John Mayer e The Beatles.

Ouça o trabalho mais recente dela, abaixo:



07 - RAE RADICK
Figurinha carimbada no site, a norte-americana flerta entre o pop, country e o rock em 'Supreme Sixteen', faixa lançada nas plataformas de streaming no último dia 16.

Essa mescla de estilos se deve não somente por conta do estilo vocal que ora está voltado para o pop, ora para o country, estilo principal da linha instrumental da faixa, que ainda traz diversos elementos do rock, seja por conta do estilo dos riffs ou afinação da guitarra em certos momentos, em uma música onde apresenta também um refrão envolvente e que certamente fará o público cantar junto com Radick, seja enquanto parte o play ou em futuros shows que esperamos ter em breve.

No release oficial, a artista comenta sobre a música: "Este single é sobre o primeiro amor e os sentimentos de diversão e esperança que isso traz".

Confira abaixo:




08 - LAKE OF SNAKES
Depois de uma sequência de sons leves, apresentamos a vocês uma banda diretamente de Manchester e que no último dia 16 lançou 'Rough Love' em todas as plataformas de streaming.

Neste trabalho, eles trazem um som multigênero, passando pelo post-punk/hardcore, rock alternativo/noise, além de elementos instrumentais do jazz que mostram toda a variedade de conhecimentos artísticos da banda, ao longo de aproximados 3min15.

Em release oficial, eles comentam que este é o primeiro single lançado pela Fr33zehead Records, sendo uma música apresentada ao vivo em todas os sets da banda. Voltando sobre o quesito de variedade, a faixa foi construída em torno de um gancho de sax barítono monstruoso, contrabaixo distorcido e guitarras agudas, onde liricamente trazem um olhar sarcástico para a brutalidade da prisão, diretamente inspirada por um monólogo Feech La Manna dos Sopranos.




09 - SHEVY O'SHEA
Em uma faixa altamente dançante, o artista combina o soul clássico com sensibilidades de produção do pop e batidas afro que transformam '#RihannaMove" em uma identidade própria do artista e com a autenticidade e a paixão que ele traz para suas apresentações. 

Repleta de elementos envolventes, a música deve cativar e fazer dançar ouvintes de gêneros pop, dancehall, R&B, Soul, Groove e até mesmo EDM, sendo ideal para diversos tipos de públicos e gostos.




10 - WOES
É um artista de Chicago que, no último dia 9, divulgou 'School Zone' nas plataformas de streaming.

A faixa, de aproximadamente 3min de duração, traz parceria com Ric Wilson e liricamente irradia uma energia que lembra você de como é o verão como um estudante “recém-saído”. Musicalmente, a faixa apresenta um contraste de vozes, enquanto um nos remete a artistas como Ja Rule e Busta Rhymes, o outro nos lembra de um vocal característico do Lil Wayne.

Em release oficial, ele fala sobre algumas das suas influências: Woes é fortemente influenciado por um pequeno grupo de rappers americanos, como: Black Thought, Freddie Gibbs, Mac Miller,
Common, Anderson .Paak, Griselda, Schoolboy Q e Stove God Cooks. 

Conheça o trabalho dele:



11 - DAVID CASPAR
É um artista de origem suíça e alemã, que vive em Den Haag (Haia) e no final de Maio lançou o single de estreia do seu próximo álbum, intitulado "Between the Breakers".

Apesar de ser o primeiro, a faixa apresenta um título oposto a começo ('The End') em um som liderado pelo piano acelerado, em combinação com toques de violino que acompanham o cantor, numa história lírica sobre envelhecimento, os medos e as amizades do passado.

Nesta faixa, ele mescla entre elementos do folk, acústico e cinemático, numa sonoridade que pode ser conferida abaixo:



12 - MYSKO DYSKO
É um duo sueco que atual quinzena revelou 'Ting Tong Trip' nas plataformas de streaming.

A faixa de estreia deles é um trabalho extenso de quase 10 minutos e que apresenta um mix de diversas influencias de ambos, conseguindo unir elementos instrumentais do Country ao Disco, Electro e Reggae, além de suas raízes nórdicas/escandinavas, num trabalho instrumental DIY, com filmagem, fotografia, direção, edição e atuação por parte deles. 

Tudo isso pode ser ouvido e assistido abaixo:



13 - TAYLOR B-W
Australiana, ela apresenta vocais acelerados, com alguns toques do rap, numa faixa instrumentalmente pop e que invade a mente do ouvinte, que certamente não ficará parado e deixará seu corpo acompanhar os beats de 'I'm So Broke', single lançado nas plataformas de streaming dia 9.

Em release oficial, ela comenta seu flerte com um pop mais colorido, mas sem esquecer complexidades sonoras atuais do gênero, tendo referência de nomes como Bebe Rexha, Kimbra e Billie Eilish nesta faixa que também é acompanhada por um videoclipe dirigido pelo cineasta espanhol Jordi Marin, residente em Sydney.

Diante de um momento difícil que passamos, a artista compôs essa faixa sobre a tristeza e a depressão que estava sentindo, o que coincidiu com Covid-19 e todos os seus shows sendo rapidamente cancelados. ‘I’m So Broke’ tem um tema duplo de se sentir ‘desequilibrado’ juntamente com a falta de grana.



14 - COMMA SOUNDS
É um duo de produtores/DJs responsáveis pelos belíssimos beats lo-fi presentes no início de 'The Man', faixa lançada nas plataformas de streaming dia 9, rap feito em parceria com o Reckless Demeanor.

Unido a esses beats que entram na mente do ouvinte, temos um estilo vocal característico dos melhores hip-hops/raps lançados entre o final dos anos 90 e início do século que vivemos. Já liricamente, o artista procurava uma música que pudesse tocar nos dias em que quisesse se sentir a pessoa mais legal da sala e também tocar quando estivesse para baixo, para permanecer confiante. O resultado está na faixa que vocês poderão ouvir ao longo desta matéria.

Esta música faz parte de um projeto de seis músicas que o duo pretende lançar, com artistas independentes, ao longo de 2021. Restam mais três.

“The Man '' é um single de rap alternativo, começando com um hit vox distorcido acompanhado pelos vocais de Reckless enquanto o refrão entra na paisagem sonora suave, tornando a música a combinação perfeita de vibrações descontraídas e letras sinceras.

Confira abaixo:



15 - MAYN
Diretamente de LA, ele é um produtor, multi-instrumentista e artista visual obcecado com o surreal. Sob o codinome de 'Mayn, é conhecido por sua música eletrônica repleta de elementos dark, com uma textura instrumental emotiva e sendo influenciado tanto pela fotografia, quanto pelo cinema.

Crescendo como baterista, após um tempo de vida e carreira, ele começou a usar a produção como um meio de moldar sua própria visão criativa. Um dos resultados disso está em 'Polyphonic', seu terceiro single e que busca falar sobre como lidar com o medo, aceitação e avançar sem se preocupar com o que está do outro lado.

Este trabalho também faz parte de uma série de vídeos, a faixa está encenada em uma sala nebulosa iluminada com motivos de luz rítmica meticulosamente programados que transformam a performance em uma orquestra visual de luz e som que é nada menos do que sobrenatural. Se voltando principalmente para o eletrônico, ele cuidadosamente mescla belos sintetizadores a texturas e ritmos hipnóticos, que fazem o ouvinte se embalar pelo groove da música.

Para fãs de eletro/synth pop, synthwave, dance, future bass e downtempo.



16 - LAST BLOOM
É um artista que lançou no último dia 14 a faixa 'Gecko', com parceria vocal de Jordan Lawlor,  Mandy Keesler e percussão de Alec Owen, apresentando um projeto global entre Reino Unido, Suíça e LA. 

A linha de sintetizador pode ser considerada um dos elementos principais da faixa, que conta com uma qualidade etérea que a torna um trabalho único. 

Unido ao som voltado de elementos eletrônicos e do pop, temos um videoclipe repleto de recursos visuais psicodélicos que certamente prenderam o espectador e o farão entendem a mensagem artística presente no vídeo. 



17 - FOLEY
É um artista britânico que lançou 'Like You Miss Me' ano passado, mas merece destaque por todo o talento presente na faixa, voltada para fãs de vertentes pop como o indie, bedroom e comercial.  

A faixa faz parte de uma sequência de 26 músicas lançadas pelo artista ao longo de 2021 e fala sobre quando você conhece alguém pela primeira vez e parece que você conhece a pessoa toda a sua vida. Aquela sensação de passar meses sem ver alguém que você ama e depois ficar juntos novamente.

Quando o artista estava no meio da produção, a faixa já virou a favorita de sua namorada, que até mesmo de umas cantaroladas durante a gravação e poderá ser notada pelo ouvinte durante a audição da mixagem final. 

A música é atemporal e por isso um trabalho tão belo como esse está em nossa lista de hoje, mesmo que tenha sido lançado há quase um ano.



18 - JOSÉPHINE

Divulgou em abril a faixa 'Jailbait', que flerta entre o R&B e elementos do pop, numa faixa feita para todos que seguem seus sonhos e não obtém o apoio de seu círculo íntimo que eles esperavam, focando na frase "nossos pais querem o melhor para nós, mas nem sempre sabem o que é". Certamente muitas pessoas, inclusive quem vos escreve hoje justamente por seguir seu sonho, vai se identificar com a faixa.

Em release oficial, ela comenta: "Como uma jovem garota, minha mãe queria ser cantora, mas não seguiu seu sonho porque não era aceitável na comunidade persa. Agora me sinto como Estou realizando os sonhos dela junto com os meus, quando canto não canto só para mim, mas também para ela..."

Ouça abaixo:



19 - THE HILDER
Depois de uma sequência variando entre sons pop e rap, apresentamos a vocês uma banda britânica que, no último dia 23, lançou 'Lost On You' nas principais plataformas de streaming.

Este é o single de estreia deles, que apresentam um single tipicamente indie, carregado de sotaque britânico, num instrumental liderado pela guitarra e o baixo destacados, além de contar com um ritmo lírico que certamente fará o público dançar e cantar a faixa enquanto dá o play em sua plataforma favorita, numa letra que fala sobre relacionamentos quebrando e tendo inspiração para seguir em frente com a experiência.

Ouça a banda abaixo:




20 - COASTAL TOWN
Diretamente do Canadá, eles são uma banda com letras e ritmos voltados para o indie pop e que no início de Julgo lançou 'Summer Sundays', nas plataformas de streaming. 

Trazendo uma mescla entre um estilo vocal do rock alternativo, unido a elementos instrumentais e harmônicos do indie/pop rock, onde buscam falar sobre aqueles 'hinos de verão' que ouvimos e cantamos em nossa juventude, trazendo uma nostalgia não somente para o ouvinte, como também para a banda, que fez a aluão a 24 de suas músicas favoritas. 

Ouça e tente encontrar abaixo:




Postar um comentário

0 Comentários