MUSO SOUP ÁLBUNS #19.1: Vissia, Incomer, Keaper, Yva, Thbenj, Stllegend e mais artistas com EP's/álbuns lançados nas últimas semanas

01 - VISSIA
Lançado final de Abril, "With Pleasure" é um álbum com dez faixas que apresentam belíssimos vocais, como podemos ver logo de cara em 'Doorway', cercado também de músicas com refrões cativantes e melodias matadoras, que envolvem e dominam o público ouvinte. Mostrando um leque de referências, ela também divulga faixas voltadas para outras vertentes como o indie/soft rock presente em 'My Wom', que nos traz um baixo muito bem destacado e harmonias vocais muito bem compostas.

Ouça o trabalho da artista, cada uma das faixas, abaixo:




02 - INCOMER
"Versus Ego" é uma viagem tempestuosa do protagonista de uma divisão interna profunda para a aquisição da unidade. Nessa viagem, o artista passa por autoconfiança, tropeços e provações.

Ao longo de cinco músicas, podemos ver influências do alternative rock, experimental, dar wave e eletrônico. O resultado está abaixo:





03 - MUSKETEER
Alguns meses depois de lançarem a balada 'Prince Of Denmark', finalmente Muskeeter e banda divulgaram um trabalho maior, o EP "The North Sea". Trazendo seis faixas, ele sucede ao folk "Seven Long Years", de 2017 e, agora, amplia seu leque de gêneros e influências, transbordando de rock alternativo e até mesmo trazendo elementos de guitarras mais pesados, como por exemplo do stoner.

Originalmente um punhado de canções folclóricas escritas pelo trovador errante - inspirado nos longos invernos escuros que viviam no porto de Hamburgo - "The North Sea" rapidamente sucumbiu aos sons mais sombrios das latitudes europeias mais altas após se encontrar com sua banda no antigo Hanseático cidade.

"Escrevi essas canções no meu primeiro inverno alemão morando em Hamburgo. As noites eram frias e longas. Às vezes, eu caminhava até a beira do rio, com as mãos debaixo dos braços, e observava os grandes navios porta-contêineres entrando e saindo do escuro. Eu pensaria na fumaça que sai dos barcos, também me pergunto como é trabalhar em alguns dos barcos de pesca que fazem arrasto no fundo do mar.

A faixa-título do EP é sobre um trabalhador sentindo culpa em uma traineira de pesca depois de caçar sereias. Uma mistura assustadora de realismo e fantasia refletindo a relação entre os humanos e o oceano.", comenta o artista sobre o EP lançado hoje (14).




04 - SOMEDAY RIVER
Lançado cinco anos depois do último EP da banda, agora eles apresentam "On Dreaming", um álbum completo de sete faixas que apresentam estilos como o folk /indie rock e o psicodélico, mostrando músicas leves, como 'Clouds and Cream', mas também algo mais rocker, como 'Waterbed' ou 'So It Glows', que trafe até mesmo pelo blues.



05 - KEAPER
Keaper é uma banda de Melbourne que divulgou hoje (14), o EP "Duality", composto por quatro músicas feitas pela banda desde 2019.

No EP, podemos ver um trabalho instrumental impecável voltado para o shoegaze e que encaixaria perfeitamente em jogos indie do formato de "Life is Strange", por exemplo. Nele também temos faixas voltadas para o rock alternativo, como é o caso de 'Come & Go' e para o Dream Pop, como em 'Wasted Light', faixa escolhida para encerrar o EP que conta com um pouco mais de 15min, trazendo influências como The Smashing Pumpkins e The Sundays, com letras pensativas, instrumentação melódica e a atmosfera introspectiva que cria ao combinar algo baseado em interesses das artistas fora da música, como cinema, ilustração e fotografia, ao conseguir trazer essas influencias para o aspecto musical.





06 - ISAAC ANDERSON
"Love In Conversation" é o EP de estreia do cantor/compositor/guitarrista inglês Isaac Anderson que, antes da pandemia, atuava como guitarrista de Louis Tomlinson do One Direction. - ele conseguiu realizar o objetivo de uma vida inteira de escrever música para si mesmo e lançar uma carreira solo.

Sem os shows, ele conseguiu escrever, compor e também desenvolver uma base de fãs bem extensa, somando 230k seguidores em plataformas como Instagram, Twitter, TikTok e Facebook.

Em "Love In Conversation", ele apresenta uma mescla de pop acústico, folk, rock alternativo até mesmo soul, tendo influências de artistas como Hozier, James Bay, Adele e Bob Dylan, trazendo um vocal emotivo, super bem executado e harmônico, com com riffs de guitarras muito bem executados e encaixados perfeitamente em cada das músicas. O resultado completo pode ser ouvido abaixo:




07 - FRANCIS FRANCES
Francis Frances é um novo projeto musical de Michael Birnbryer-Lao, onde apresenta letras voltadas para o interior e texturas exuberantes no EP de estreia, "I’m Home", lançado final de fevereiro

Experiente como saxofonista e arranjador, Francis Frances explora uma variedade de novos elementos expressivos, trazendo influencias de nomes como com Bon Iver, Andy Shauf e Nina Simone.

No EP, Michael é banda de um homem só, sendo compositor e responsável por gravar todos os instrumentos, exceto a colaboração ocasional com Point Lobo na bateria.

Ouça abaixo:




08 - JASMIN BUTLER
Lançado hoje (14), "A Bad Day in London" é um álbum com 10 músicas que trafegam por estilos como o folk, indie e o rock acústico, ao trazer temas como a exploração psicogeográfica da relação de Jasmin com Londres, apresentando em cada música uma história distinta, relacionada à vida em uma cidade complexa.

Instrumentalmente, vemos a presença de elementos da cidade mesmo, como o cantar de pássaros, conversas, o barulho de andar ao fundo, levando o ouvinte a uma experiência musical envolvente e muito gostosa de se ouvir, seja pelo seu vocal, por esses elementos ou pelo instrumental acústico muito bem executado.




09 - SUPERCOZE
O cantor e compositor Cody Choi, denominado de SuperCoze é um artista independente e que lançou em Março o álbum "Rainy Day Sunshine", falando de temas como saúde mental, cura e como encontrar a calma depois da tempestade. Musicalmente, podemos conferir uma gama de estilos, como o indie pop, surf music e elementos lo-fi, num trabalho instrumental animado e que com certeza vai prender o público para ouvir de ponta a ponta.




10 - YVA
"Hype Machine" é o EP de estreia da artista, após lançar 3 singles no primeiro trimestre de 2021 e conseguir +100K streams.

No modo DIY, a artista fez tudo isso empresário, editor, selo ou apoio financeiro, gravando o EP em seu estúdio caseiro com a ajuda remota de outros músicos.

Sobre o EP, ela comenta: "Gravar de forma independente me deu muita liberdade criativa para expressar minhas ideias como eu achar melhor, sendo capaz de aprender e produzir meu primeiro disco em meu próprio tempo para criar algo de que estou imensamente orgulhosa".

Ao longo de 5 músicas, ela apresenta faixas de gêneros como o alternativo poprock, indie e trip-hop, além de trazer elementos cinemáticos no quesito instrumental ou na união entre instrumento e vocal.

Ouça abaixo:




11 - SIMULATED YOUTH
Divulgado hoje, "Ghost in the Machine" é um EP multilinguístico, que apresenta ao público três faixas de estilos como o eletrônico, industrial, dark wave, EDM e screamo nos idiomas inglês, holandês e russo. 

O resultado desse trabalho com idiomas e estilos vocais diferentes pode ser ouvido abaixo:

 


12 - FIVESIDEDDICE
Mais um EP de 3 faixas, "Confession Tapes" foi lançado hoje e apresentando uma grande variedade de gêneros, como o punk melódico, rock alternativo moderno, hiphop, rap e lo-fi, para todos os gostos de público.

Sobre o EP, eles comentaram: "Todas as canções foram escritas há alguns anos como poemas com melodias vagas de sonhos e pesadelos, inspirado por eventos que foram mantidos isolados e em grande parte secretos desde então. A necessidade de confessar, seja por meio de terapia, arte,
música, canto ou dança podem ser dominantes. A ideia e o espírito por trás do EP (e sua próxima sequência, Confession Tapes II) é a necessidade de honestidade e transparência, mesmo que machuque ou faça a voz tremer."




13 - THBENJ
O cantor. compositor, rapper e produtor hoje seu último álbum, intitulado "Breaking all th rules", que tem como características as sombras de luz, escuridão, trazendo o diário de sua vida em alta definição completa, no formato de música.

No álbum, ele usa sua experiência em gêneros mistos, revelando uma variedade de temas, enquanto vagueia pelo Hip Hop, Rap, Trap e Pop, ao longo de 19 faixas, apresentando um álbum extenso que é uma continuação de seu álbum de estreia "T.H.B.".

Confira o trabalho dele abaixo:




14 - JOHN HARVEY
Lançado há uma semana, "Second Chances" é o EP de estreia do artista, que traz 5 músicas voltadas principalmente para o indie rock e power pop, apresentando faixas harmônicas ('Your Truck My Trailer') e mostrando belíssimos riffs de guitarra ('Let's Do It') entre essas músicas, que podem ser ouvidas abaixo:




15 - STLLEGEND
Apresentando baterias fortes, linhas de baixo filtradas e loops hipnóticos, com sintetizadores melódicos e pads hipnotizantes para criar um estilo próprio. O "Unpause", disco mais recente do artista, lançado dia 2/4, mostra a evolução contínua, mostrando uma sequencia de samples e sintetizadores/baterias dançantes ao longo do álbum, que trafega pelo eletrônico, instrumental e com beats lo-fi do hip-hop.

Ouça abaixo:




Esta matéria foi criada via Musosoup, entenda mais aqui: #Sustainablecurator

Postar um comentário

0 Comentários