GROOVER APRESENTA #26: Panaviscope, Arkets, Sally Ann, clide, Kwoon e mais artistas com diversos lançamentos de singles e álbuns recentes

01 - PANAVISCOPE
Panaviscope nos surpreende com "Love Sounds Like a Pretext" Uma jornada ensolarada para celebrar a chegada da primavera

Nesta composição, encontramos o groove característico de Panaviscope nas linhas de baixo e andamento. Esta música, ao contrário da atmosfera escura geralmente presente nas composições de Panaviscope, é ensolarada e cheia de percussão e metais quentes. Uma forma do artista lutar contra o sentimento de depressão que caracteriza a atualidade.




02 - PEGGY JAMES
o último single de Peggy James, que foi lançado em 2 de abril, é o terceiro single selecionado do sucesso PAINT STILL WET - no qual o personagem de James canaliza uma personalidade de Peggy Lee que cheira a clubes cheios de fumaça enquanto lamenta sua solidão e implora o retorno de seu amor perdido. Há muito country em sua composição e voz - mas muitos outros elementos também. Em seu quinto álbum, Paint Still Wet, Peggy é uma pop artista do século 21, eclética em suas fontes e forte em sua convicção no poder de uma canção bem trabalhada de quatro minutos.




03 - ANDRE CORDOVA
'Impulsive' é uma melodia insanamente cativante que funciona como um hino de saúde mental, embora permaneça completamente única em seu som, entrega e produção. Tocando no comportamento situacional que inevitavelmente leva a relacionamentos de auto-sabotagem, o artista colocou rap para alguma atitude de marca registrada para apoiar a frustração absoluta.




04 -ARKETS
"Dark Light", novo álbum de Arkets chegou na semana passada. O projeto alternativo de pop-rock demorou 1 ano e meio desde a composição, arranjos, mixagem, masterização até a concepção do visual do álbum.

O álbum traz 10 músicas e 4 videoclipes também pelo youtube e está disponível em CD digipack, vinil e distribuição digital em qualquer lugar.




05 - LISO CASSANO
Ela começou a escrever músicas em 2013, apenas com seu violão, na escada porque ressoa, inspirada no rock progressivo de sua adolescência e nas cantoras pop. Tendo inspiração no folk, na música eletrônica e nas bandas de rock progressivo, a artista busca espaço para ter seu som tocado e, consequentemente, encontrar uma gravadora.

Ouça abaixo:




06 - DAN GRIFFITH
Sobre a música 'Hurricane', o artista comentou: "Enquanto moramos no Arizona, sua família mora ao longo da costa do Golfo da Flórida. O medo de furacões é real para nós todos os anos. Esta música veio até mim uma noite, pois estava preocupada com a ameaça iminente que se dirigia para sua família em Indian Rock Beach, Florida. Oramos para que a tempestade mudasse seu caminho, o que mudou e me deixou com esta música".




07 - SALLY ANN
Nesta versão distorcida de uma canção de aniversário, Sally Ann canta sobre não ter desistido da vida e ainda estar apenas neste mundo imperfeito em que ela encontrou um lugar, soprando mais velas a cada ano. Em retrospecto, às vezes nossos maiores medos são apenas nossas sombras solitárias. Dolorosamente honesta, essa música fala contra o suicídio e, por meio de sua sensação de "mantenha a calma e continue", celebra um dia em que muitos adultos temem lembrar.




08 - CLIDE
'Where have I gone' é uma colaboração entre o produtor italiano Lofi-Pop Rnla e o próximo artista pop clide. a música introspectiva aborda temas como busca de identidade, medo de se perder em um mundo acelerado e depressão. Depois de entrar em contato e compartilhar ideias, Rnla pegou a triste balada de piano e a transformou em uma faixa LoFi-Pop descontraída. A música será promovida adicionalmente por grandes canais do YouTube, como The Bootleg Boy e outros.




09 - CHARLIE GRANT
Crash & Burn foi lançado em 12 de março e segue os lançamentos recentes de Charlie, Whatever your Heart Desires e Wide Open. Foi gravado remotamente durante o bloqueio no final de 2020, entre dois estúdios domésticos em Berlim. A música é sobre o momento em que você percebe que precisa tirar alguém tóxico da sua vida, porque se você não fizer isso, eles vão te levar para baixo com eles...




10 - KWOON
O guitarrista Sandy Lavallart, mais conhecido pelo nome de Kwoon, conduz, paralelamente à carreira de gravador, um projeto extraordinário chamado Volcano Tour. Ansioso por viagens, descobertas e aventuras, ele compartilha sua música conosco, levando-nos a lugares extraordinários para shows solo inesquecíveis.

Há quase dois anos, Kwoon investe em montanhas, picos, vulcões e faróis marinhos. No coração da natureza, ele coloca um amplificador, guitarras e pedais de efeitos, improvisando sozinho, um show filmado por drones.

Nada pode impedir Kwoon, que está constantemente lançando desafios novos e mais espetaculares. O resultado é sempre de tirar o fôlego. Sandy Lavallart consegue um feito real ao dirigir seus próprios filmes, com drone e GoPro.

A descoberta do seu canal no Youtube traz rajadas de adrenalina, e um intenso prazer musical em ouvir o diálogo entre o pós-rock e as improvisações ambientais da guitarra com os elementos muitas vezes desencadeados.




Depois de ter investido os vulcões das Ilhas Canárias, em Lanzarote, depois o assombrado farol bretão de Tévennec, aqui está nos cumes alpinos, na imponderabilidade, no topo da Aiguille du Triolet, que se eleva a 3.900 metros.

Vertigem física e musical, deslizamento de cordas, ecos elétricos varridos pelos ventos dos cumes, a música de Kwoon acaba se revelando mais epidérmica do que nunca. A embriaguez de transes elétricos e sons naturais fascina por sua beleza e deixa o espectador sem palavras.

"Sentir-me pequeno em meio a esses gigantes congelados me lembra a escala da vida, que somos apenas formigas de passagem e que faríamos bem em aproveitar cada momento 200%".

Postar um comentário

0 Comentários