MUSO SOUP APRESENTA #2.1: Pastiche, The Beatflux, Crystal Canyon, Randy Harsey, Mihi Nihil e Blair Jollands com lançamentos que vão do Pop Comercial ao Grunge

Depois da primeira parte da semana, vamos com a segunda trazendo uma variedade de estilo, que vão do pop ao grunge. 


01 - PASTICHE
O som de Pastiche combina dark pop, pop eletrônico, um som rebelde e influências teatrais. Ela começou a escola de palco e teatro musical em uma idade jovem, e se apresentou por toda a Irlanda. Seu amor pela música se desenvolveu na escola e ela estudou canto na BIMM Dublin, onde passou quatro anos aprendendo sobre a indústria e aprimorando seu ofício. Ela agora está gravando e lançando sua música original.

'Chasing Down The Fame' é um pop bem comercial, trazendo também elementos do eletrônico e apresentando ao público uma grande variedade tanto de tons e estilo de voz, como  também na parte instrumental, dentro dos estilos citados. 




02 - THE BEATFLUX
‘Wet’ é um chamado às armas de uma era que se estabeleceu na pura intensidade do punk-rock e é revestida com o lado mais agressivo do grunge. Entre influências nítidas, podemos ver um pouco de Foo Fighters na bateria e de Pearl Jam no vocal. 

A gravação do videoclipe aconteceu com o baterista tocando no topo de um arranha-céu em São Paulo , enquanto o guitarrista e produtor Muca estava em Londres.

O som será single presente no EP de estreia, intitulado "State Of Mind". Previsto para sair no começo do ano, Muca já olha para o futuro: ""Depois que o EP for lançado, quero me concentrar em gravar um monte de novas faixas. Tenho muitas ideias em mente e quero colocá-las lá fora".




03 - CRYSTAL CANYON
'Turn Blue' é o primeiro single da banda de shoegaze Crystal Canyon. Faixa estará presente no álbum v, previsto para ser lançado final de Janeiro. 

O som mescla bem um instrumental pesado, cheio de efeitos, riffs e solos, com um vocal calmo e gostoso de se ouvir, como vocês podem conferir abaixo:




04 - RANDY HARSEY
Randy tem escrito e gravado novo material na 11th Street Records em Las Vegas, NV. Em 23 de outubro, ele lançou um dos dois singles intitulado “Justify”. A música traz um olhar honesto sobre a política em 2020 e a dura divisão provocada por inverdades.

Justify é um hino politicamente carregado que destaca os perigos que enfrentamos quando os fatos são transformados em ficção em prol do ganho político.




05 - MIHI NIHIL
Sintetizadores, riffs certeiros e uma bateria típica do Punk rock estão presentes na explosiva e divertida 'I Eat You', que carrega o espírito da música punk de 1977.

O vídeo, com a ajuda de Colin H Clark e Tony Hawk Inc., é uma homenagem à cultura do skate e aos filmes de arte favoritos de cada integrante da banda e faz lembrá-los porque as bandas sempre estarão aqui com a arte da música clássica para ajudar a criar as trilhas sonoras de nossas vidas.




06 - BLAIR JOLLANDS
Baixo destacado e uma voz marcante, que remete a algumas faixas do U2, estão ao longo de 'Do You Know', faixa que traz sintetizadores vocais e instrumentais para o Indie Rock, entro do single lançado final de Outubro. 

A música é uma chamada para olharmos profundamente dentro de nós mesmos e perguntar se o comportamento que retratamos no dia a dia melhora nossa sociedade coletiva, a vida selvagem e nosso planeta.