Caos sonoro e viagem com Eyehategod e Samsara Blues Experiment no Abraxas Fest 2018

EyeHateGod
Fotos: Lheka Andrades
No ultimo fim de semana, a produtora - Abraxas comemorou seus 5 anos com o fervoroso Abraxas Fest, acontecendo no dia 15 em São Paulo e dia 16 no Rio de Janeiro.
E nada melhor que bandas históricas para comemorar o marco de 5 nos, o line up foi composto pelas bands Noala, ITD, Samsara Blues Experiment e o Headliner da noite, EYETEHAGOD.

O evento teve início pontual na casa que vem agregando e recebendo a maioria dos eentos recentes da Abraxas, o Fabrique Club, sendo um dos grandes pontos positivos. Fácil acesso além de ótima estrutura.


EyeHateGod

A banda a iniciar o evento foram os veteranos da banda Noala, banda formada em 2009 com um ar de metal encorpado e rústico, exatamente como a banda se define. A banda pode contar com um público fiel desde o começo do festival, que os recebeu muito bem.  Terminando o show, um dos integrant
es da banda fez um discurso sobre a falta de negros, e homossexuais nos eventos, visando o cenário político que estamos vivendo atualmente e naquele momento fez todo sentido para ser refletido, a plateia aplaudiu e o fest teve continuidade.


Na sequência subiu ao palco a banda ITD (Into the Dust) diretamente do Gama, cidade satélite de Brasília, com as origens mais puxadas para o Doom metal e Stoner, onde uma cerca de elementos se misturam e apresentam um som intenso e grave. O ITD mostrou que não só sabe fazer um bom som mas também sabe cativar o público, o que os levou a serem muito bem recebidos e darem continuidade ao festival.
Samsara Blues Experiment

Após um pequeno intervalo, a casa Fabrique Club cheia e o público fervendo na expectativa das próximas bandas, veio ao palco os alemães do Samsara Blues Experiment, com sua Psicodelia Blues Stoner em alto e bom tom. Em sua segunda passagem pelo Brasil e já tendo um público cativo da banda, além de algum
as pessoas já familiarizadas com o som do Samsara, quem não conhecia daquele momento por diante presenciou uma viagem sonora intensa,  e aplaudiu com gosto!
Samsara Blues Experiment

Rumo a reta final infelizmente mais felizmente, pois o público finalmente veria o EYEHATEGOD em solo brasileiro fazendo o que mais sabem fazer de melhor: CAOS SONORO!

Uma das mais clássicas bandas do metal mundial, totalmente influenciadora ao que viria se tornar o sludge. Já no primeiro riff do Jimmy Bower (que também é integrante do Down, além de ex de Superjoint Ritual, projeto que teve com Phil Anselmo e Joe Fazio) o publico não mediu esforços para saudá-los.

EyeHateGod
Foto: Lheka Andrades
Um circle pit frenético logo no início do show foi formado, o público quente e enlouquecido, os músicos presente no palco claramente interagindo e entregando não só o que a platéia queria mas sim o que eles mesmos tinham pra dar, com Jimmy sempre acenando com gestos carinhos e riffs tenebrosos, Mike comandando os vocais ce dizendo o quanto já amava o público brasileiro ali presente e não menos importante o restante da cozinha no baixo e bateria: Gary e Aaron que não pouparam esforços. A banda ainda voltou para um bis com mais 6 músicas e com certeza se pudessem estenderiam madrugada a dentro.

EyeHateGod

E para finalizar,  nós do Garotos de Liverpool, não só agradecemos as bandas que fizeram acontecer na noite de Sábado no Fabrique Club como  deixamos aqui os parabéns para a Abraxas e todo o seu crew pelo trabalho e visão musical impecável e de qualidade que vem se mostrando a cada ano mais presente. Que venham mais 5, 10, 100,1000 anos de Psicodelia, Stoner, Doom, Sludge e Metal para todos nós e outras comemorações como essa. 

Vida Longa a Abraxas e a música!

EyeHateGod

Nenhum comentário