Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Rodolfo: Abra mão das suas músicas, ou assuma seu passado com Raimundos, as duas coisas não dá
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
Texto: André Forastieri/R7 (adaptado) Cada um vive como bem entender e acredita no que preferir. Há que conviver com quem pensa outra...

Texto: André Forastieri/R7 (adaptado)
Cada um vive como bem entender e acredita no que preferir. Há que conviver com quem pensa outra coisa, sente, vive outra coisa. Há que procurar proveito nas diferenças. Porque as diferenças existem e existirão. Agora, há que ter coerência.
Rodolfo Abrantes foi meu letrista favorito. Nos anos em que esteve à frente dos Raimundos, não tinha para ninguém. Depois que se converteu,  suas letras não me dizem nada. Nenhum problema com música de louvação. Se você dispensa de cara todo o cancioneiro pop religioso, está jogando fora uma parte fundamental da música negra americana, pra começar. Rodolfo, não tem jeito: ouço ele agora, comparo com o humor e energia dos Raimundos, e me dá tristeza.
Agora ele dá entrevista à revista Trip dizendo que está "100% arrependido" das letras. Mas continua embolsando os royalties gerados por elas. Cada vez que toca uma música dos Raimundos no rádio, ou que os Raimundos tocam uma canção escrita por Rodolfo, ele recebe uma graninha.
Ele explica: "Arrependimento quer dizer: eu reconheço que eu estava errado e não faço mais isso. Jesus falava para as pessoas: vá e não peque mais. O que você fazia, não faça mais agora. Se você comparar minha vida hoje com a vida que eu tinha você vai saber do que eu me arrependi." A íntegra da entrevista está aqui.
Isso  não explica nada. Como era de se esperar, seus ex-companheiros reagiram. Digão pregou fogo no Facebook:
— Que pena que a base de sua vida seja a hipocrisia... 100% arrependido" mas usufruindo 100% da sua parte dos direitos autorais e que não é uma "merreca" que ele gosta de falar para os desinformados...
Digão está certo e Rodolfo está agindo errado. Deveria abrir mão dessa grana, em benefício do restante da banda. Ou uma outra hipótese: doar a receita integral para alguma instituição. Desgraçado precisando de ajuda nesse país é o que não falta.
Se Rodolfo realmente renega as letras que escreveu nos Raimundos, deveria também renegar a receita que elas geram, parar de cuspir no prato que comeu, associando o nome da banda e seu problema e sua quase morte (de acordo com ele) por conta das drogas, além de mesmo após TREZE ANOS, ainda tentar manchar o nome da banda (que graças e ela, ele tem essa fama), e de seus amigos. Me recuso a admitir que Rodolfo seja um sepulcro caiado. Mas a maneira como está agindo é hipócrita. Indigna da retidão religiosa que professa hoje. E, o que me importa mais, indigna do seu passado com uma das bandas mais legais - e honestas - que esse país já viu.

Postar um comentário

 
Top