Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Resenha: ROCKSHOW
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
Originalmente o filme "Rockshow" foi lançado em 1980, filmado durante a turnê Norte-Americana dos Wings, em 1975. O filme apre...

Originalmente o filme "Rockshow" foi lançado em 1980, filmado durante a turnê Norte-Americana dos Wings, em 1975. O filme apresenta 30 músicas em quatro shows da turnê: Nova York, 25 de maio (quatro músicas), Seattle, Washington, 10 jun (cinco músicas); Los Angeles, Califórnia, 22 de junho (15 músicas), e Los Angeles, Califórnia , 23 de junho.(seis canções). Curiosamente nem todas as músicas feitas para o filme estão na versão original ("Medicine Jar" e "Letting Go" teriam sido editadas), e as apresentações de música nem sempre corresponde ao desempenho original. Por exemplo, vários dos lançamentos veio do vídeo de Seattle,enquanto o áudio foi retirado do show  em Los Angeles: "Magneto & Titanium Man", "Lady Madonna", "Let 'Em In", e "Soily".

Agora vamos ao remasterizado de 2013.  A versão mais longa de 125 minutos foi digitalmente restaurada do negativo 35mm com a trilha sonora remixada em som surround 5.1 . O filme teve lançamentos nos cinemas em 16 de maio de 2013, com uma introdução exclusiva e entrevista com McCartney. Uma estréia VIP exclusiva, com McCartney apresentando o filme, teve lugar no BAFTA em 15 de maio de 2013. Esta restauração foi lançado em DVD e Blu-ray em junho de 2013.

A sessão começa com Paul McCartney, comentando sobre o sonho de tocar nos Estados Unidos, a tour "Wings Over America" pode ser considerada o ápice dos Wings, banda formada por Paul McCartney após o fim dos Beatles. Para Paul McCartney, Linda foi fundamental para o grupo, mesmo sendo bastante criticada pela mídia. Mas isso não importa muito, quando se tem um ótimo setlist, com duração de 2h30 e 30 Músicas. Esta exibição e essa remasterização é histórica, tudo pelo simples fato de ter 30 minutos a mais.  Para a fã Eve  Kathleen, fundadora do fã - clube Paul McCartney Brasil, foi  bacana ver esse show  no telão, para apreciar mais detalhes do som é da restauração. Não era  algo de outro mundo, até pela época que foi gravado  o original como também disse o fã Pedro Anjos, mas deu para notar detalhes antes imperceptíveis.


O  longa começa com "Venus and Mars/Rockshow/Jet" todas as músicas na versão completa, que Paul McCartney não toca ao vivo desde os tempos dos Wings. A qualidade da imagem é boa, levando-se em conta a época e os recursos, assim como o som, que se apresenta algumas microfonias no início. Mesmo com tudo isso conseguimos viajar ao tempo, não vou mentir e falar que não que chorei logo no primeiro acorde de "Venus And Mars", quando me veio na memória o show do Paul em São Paulo, há quase 3 anos.Seja pela canções de Paul,Wings ou dos Beatles. Estão lá as clássicas "Maybe I'm Amazed", "The Long and Winding Road", "Live and Let Die" com efeitos especiais, mas nada comparado ao que Paul McCartney faz atualmente, "My Love", "Yesterday", "Blackbird", "Silly Love Songs", feita para os críticos, e muito linda por sinal, entre outras. Ainda tem o maior sucesso dos Wings, "Band On The Run"numa versão mais "limpa", da turnê "Wings Over the World", realizada em 1976. O filme é cheio de bom humor, entrosamento no palco e efeitos especiais bem legais para a década.
 

Rockshow é um filme que com certeza até quem tem um "coração duro", vai se emocionar, "A pessoa  sente como se o Paul e os Wings estivessem na nossa frente, tocando", disse Ismael Ambrósio, fã de Beatles, Wings e Paul McCartney já para a fã Catherine Santos, ela adorou, e a época dos Wings tnha uma energia muito boa.Todos da banda são músicos de qualidade, como o  Denny Laine, se revezando nos instrumentos e até nos vocais,fazendo um ótimo show, mesmo estando "chapado" até demais nos shows dessa DVD, mas nada que tirasse sua qualidade. Ainda vimos Paul McCartney, Joe English, Jimmy McCulloch e Linda McCartney impecáveis ao longo do concerto.

Todos sabemos que o preço estava salgado e a divulgação muito ruim, e o resultado foi cinemas com um público média, mas posso te dizer que valeu cada centavo . Se você não conseguiu assistir  pelo motivo de não passar na sua cidade, ou pelo horário, preço  ou outra coisa. Procure fazer o download, e como disse nosso Sir. Paul McCartney:  Sente-se e desligue esse maldito celular.

Postar um comentário

 
Top