The Zasters ft Capilé, The Self Escape, Catavento, Fiusa (ft Caio, Cefa) e Lucas Gonçalves com lançamentos

Indie, sintetizadores e uma brincadeira pra lá de divertida com um aplicativo de videochamadas. É assim que a The Zasters divulga o videoclipe de Tiny Terror vol. II nesta sexta-feira (2). A faixa conta com participação especial do vocalista e guitarrista da Sugar Kane, Alexandre Capilé.

O videoclipe é uma produção da Foca Audiovisual e tem direção de André Barreto. Na oportunidade, a banda realiza uma performance enquanto amigos e fãs interagem com a música. Toda a filmagem ocorreu de forma remota devido à pandemia do COVID-19. As sessões de gravação aconteceram da mesma maneira. 





R&B, rock, indie, pop. Tudo isso é reverenciado no novo EP do cantor e compositor The Self-Escape, intitulado Polarize (Pt. 2). A obra reflete sobre as relações contemporâneas, abordando desde a toxicidade entre falsos amigos à paixões intensas. 


O mini-álbum conta com seis faixas, incluindo o single Go e as músicas From Lovers to Dust, Again, Good Guy, I Know e Kill for You. Na ocasião, o próprio músico gravou a voz e todo o instrumental das faixas de casa, adicionando sintetizadores e linhas de guitarra e violão. 

Escute o EP  Polarize (Pt. 2) via Spotify ou Deezer Catavento, banda gaúcha já conhecida na cena nacional, lança Quebra Alma, single que chega falando sobre amor próprio e carrega influências instrumentais de trip hop, neo soul, funk jazz, MPB e indie pop. A nova música de trabalho é acompanhada por um videoclipe filmado nas paisagens naturais do interior da serra gaúcha e tem direção de Eduardo Panozzo, assista aqui.




Banda formada em 2014 em itaquaquecetuba- SP, Fiusa lançou um álbum chamado Auto Retrato, onde teve bastante divulgação da musica de trabalho " Eu Era mais um aqui" que falava dos heróis da nossa vida, agora   lança novo clipe da musica barco a vela com participação do Caio Weber da banda CEFA de Curitiba, musica que faz parte do novo EP "Nao Estamos Sozinhos", que fala sobre os altos e baixos que a vida nos proporciona e que sempre tem alguém para te ajudar nesses momentos.



Se Chover anseia a mudança do tempo. A condicional “se” trata da imprevisibilidade dos dias. A vida é instável, tal como os lugares para onde as músicas podem nos levar. Um pequeno objeto pode despertar essa viagem, mesmo que inconsciente. O disco é sobre a sensação daquele instante repentino que te faz lembrar o que aconteceu anos atrás, como as madeleines de Proust. Lucas Gonçalves vai parar em sua infância no sul de Minas Gerais, mas também fala de temas universais, como amor, mágoa e morte.