GROOVER APRESENTA #4: Panaviscope, clide, InHibit, The smallest creature, OK John, FrankySelector e Jasmine com influências que vão da música brasileira ao indie rock

Panaviscope: "Criei o vídeo de ‘Tigers As Friends’ em um momento em que estava cansado do ambiente intelectual que me rodeava. A ideia das ondas me veio rapidamente. A superfície que vemos e o que está escondido abaixo. A pura beleza e brutalidade do oceano. Pessoas surfando, nadando longe da costa, constantemente trazidas de volta a ela, com a diversão adicional de surfar. Não tento pensar demais no que estou fazendo. Eu toquei ‘Tigers As Friends’ sobre imagens do oceano e imediatamente me senti bem".


O novo single "blank space" de clide é sobre sua busca por identidade em um mundo onde você pode ser tudo. sendo um espaço em branco, ele conta sua própria história, provando seu talento para composições inteligentes e atraentes. A produção relaxante e "alegre" combinada com os vocais distintos de clide tornam uma audição fácil que prende o público desde a primeira linha. Com o “espaço em branco” tendo um apelo mais comercial, clide segue expandindo as fronteiras musicais, desenvolvendo seu estilo único.



Quem se esconde por trás desse rosto marcado por cicatrizes que se entrecruzam? O anglo-belga InHibit, de 21 anos, começou a música e a cantar quando tinha cinco anos antes de desenvolver um grande interesse pela escrita e, eventualmente, combinar as três formas de expressão.

Este cantor e compositor, alimentado por seu amor pela poesia, chamou a atenção do público com "The Quest", uma peça que desafia qualquer rótulo áspero e pronto graças à sua combinação de uma ampla variedade de estilos musicais, começando com um beat a.k.a Pitbull e navegando para o Rock/Country. Podemos apostar que seu primeiro single, produzido pelo ex-guitarrista de Machiavel e por François Garny, é apenas o ponto de partida de uma carreira promissora.




The smallest Creature
lança "Break Me", do álbum "Magic Beans", lançado no dia 30 de Setembro.

Embora a música cresça em um crescendo de rock completo, no geral tem uma veia quase pop, sendo uma espécie de canção de amor.




Diretamente do Rio de Janeiro, OK John traz um enérgico rock alternativo/indie, com letras em inglês e trazendo influências de bandas como Arctic Monkeys e, voltando lá atrás, da banda que também dá razão a este site. 

O primeiro single do EP chama-se “Take It”, que é uma música rápida e energética com riffs de guitarra distorcidos e refrão melódico.




Em She's So Carefree, FrankySelector funde sintetizadores vintage e técnicas de gravação analógica com programação de batida moderna, não para relembrar o passado, mas para entrar no futuro. Vibrações alegres e grooves contagiantes servem como background, destacando harmonias vocais alegres, uma seção de sopros exuberante e letras irônicas. 




A cantora, compositora e produtora Jasmine lança seu novo single no dia 16 de outubro de 2020. "O Vale do Amor" é uma canção serena e mística sobre o amor. Uma voz plácida e única ressoa em uma linda paisagem sonora de influências brasileiras e indie/folk. A jovem artista escreve canções sobre a natureza, conexão humana e amor, buscando trazer uma calmaria para o ouvinte.
A letra da canção é um verso poético da fé Bahá’í: “Quem ama nada teme, nem lhe pode atingir dano algum: Tu o vês frio no fogo e seco no mar.” 

Uma paisagem sonora cinemática e uma voz serena cria o som orgânico da Jasmine. Suas raízes americanas e brasileiras se misturam numa combinação autêntica da MPB, música indie/folk e soul acústico. As suas canções exploram temas da natureza, conexão humana e amor.

Ouça em sua plataforma favorita aqui.