Header Ads

  • Breaking News

    Marcelo Gross lança "A Dança das Almas", primeiro single do seu próximo álbum solo



    Tempos de ficar em casa. Tempos de reflexão, paciência, e é claro, uma ótima oportunidade para consumir música, cultura, arte. Em meio ao caos, Marcelo Gross lança no dia 03/04/20, como um respiro, o single “A Dança das Almas” que abre as portas para seu próximo (e terceiro) álbum solo, “Tempo Louco”.

    A música “A Dança das Almas” tem sonoridade indiana mesclada com o power pop dos anos 60 e mistura cítara com poderosos riffs de guitarra, criando uma atmosfera surrealista e enérgica. Um Pop psicodélico que leva o ouvinte a acompanhar de perto o romance quase impossível vivido pelo personagem da música junto de sua musa.



    O single, assim como o álbum todo, foi gravado com os mesmos instrumentos que os Beatles costumavam usar: bateria Ludwig, baixo Hofner e guitarras Rickenbacker e Epiphone Casino. A inspiração vai além dos instrumentos do quarteto britânico. “ Eu quis trazer em A Dança das Almas a atmosfera psicodélica dos anos 60 para uma linguagem mais moderna e atual, e a música ficou com esse clima de elevação espiritual que um novo amor causa nas pessoas”, conta Marcelo.

    “Tempo Louco” vem sendo construído durante os dois últimos anos, período de reviravolta, caos  e renascimento na vida de Gross, que saiu da banda da qual foi fundador, “Cachorro Grande”, e que também perdeu pessoas muito próximas e importantes em sua vida pessoal. Esses Foram fatores que influenciaram diretamente na profundidade das letras e também no título do álbum, que não deixa de ser uma coincidência com a atual situação do planeta.

    Após o lançamento de “A Dança das Almas”, Gross planeja lançar o próximo single “Carnaval” em maio. O álbum completo “Tempo Louco” está previsto para junho de 2020.


    Ficha técnica “A Dança das Almas”
    Vocal e guitarra: Marcelo Gross
    Baixo: Eduardo Barretto
    Bateria: Alexandre Papel
    Backing vocal: Marcelo Gross, Eduardo Barreto, Chico Marques
    Teclados: Pedro Pelotas
    Cítara: Fábio Kidesh
    Produzido por Marcelo Gross, Caique Duran, Claudio Costa
    Produção fonográfica: Rodrigo de Andrade
    Gravado e mixado no estúdio Clandestino na Rua Augusta, São Paulo
    Um lançamento: Selo 180


    Sobre Marcelo Gross: Com a música fortemente presente em sua vida desde a infância, Gross seguiu naturalmente o caminho para fazer disso seu ofício. Aos 20 anos e com seu primeiro instrumento, foi baterista da banda do artista gaúcho Júpiter Maçã por 3 anos. Em 1999, fundou a banda Cachorro Grande, da qual foi guitarrista por 20 anos, e compositor de grandes sucessos como “Sinceramente”, “Um Bom Brasileiro”, “Dia Perfeito”, entre outros. Com a Cachorro Grande, Marcelo viveu grandes momentos inesquecíveis como abrir o show dos Rolling Stones no estádio Beira Rio em Porto Alegre em 2016. Desde 2013 Gross se dedica à sua carreira solo, na qual já lançou dois álbuns “Use o Assento Para Flutuar” (2013) e “Chumbo & Pluma” (2017).