Header Ads

  • Breaking News

    Com belíssimo trabalho visual, The Lumineers lança "III", disco da banda que acompanha um curta-metragem, com um clipe para cada faixa



    Hoje (13), os norte-americanos do The Lumineers, lançaram o disco III, que traz 10 faixas acompanhadas de videoclipes, em um curta-metragem onde mostra os problemas de vício em três gerações da família Sparks e como continuamos a amar alguém, mesmo após o trauma que ela causa. O Curta é dividido em três capítulos: Gloria Sparks, Junior Sparks e Jimmy Sparks, esse último revelado a imprensa nas premières que aconteceram ao redor do mundo. 

    Em São Paulo, o local escolhido foi a casa da Antena 1, durante evento feito em parceria com a Universal Music Brasil e que por pouco também não teve a participação física da banda, que simultaneamente estava lançando o curta-metragem/disco em New York, mas teve a presença deles em vídeo, falando um pouco sobre o projeto (com legenda em português), explicando não estarem presentes por conta de outros compromissos, finalizando com um "Obrigado", antes de serem exibidos cada um dos 10 videoclipes, inicialmente inspirados pelos membros da família de Wesley Schultz (vocalista da banda) e também de uma história de Schultz e Jeremiah Fraites, baterista e pianista da banda.

    Sobre ele ter sido lançado no Toronto Film Festival, foi dito o seguinte para o UDiscoverMusic"Este curta-metragem é sobre um membro da minha família que a batalha contra o vício a levou a reabilitação, prisão e, finalmente, sem-teto agora, há mais de um ano", explica Schultz. “Estávamos tentando fazer um curta com o álbum servindo como nosso narrador. Eu nunca sonhei que seria lançado em um dos principais festivais internacionais de cinema do mundo. ”

    Os fãs mais assíduos podem pegar mais rápido a conexão entre as gerações da família e esse foi o caso da Kelsey Pippin no Youtube, que trouxe a árvore genealógica + a história até a parte de 4 de 10, que poderá ser lida logo abaixo. O site da Variety (em inglês) também conta com diversas informações da história.

    - Frank e Donna Bell eram os pais de Gloria, de acordo com o vídeo de 'Donna'.
    - Gloria casou-se com W. Sparks algum tempo antes de 1979, que foi o ano em que Donna morreu e também teria sido o ano em que Jimmy, filho de Gloria, nasceu. Por causa do vídeo de 'Life In The City', podemos apenas assumir que Jimmy não é filho de W.
    - É fácil supor que W e Gloria se mudaram de Nova York para sua casa de fazenda de infância depois que sua mãe Donna morreu em março de 1979, pois Gloria também estaria grávida de três meses nesse ponto.
    - Devido à suposição de que W não é o pai de Jimmy, talvez seja por isso que ele sempre parece tão bem em deixar o bebê para trás, enquanto foge com Gloria em todos os seus momentos de embriaguez, o que também explicaria por que Jimmy então cresce. Ser um pai meio fodido, assim como sua mãe era alcoólatra e seu pai não parecia realmente se importar com ele.
    - De acordo com o site da Lumineers, quando Jimmy é mais velho, sua esposa decola e cria uma nova família e, portanto, obviamente, não ter os melhores papéis femininos em sua vida também levaria a alguns problemas.
    - Eles também afirmam que Jimmy era um guarda penitenciário que poderia ter sido criado por ter sido levado para algum tipo de custódia da polícia e depois se voltou para um orfanato, depois que Gloria e W. sofreram o acidente - suposição total, mas só se pode assumir que ele foi levado.
    - Junior é filho de Jimmy, então este vídeo (no caso o vídeo "It Wasn't Easy To Be Happy For You", de onde foi tirado esse texto) pulou a geração de Jimmy e está mostrando a seu filho Junior e como ele está se rebelando, assim como um adolescente como Jimmy - seu pai - também era alcoólatra.

    Portanto, temos Donna (Bell) = mãe de Gloria Sparks (nee, Bell).
    Gloria = mãe de Jimmy (Sparks)
    Jimmy = filho de Gloria e W. (ou homem de uma noite); pai de Junior (Sparks)

    Junior = filho de Jimmy, neto de Gloria, bisneto de Donna.

    Ouça o disco, com faixas-bônus, abaixo:




    III foi lançado pela Dualtone (uma empresa do Entertainment One) nos EUA e Canadá e pela Decca Records (sim, aquela que negou os Beatles) para o resto do mundo. Junto com a banda, as empresas são parceiras na produção do curta-metragem.