Breaking News

Deb and the Mentals, Sound Bullet, Gabriel Vendramini, Thiago Pethit e Leo Fazio nas novidades da semana

Numa profusão de cores e danças, a banda Deb and The Mentals se despede da divulgação do álbum Mess (2016) com o clipe de “Do it Now
Dirigido pelo baterista GG di Martino, a produção é centralizada na figura de uma mulher que dança ao som da música, sem script ou passos ensaiados, num ritmo natural que traduz a mensagem de liberdade contida na composição da vocalista Deborah Babilônia



Após se destacar no cenário nacional com o álbum de estreia, “Terreno” (2017), a banda carioca Sound Bullet dá mais um passo na carreira em uma nova parceria com a Sony Music Brasil. O quinteto assinou o contrato para o lançamento de seu próximo trabalho de estúdio, previsto ainda para 2019.


A Sound Bullet se tornou vencedora do concurso EDP Live Bands, que lhe garantiu, além da parceria com a gravadora, uma vaga no lineup do megafestival NOS Alive 2018, em Portugal. Agora, os músicos focam na pré-produção do segundo disco. O álbum somará a uma discografia que inclui também o EP de estreia, “Ninguém Está Sozinho”.




O cantor e multi instrumentista Gabriel Vendramini se supera no clipe de "Can't Decide": ele é guitarrista, vocalista, baixista e baterista. É no vídeo que ele mostra como funciona o processo de criação do músico solo & independente, vivendo da filosofia Do It Yourself (da sigla DIY ou faça você mesmo, em tradução livre). A música faz parte do segundo disco, "Lighthouse", lançado no fim de 2018 e já disponível nos streamings. No anexo envio stills do clipe e abaixo o release do clipe.




"Volto Volto Volto" foi com esses dizeres que Thiago Pethit anunciou pelas redes sociais que, em 2019, estará de volta com um novo trabalho. O sucessor de Rock'n'Roll Sugar Darling (2014) - disco que impulsionou ainda mais a sua carreira como uma das mais consistentes e importantes da música atual brasileira - será intitulado Mal dos Trópicos (Queda e Ascensão de Orfeu da Consolação) e tem lançamento previsto ainda para o primeiro semestre. 
Já o primeiro single Noite Vazia, escolhido para abrir esta nova fase do músico e ator, está disponível a partir de hoje (18) nas plataformas digitais.


 



O disco de estreia de Leo Fazio, “Sangue Pisado & A Música do Século XXI” surge no cenário independente nacional repleto de histórias. Traz como principal influência “A Música do Século XX de Jocy”, álbum que completa 60 anos em 2019 e é a única experiência popular de Jocy de Oliveira, pianista erudita mundialmente conhecida. No fonograma, Fazio superou-se e compôs, produziu e executou nove instrumentos: voz, violão, clarinete, baixo, erhu (violino chinês), violoncelo, bandolim, cuíca e percussão. O disco está disponível nas principais plataformas de streaming.


O “Sangue Pisado & A Música do Século XXI” foi produzido em parceria com Everton Surerus (Estúdio Canil Recs) e conta com 12 faixas. As influências do álbum não se limitam a bossa nova de Jocy, entram também Elis Regina, Racionais, Milton Nascimento, Maria Beraldo, John Coltrane, Villa-Lobos, Sonic Youth, Cartola, entre outros. As letras variam da agressividade à uma doce esperança, com mergulhos no modernismo brasileiro, no surrealismo, na poesia beat e marginal paulista, como Roberto Piva, Claudio Willer e Bichelli.