Breaking News

Paul McCartney quase foi headliner do Lollapalooza


O cartaz dos artistas de Lollapalooza Chile tem um longo caminho. Por cerca de um ano, e ainda mais, os nomes são gerenciados, as negociações são ajustadas, as propostas são lançadas, as ambições com um cartaz que é o mais relevante. E foi o que aconteceu com o artista vivo mais influente do planeta: Paul McCartney. 

A matéria original está em Espanhol, no La Tercera.


Os representantes do ex-Beatle foram contatados pelos organizadores da reunião da capital. Eles até se encontraram com o empresário, que os convenceu de que o cantor deveria estar nas três versões do festival que estão na América do Sul, em São Paulo, Buenos Aires e Santiago.

O homem de "Yesterday" teria aceitado. 
Afinal, em nenhum caso, que soou como uma coisa estranha: na última década, tem estado em praticamente todos os grandes eventos de massa no mundo, começando com o próprio Chicago Lollapalooza em 2015. Sua passagem pelo Parque O'Higgins Foi mais perto do que nunca.


Mas havia um obstáculo: a data do Lolla sul-americano - os três são feitos em um final de semana - não coincidia com a agenda dele e com os dias que ele tinha disponível para a região. 
Finalmente, o sonho entrou em colapso. Claro, Macca ainda virá a Santiago, com um concerto já fechado para a segunda quinzena de março no Estádio Nacional. No Brasil, ele deverá ser apresentar por aqui entre os dias 26 e 30 de Março, passando por São Paulo e Curitiba.