Greta Van Fleet com disco de estreia, Beatles, Paul McCartney, SAPDL, Violet Soda, BAYO e Bayside Kings & Mais Que Palavras nos lançamentos da semana

Formada por Jake Kiszka (guitarra), Sam Kiszka (baixo e teclado), Josh Kiszka (vocal) e Danny Wagner (bateria), a banda Greta Van Fleet disponibiliza hoje seu álbum de estreia, “Anthem Of The Peaceful Army”, com um repertório de 11 faixas autorais. Ouça e baixe aqui: https://umusicbrazil.lnk.to/AnthemOfThePeacefulArmy . Primeiro disco da banda estreia no top da lista dos mais vendidos do iTunes Brasil e Estados Unidos.



Com lançamento marcado para o final de Novembro, os Beatles deram mais uma palhinha do remaster de White Album, com três versões de While My Guitar Gently Weeps lançada no Spotify. São elas o remaster de 2018, um take acústico e a versão do Esther Demos. Ouça abaixo:




Marcado para lançar em Dezembro, Paul McCartney também revelou uma mostra dos remasters de Wild Life/Red Rose Speed Way, divulgando um take de Live and Let Die, além da música Indeed I Do. Ouça abaixo:




Após relançarem “Jamoga”, os Selvagens à Procura de Lei apresentam o novo single/clipe “Solidão Me Levou”. A faixa é inédita e é uma composição do vocalista e guitarrista Rafael Martins. A música que aborda a saudade de forma simples surge com violão, bateria eletrônica, baixo e wurlitzer.



A banda de garage rock Violet Soda, do selo Forever Vacation Records, é formada por Karen Dió (vocal e guitarra), Murilo Benites (guitarra), André Dea (bateria) e Lucas Ronsani (baixo). Ela lança o clipe de “Friends”, feita em pixel art por Fabricio Aguiar (16 Bits da Depressão).

“Friends” faz parte de “Here We Go Again”, primeiro EP da banda, lançado esse ano. A pré estréia do clipe aconteceu em evento beneficente no FFFront (São Paulo). Incentivando a adoção consciente de animais de rua, o evento teve também o objetivo de ajudar a ONG AdoteDog e contou com DJ sets de figuras conhecidas do rock paulistano: Alexandre Capilé, Gabriel Zander e Chuck Hipolitho, além da própria Karen.


“A letra da música fala sobre amor incondicional e a gente compôs pensando na mais pura e verdadeira forma de amor que existe, que é a de um animal pelo seu dono, seu amigo. Naturalmente, quando chegou a hora de fazer o clipe da faixa, queríamos transmitir essa ideia também”, explica Karen. “Eu sempre quis fazer um clipe de animação em pixel art, que é uma estética que eu adoro desde criança”.


“Atualmente nós mantemos a AdoteDog apenas na base do voluntariado e das doações, então eu agradeço muito pela iniciativa da banda. Toda ajuda, de qualquer forma que seja, é sempre muito bem-vinda”, comemora Marina Inserra.


Para ajudar a AdoteDog doando qualquer valor para as contas:


[ Itaú ]

Agência 3765
Cc 28670-7

[ Bradesco ]

Agência 6618
Cc 325-5

Assista “Friends”:






Depois de anos colaborando em bandas como Inkoma, Scambo e Bailinho de Quinta, Graco, ao lado da baixista Nina Campos, estreia o BAYO e apresenta, em todas as plataformas digitais, "Peixe", primeiro disco do projeto.

Composto por 7 canções autorais, trabalho - que tem a cara e o sotaque baiano – mistura samba-reggae com riffs de guitarra e timbres eletrônicos. “Depois de alguns anos de pesquisa, o computador foi a plataforma que sustentou a construção desse álbum. É nele que fiquei horas editando, gravando e experimentando. Para humanizar o resultado, convidei o Japa System, do Baiana System, para gravar as percussões acústicas”, explica o vocalista que, também, assina a produção musical. Entre as principais inspirações, Olodum, Caymmi, Bjork, Ramiro Musotto e Timbalada. “Acho importante dizer que, nas harmonias e melodias, tentamos manter a simplicidade. O nosso som chega com esse olhar de alguém que sempre transitou no universo alternativo, mas não deixou de sofrer as influências da rádio, do carnaval e das festas de largo. Falamos de uma Salvador litorânea, urbana e caótica, da qual nos interessamos e fazemos parte”, completa.




Lançado nesta sexta-feira (19) pela gravadora paulista Hearts Bleed Blue (HBB) em parceria com a AWAM Records, o CD Split “Yin Yang” já está disponível nas principais plataformas digitais e reúne duas bandas de peso da cena hardcore punk brasileira: Bayside Kings e Mais Que Palavras.


“A ideia é mostrar as duas bandas falando sobre a mesma coisa - o questionamento interno, só que com intensidades em lados opostos”, explica o vocalista do Bayside Kings Milton Aguiar, que diz que o Split evoca o conceito de dualidade do símbolo título do disco. “O Mais Que Palavras vai apresentar um som melódico com ideias positivas, enquanto o Bayside Kings mostrará um lado mais selvagem, totalmente agressivo, com letras beirando ao pessimismo com ponto de retorno de esperança e auto evolução”, completa.


Nenhum comentário