Lançando "Egypt Station", Paul McCartney se apresentou na maior estação de trem do mundo


Na última Sexta-feira (7), Paul McCartney lançou seu 17º disco solo (leia resenha aqui) e se apresentou na Grand Central Station (NYC), para fãs que se cadastraram (e estavam elegíveis de poder assistir) e alguns famosos, como Maryl Streep, Jon Bon Jovi e Sean Lennon.

Recentemente Paul McCartney fez alguns shows "surpresa" no Cavern Club, num outro pub em Liverpool e voltando um pouco mais, em 2013 se apresentou durante horário de almoço do Covent Garden (UK) e em NYC.

Com 76 anos e 18 Grammys nas costas, Paul McCartney continua a se apresentar e lançar materiais inéditos por todo o seu amor à música e sabe fazer o marketing dos seus trabalhos como ninguém, seja com shows surpresas, tênis com capa do disco ou atravessando a fronteira e seus rostos ganhando banners disponibilizados para os fãs tirarem foto "ao seu lado", como vocês podem ver aqui ou no instagram #paulbackinbrazil.

Fazendo um show com 26 músicas (acreditem se quiser, essa não é a versão completa de show de Paul McCartney), ele começou com músicas dos Beatles, Wings e depois músicas da carreira solo, assim como foi em sua trajetória.

Come On To Me (single de Egypt Station) foi a primeira solo a ser tocada, logo em seguida vimos uma versão mais intimista de My Valentine, fora do piano e trocando o microfone por um megafone.



Em Blackbird, Paul deixou o show mais intimista impossível, saindo do palco e levando o pedastal para o meio do público, onde cantou a música em voz e violão. Nessa música, o público presente pôde ver que Sir. também é humano, quando errou por duas vezes o finalzinho de uma das suas músicas mais conhecidas entre o público. A versão abaixo é a terceira, onde não ocorreu os erros.


Voltando ao disco novo, ele disse que a próxima música era sobre o bullying e perguntou quem já havia sofrido com isso. Duas mulheres responderam, uma com a camisa escrita "Come On To Me" e a outra escrita "Fuh You", nome de dois singles de Egyot Station. 

Elas dançaram ao lado de Paul, enquanto ele cantava Who Cares, como  pode ser assistido abaixo:



O show começou como terminou, com um estalo de McCartney que foi acompanhado pela plateia. As luzes se apagaram e a Estação Central de Nova York voltou a seu estado original. No próximo 17 de setembro começa sua turnê mundial em Quebec City. Em outubro participará do festival Austin City Limits.

Setlist:



Nenhum comentário