Breaking News

Killing Joke realiza seu primeiro show no Brasil para celebrar 40 anos de carreira


São Paulo recebeu pela primeira vez o Ícone do post-punk mundial, a banda inglesa Killing Joke finalmente desembarcou no Brasil para única apresentação no Carioca Club – promovido pela EV7 Live - , apresentando o show de celebração de seus 40 anos. Liderados pelo performático e carismático vocalista Jaz Coleman, a banda está com a sua formação original completa: Martin Glover no baixo, Geordie Walker na guitarra e o baterista Paul Ferguson.

Formada em 1978 em Londres, a banda possui uma forte tendência punk clássica em suas composições, incorporando o experimentalismo nas faixas de seu primeiro álbum, batizado de “Killing Joke - produzido pela própria banda. Com letras que tratam de temas como questões sociais e natureza humana e sonoridade que apresenta várias alterações de dinâmicas, transitando entre passagens melódicas e momentos de pura distorção, a banda influenciou diversos grupos como Nirvana, Foo Fighters e Soundgarden - duas faixas do primeiro álbum foram gravadas pela banda de Dave Grohl (“Requiem”) e pelo Metallica (“The Wait”). A banda lançou álbuns com elementos que viriam influenciar do grunge e metal à new wave. Killing Joke é referência nos anos 80 -  basta ver a quantidade e a qualidade das bandas que são por ele influenciados.

(foto por Edi Fortini)

Provavelmente esse será um dos melhores shows do ano, casa cheia, público vibrado e cantando junto do início ao fim do repertório que uniu 18 músicas da carreira da banda. O show da turnê  “Laugh At Your Peril – Fortieth Anniversary World Tour 2018” foi grandioso e intenso com inúmeros clássicos atemporais. A banda subiu ao palco ás 19:10 com o riff do clássico “Love Like Blood”, o que fez muitos fãs que aguardavam esse momento chorarem. Foi um hit atrás do outro, e entre uma música e outra, Jaz Coleman agitou a platéia e disse estar agradecido em estar pela primeira vez no Brasil. O show durou pouco mais de uma hora e meia, ao final de "Pssyche", a banda agradeceu e se despediu, mas os fãs queriam muito mais. Killing Joke volta ao palco para o bis com 3 clássicos "Primitive", "Wardance e "Pandemonium", e ainda assim deixou os fãs pedindo mais. Não poderia ser diferente: Uma apresentação digna de banda influente com 40 anos de carreira Após esse show, os fãs foram embora satisfeitos e esperando uma próxima volta da banda ao Brasil.

(foto por Edi Fortini)



Confira o set-list:

  1. Love Like Blood
  2. European Super State
  3. Autonomous Zone
  4. Eighties
  5. New Cold War
  6. Requiem
  7. Follow the Leaders
  8. Bloodsport
  9. Butcher
  10. Loose Cannon
  11. Labyrinth
  12. Corporate Elect
  13. Asteroid
  14. The Wait
  15. Pssyche

    Bis:
  16. Primitive
  17. Wardance
  18. Pandemonium
Confira mais fotos do show :

(foto por Edi Fortini)

(foto por Edi Fortini)

(foto por Edi Fortini)

(foto por Edi Fortini)