Güelfi lança single "Tupilatim"; Assista aqui



Em 1500 Dc, inicia-se um processo de exploração de novos continentes pelos povos residentes do que é hoje a atual Europa, constituído de  navegadores, oficiais da corte, prisioneiros e nobres da época, diversos navios rumaram pelo pacífico em busca de terras, utensílios, riquezas e todo tipo de recurso que pudesse ser transportado e comercializado há 518 anos atrás.

Em registros históricos, povos nativos indígenas em todo continente Sulamericano foram capturados e escravizados juntamente com os povos do continente africano, trazidos em navios, comercializados e catequizados por jesuítas e colonizadores portugueses, desenvolvendo assim o que viria a ser a nação Brasil, explorada até hoje, misturaram-se nesse caldeirão: costumes, crenças, ideias e expressões carregadas até hoje, reconstruindo uma articulação fonética da linguagem completamente diferente e tão sofisticada quanto suas línguas-mãe.

"Dentre as influências Tupi e Afro, destaca-se o Português de Portugal, influência base na estrutura da língua portuguesa falada no Brasil, possui registros históricos desde o sec V durante o império Romano, é retratado por historiadores e pesquisadores como uma espécie de 'latim vulgar', um dialeto não oficial falado pela sociedade romana que não dominava a norma culta do latim."

Esse dialeto "empobrecido" provindo do latim era recriminado pela elite da sociedade Romana da época e, mais tarde esse latim vulgar seria exportado ao Brasil pelos povos que se desenvolveram na Península Ibérica após a queda do Império Romano.

O Português atualmente falado no Brasil já não é aquele importado a séculos atrás, ameríndios afro brasileiros desconstruiram palavras e entonações, expressões ganharam novos ritmos, sotaques e diversidade, recriando uma das maiores preciosidades do povo Brasileiro, sua língua extremamente particular.

Assista ao Lyric Video de Tupilatim:


Nenhum comentário