Breaking News

Resenha: Depois da Tempestade - Multiverso


Diretamente de Santos, a banda Depois da Tempestade já têm seis anos de estrada, três EPs lançados e um disco de estúdio, o Multiverso (gravado por André Freitas, membro da banda Bula e produtor do último registro do Charlie Brown Jr.).

Mostrando uma diversidade sonora, pianos calmos iniciam Ascender, faixa de abertura do disco e que muda totalmente, numa crescente entre riffs de guitarra e batidas de bateria. Essa crescente também ocorre em Sobre Viver, faixa que vai mais para o lado hardcore, mas consegue unir o estilo hardcore aos riffs de bandas dos anos 80/90, como Angra.

Se iniciam a primeira música com piano e a segunda com guitarra, baixo ganha bastante destaque em Piloto, terceira faixa do disco, já em Aproveita a Vista, o instrumento iniciado lembra bastante uma das faixas de estreia do Far From Alaska, a faixa também traz velocidade mais aceleradas das vozes e backing vocals num outro tom e uma bom período com solos de guitarra, dando enfase para toda a versatilidade musical dos meninos de Santos. Em Juno, a faixa começa parecendo puxar mais para o eletrônico, mas ainda traz momentos de "confusao" instrumental e de calmaria, mostrando mais uma vez a fase madura de todos os integrantes, no quesito musical.

Multiverso traz 11 músicas inéditas e que podem ser ouvidas aqui: