Microsoft estaria interessada em comprar EA e PUBG Corp


Nesse começo de Fevereiro, trouxemos para a prática uma das nossas ideias, expandindo o site, que trará (sempre que possível) notícias dos mundos geek, dos filmes e dos games. 

Uma notícia boa para começar esse projeto, ferveu a internet no final de janeiro, trazendo diversos rumores, algo que normalmente costuma ser concretizado no mundo dos games. Com poucos jogos exclusivos em seu acervo, principalmente da nova geração (ou até no mesmo no PC) fazendo muitos escolherem a Origin/Steam invés da Windows Store ou ao PS4/Switch invés do console mais poderoso do mundo, unido ao poder aquisitivo atual da empresa de Bill Gates, a empresa tem cerca de US$ 130 bilhões em caixa, quase 4x vezes do que o valor atual da EA.

Com a aquisição da EA, a empresa ganharia em muito com a venda de jogos multi-plataformas, como BattlefieldMirror’s EdgeNeed for SpeedDragon’s AgeThe SimsSimCityPlants vs. ZombiesTitanfall, Star Wars e Mass Effect, além dos anuais EA Sports: FIFAMaddenNHL e NBA Live. Já no quesito de jogos exclusivos, futuros jogos da empresa, como Unravel e Anthem, poderiam se tornar exclusivos de Xbox One / PC.

Já com a PUBG Corp, empresa responsável pelo jogo PlayerUnknow's Battlegrounds, daria para a Microsoft não só a atual exclusividade, também uma renda considerável com as futuras, de um jogo que cresce cada vez mais. O jogo gerou cerca de US$ 712 milhões em oito meses.

Outra empresa citada como possível interesse da Microsoft é a Valve (Steam, DOTA 2 e Counter Strike: Global Offensive), que corre por fora nessa disputa, por diversos fatores como: Ter um capital fechado e ter sido fundada  por ex-funcionários da Microsoft, entre eles Gabe Newell, que criticou diversas vezes o Windows 10 como plataforma de jogos.

Leia mais no The Inquirer.

Nenhum comentário