Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Conheça a história por trás das músicas dos Beatles banidas pela BBC
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
Ao longo da história, diversas músicas foram banidas pela BBC, por causa das suas letras com supostas ou explicitas referencias sexuais, as...

Ao longo da história, diversas músicas foram banidas pela BBC, por causa das suas letras com supostas ou explicitas referencias sexuais, as drogas, política, linguagem suja e outras razões. 

Nem mesmo os Beatles, que traziam uma imagem de "bons-moços" na primeira metade dos anos 60, se safou da lista da TV britânica, seja por motivos bobos (como a palavra 'calcinha' em I'm The Walrus), ou por suposta relação a droga (como em Lucy in the Sky with Diamonds).

Lucy in the Sky with Diamonds - 1967


Composta por John Lennon e creditada a dupla Lennon/McCartney, a música nasceu de um desenho feito por Julian Lennon na escola e que recebeu o nome da canção. Pouco depois da música ter sido lançada, vieram especulações de que o nome tinha sido propositalmente dado para se referir ao LSD, algo negado por John Lennon, que disse ter se inspirado em Alice no País das Maravilhas, algo confirmado por Paul McCartney.

A Day in the Life - 1967


Outra música do mesmo ano e disco na lista de banidas da BBC, A Day in the Life encerra o disco Sgt Pepper's Lonely Hearts Club Band, considerado o melhor disco da história, pela Rolling Stone.

Composta por Lennon/McCartney, John se inspirou em jornais da época, trazendo para a música algumas notícias de artigos, incluindo a morte de Tara Browne, herdeiro da cerveja Guinness e inspiração para os dois primeiros versos da música. Outra parte feita por John foi a final, a inspiração veio do artigo Far & Near, presente na mesma edição do Daily Mail que trouxe a morte de Tara.

Antes de começar a crescente instrumental, 'I'd love to turn you on' encerra a primeira parte de John Lennon e essas palavras foram o suficiente para o banimento de uma belíssima obra de arte. De acordo com a BBC, isso defendia o uso de drogas e, após eles ouvirem, decidiram que a música poderia ir longe demais e encorajar o uso de drogas.

I'm the Walrus - 1967


Na segunda metade dos anos 60 os Beatles entraram na psicodelia, lançaram um disco alter-ego e conseguiram emplacar três músicas banidas no mesmo ano. 

Lançada como lado B de Hello Goodbye e como parte do disco Magical Mystery Tour ela vai composta como resposta a um professor, que analisava as letras dos Beatles nas auldas de inglês, então John decidiu fazer a música mais confusa que ele conseguisse.

A letra é uma junção de várias ideias que John Lennon estava tendo na época; A primeira delas, "Mis-ter cit-y police-man" veio depois de John ouvir uma sirene policial perto de sua casa;  A segunda foi uma pequena rima sobre ele estar sendo em seu jardim, enquanto a terceira é algo sem sentido, sobre ele sentar-se em um flocos de milho. 
Trazendo outra música já lista nessa matéria, Lucy in the Sky está de volta nessa música, já o morsa (Walrus) é uma referência de The Walrus and the Carpenter " (do livro Through the Looking-Glass ) e vilão do poema em questão.

Mesmo se tratando mais uma letra nonsense do que qualquer outra coisa, algo bem besta rendeu a música o banimento da BBC, a palavra knicker (calcinha): "Crabalocker fishwife, pornographic priestess / Boy, you've been a naughty girl you let your knickers down".

Come Together - 1969


Composta por John Lennon e creditada para a dupla Lennon/McCartney, a música abre o disco Abbey Road, além de ser Lado B de Something (única Lado A, não Lennon/McCartney) e ter chegado ao topo das paradas dos EUA.

A música nasceu como a tentativa de Lennon de escrever uma música para campanha de Timothy Leary para o governador da Califórnia contra Ronald Reagan , que terminou prontamente quando Leary foi enviado à prisão por posse de maconha

Instrumentalmente, a música tem influências de You Can't Catch Me, música de Chuck Berry e que inclusive rendeu uma brida judicial entre John e a Big Seven Music Corp. Perdendo a briga na justiça, John prometeu gravar três músicas de Morris Levy, You Can't Catch Me e Ya Ya vieram no disco Rock N' Roll, já Angel Baby só foi lançada após a morte de Lennon.

Antes de gravar, Lennon e McCartney deliberadamente diminuíram a velocidade da música e adicionaram um forte riff de graves para tornar a música mais original. Mesmo com toda a essa história, a música foi banida de fato por se referir a Coca-Cola, marca comercial, em sua letra.

Back in the USSR - 1968

Outra música de abertura, agora do White Album, Back in the USSR foi composta por Paul McCartney, creditada a Lennon/McCartney  entrou na lista de músicas banidas em referencia a Guerra do Golfo, ficando proibida de ser tocada nas rádios e TVs BBC durante a guerra.

McCartney conta que sempre ouvia americanos que viajavam reclamarem da saudade do fast-food, dos donuts e lavanderia automática, ele resolveu então narrar o inverso: um russo saindo de Miami e voltando para sua pátria, a União Soviética. Percebeu então que a sigla em inglês da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, que era USSR, continha a sigla dos Estados Unidos da América,com isso fez uma paródia a canção "Back in the U.S.A." de Chuck Berry, em um ponto da música ele canta: "Back in the US, back in the US, back in the USSR".

Postar um comentário

 
Top