Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Sony volta a produzir vinil e Paul McCartney fecha acordo sobre direitos dos Beatles
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
Duas notícias relacionadas a Sony Music apareceram na internet ontem, para alegrar fãs de músicas e dos Beatles. A primeira delas, saind...

Duas notícias relacionadas a Sony Music apareceram na internet ontem, para alegrar fãs de músicas e dos Beatles. A primeira delas, saindo na UOL,  é que com a demanda alta do vinil, a empresa vai voltar a fabricar LPs quase 30 anos após encerrar a produção e trocar as vitrolas pelos tocadores de CD.

O lucro com LPs superou a mídia digital em 2016 e, para voltar com tudo, a empresa instalou um centro de gravação em Tóquio, especial para a produção de Masters. Ano passado o Japão chegou ao número de 800 mil vendas, superando em 8x o ano de 2010 e superando o melhor momento de vendas japonesas, que foi nos anos 70.

Com interesse renovado por todos os lados, a Panasonic é outra marca que volta ao vinil, relançando o toca-discos Technics e os SL-1200, enquanto a Sony comercializa um novo modelo. 

No Brasil, a Sony tem relançado clássicos do formato, como "Verde Que Te Quero Rosa" (1977), de Cartola e investindo também nos lançamentos, como Caetano Veloso e Gilberto Gil, "Dois Amigos, Um Século de Música". A fabricação por aqui fica por conta da Polysom.

A outra notícia é mais dedicada para os fãs de Beatles e dessa vez a informação é do site Hollywood Reporter, onde troxeram a novidade que Paul McCartney e Sony / ATV chegaram a um acordo no duelo sobre os direitos das músicas dos Beatles.

No site diz que "As partes resolveram este assunto ao fazer um acordo confidencial e solicitarem conjuntamente que o Tribunal insira a proposta proposta anexa, rejeitando a ação anterior sem prejuízo", escreve o advogado de McCartney, Michael Jacobs, em uma carta de quinta-feira ao juiz distrital Edgardo Ramos .
Os detalhes do acordo não são claros, mas a ordem especifica que o tribunal federal de Nova York "irá fazer cumprir os termos do Acordo de Acordo das partes, se surgir uma disputa".
A "ação anterior" se refere a Janeiro de 2017, quando Paul McCartney abriu processo contra a Sony, para recuperar os direitos dos Beatlese seu advogado afirmou que documentos legais mostram que os direitos voltam para Paul McCartney em 5 de Ourturo de 2018, quando a primeira faixa Lennon / McCartney completa 56 anos. Macca comunicou desde 2008 e em repetidas vezes para a Sony que detém o catálogo dos Beatles depois de várias compras e vendas ao longo das décadas.

Postar um comentário

 
Top