Millena Kreutzfeld Millena Kreutzfeld Author
Title: Lee Fields & The Expressions encerram passagem pelo Brasil em show memorável
Author: Millena Kreutzfeld
Rating 5 of 5 Des:
Lee Fields, um dos maiores nomes da soul music, funk e R&B, tardiamente (re)descoberto em meados de 2000, se apresentou na última quinta...
Lee Fields, um dos maiores nomes da soul music, funk e R&B, tardiamente (re)descoberto em meados de 2000, se apresentou na última quinta-feira (08) em São Paulo, no Cine Joia, região central da cidade. Lee veio acompanhado pelo The Expressions, formado por Homer Steinweiss (bateria), Nick Movshon (baixo), Thomas Brenneck (guitarra), Michael Leonhart (trompete), Leon Michels (sax) e Toby Pazner (teclados).
Foto: Camila Licciardi
O evento que recebeu a banda foi o Talco Bells, que remete às festas dos anos 60 e 70 da soul music, onde colocavam talco na pista de dança para facilitar os passos dos mais entusiasmados e corajosos a arriscar passos. Com organização impecável, talco na pista e uma acústica belíssima na casa, o esquenta pré-show ficou por conta dos DJs Elohim Barros e Filipe Luna, que tocaram o melhor do estilo na pista, animando os fãs mais novos e antigos.

Um pouco depois das 22h, o sexteto que acompanha Fields, entrou no palco e executou o Expression Theme - música instrumental que marca a abertura do show - como se estivessem esquentando os motores para uma noite memorável para todos presentes. O público, que já estava animado, foi ao extremo êxtase quando viu o senhor de 65 anos, em seu blazer azul cintilante, entrando no palco.

Vários foram os sucessos tocados pelo renomado cantor, como Special NightFaithful ManLet Him InWork To DoI'm Coming HomeJust Can't WinMake The World entre outras canções, passando pelos álbuns Special Night (2016), Emma Jean (2014), Faithful Man (2012) e My World (2009).


Foto: Camila Licciardi
Lee Fields já falou em algumas entrevistas que sua música e seu show são uma amostra sobre amor, coração e alma. A energia de palco, o entrosamento com o público deixou isso nítido. Muitas vezes o cantor interagia com a plateia, apontando, pedindo para bater palmas, fazer o coro de acordo como ele pedia e reforçava como as pessoas eram bonitas. Se há uma coisa que ele exalta e prova, essa coisa definitivamente é o amor, seja ele romântico ou religioso - seguindo a linha do som gospel. Em Make The World, Lee fala que "podemos fazer um mundo melhor se ficarmos juntos". Em Let Him In, deixa clara a mensagem religiosa da música. Ele compõe para lembrar a todos que o mundo é um bom lugar, que devemos cuidar um dos outros e que a vida não é ruim.

Após 1h20 de show, houve uma pequena pausa para o bis. O sexteto novamente voltou sozinho para tocar Last Ride, outra música instrumental para então, Lee voltar somente de blazer cinza, sem camisa por baixo, exibindo o crucifixo de ouro em seu peito, para finalizar o show, dando seu máximo com uma voz rasgada porém terna em Honey Dove.

Lee Fields & The Expressions continuam sua turnê mundial pela Califórnia, Alemanha, Reino Unido e outros países para continuar a solidificação do status de lenda viva. 

Postar um comentário

 
Top