Header Ads

       
  • Breaking News

    GROSS lança Chumbo & Pluma em show memorável no Centro Cultural de São Paulo

    No último sábado (27), o palco Adoniran Barbosa, no Centro Cultural de São Paulo, recebeu o power trio GROSS, formado por Marcelo Gross, Gustavo Steiernagel e Clayton Martin para o lançamento do álbum duplo Chumbo & Pluma.

    Foto: Licciardi Fotografia
    Acompanhamos o processo de produção deste disco em diversos momentos e poder vê-lo em execução foi um privilégio de poucos e azar de muitos que não compareceram, apesar do público considerável, entre fãs e amigos.

    Com um conceito totalmente diferente do primeiro trabalho, C&P nos traz um ambiente diferente como se estivéssemos numa mesa de bar, dialogando com o trio. Há a impressão de que Marcelo se ouviu e ouviu seu redor para compor sobre si e sobre a vida, num aspecto geral. Com 1h30 de duração que passam despercebidas, não podemos negar o que está diante de nossos olhos, ou melhor, ouvidos: um dos melhores trabalhos do gaúcho e sua trupe, com músicas sinceras e confessionais, dando uma chance para o fã se sentir mais próximo à banda. Entre momentos de tempestade e calmaria, entre tantas outras comparações que podem ser feitas para evidenciar a separação do álbum, é notória a grande gama de influência que ajudaram neste disco: soul, black, blues, britpop, grooves marcantes, Keith Richards, Neil Young, anos 70 e muitas outras coisas que passam dentro da cabeça desse multi-instrumentista que nos apresentou uma nova face.

    Foto: Licciardi Fotografia
    O show foi divido em duas partes, uma acústica e outra, elétrica, para ressaltar a própria dicotomia do disco. Para a primeira parte, a banda contou com a presença ilustre de Pedro Pelotas (Cachorro Grande), que entregou um show de altíssima qualidade com seu piano e teclado.  E por falar em piano, logo na primeira música da parte Pluma do show, Marcelo foi ao piano para tocar Bebel. Você pode ver um trecho a seguir:



    O show acústico seguiu com Maggie e Morangos & Maçãs, que no final, ganhou uma versão pagode, criada por um amigo da banda. Eu Quase Fui manteve a sequência do disco e conta a história de um acidente que Gross quase sofreu e o inspirou para escrever a música. Quebrando a ordem, Cabaré, que passeia entre a música medieval dos menestréis do século 14 e o psicodélico da era Sgt. Pepper’s, foi uma das mais esperadas da noite.

    Seguindo para o final do disco, as românticas e sentimentais Eu Não Queria Acordar, Quando Eu Estou Com Você e Quero Estar, foram responsáveis pelo clima mais ameno do show. Alô, liguei, presente na parte Chumbo do disco, foi executada para animar o ambiente novamente. Sendo a única música do trabalho anterior - Use O Assento Para Flutuar - Algo Real, que conta a história de duas amigas que se apaixonam e transformam o mundo, encerrou a primeira parte.



    Foto: Licciardi Fotografia
    Com uma pausa rápida para troca de palco, o trio voltou para a parte elétrica e mais animada do show com participações esporádicas de Pelotas no teclado, novamente. Por mais que a parte acústica tenha sido honesta e que deixar as guitarras de lado um pouco seja bom, nada se compara quando Marcelo Gross toca sua guitarra. 

    Para começar a parte Chumbo e mais curta da apresentação, Reconstruindo a Cidade, foi a responsável por iniciar os trabalhos.  Os singles Me Recuperar - que fala sobre a dura realidade após a bebedeira da noite anterior - e Purpurina - que conta sobre uma viagem de carro que ele fez com duas amigas, e sobre como as vezes é preciso deixar os problemas para trás - foram cantadas por muitos na plateia. Antes de seguir para a última música, Gross apresentou a banda e fez diversos agradecimentos a mesma, ao estúdios da DaFne Music e a ajuda na produção do disco, que além de Marcelo, contou com Lucas Mayer e Clayton Martin. Eu Me Enganei foi a responsável por finalizar o show de maneira agitada e brusca, deixando todos com desejo de quero mais.

    Um trecho pode ser visto a seguir:


    Vídeo gravado por Lucas Mayer

    Com 1h30 de duração, o show contou com esse setlist:
    Pluma:
    Bebel
    Maggie
    Morangos & Maçãs
    Eu Quase Fui
    Cabaré
    Eu Não Queria Acordar
    Quando Eu Estou Com Você
    Quero Estar
    Alô, liguei
    Algo Real

    Chumbo:
    Reconstruindo a Cidade
    Me Recuperar
    Não Vá
    Purpurina
    Eu Me Enganei