Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: ESPECIAL MAXIMUS FESTIVAL: Saiba tudo que rolou no palco Rockatansky
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
Segundo palco do Maximus Festival, o Rockatansky teve show de bandas como Ghost e Five Finger Death Punch, já para um público superior aos 2...
Segundo palco do Maximus Festival, o Rockatansky teve show de bandas como Ghost e Five Finger Death Punch, já para um público superior aos 25 mil da edição feita ano passado.

LRM_EXPORT_20170514_031826
Texto por: Elio Sant'Anna / Millena Kreutzfeld
Em horário livre, sem disputar seu público com outras bandas, a  Hatebreed fez a galera presente no show tirar o pé do chão, literalmente. A agitação fez subir a poeira do Autódromo de Interlagos e claro que a galera pouco se importava, quando acompanhavam o coro de Destroy Everything, faziam moshs em This Is Now ou em Honor Never Dies. O setlist completo pode ser visto aqui.




Foto: Thiago Almeida / MOVE
A programação de um dos palcos principais seguiu, quando The Flatliners no final do seu show, Ghost subiu no palco para fãs que acamparam na fila do festival, chegaram cedinho pra pegar grade e também para pessoas que vieram principalmente assistir outras bandas e nunca tinha visto os Suecos ao vivo.


Omega
Foto: Coalah
Com os cinco instrumentistas, chamado Nameless Ghouls, sendo substituídos por outros esse ano, a banda ainda permanece com sua identidade satanista, assim como sua produção de palco, luzes e roupas super bem-feitas. Normalmente, Papa Emeritus traz muita interação com o público, que dessa vez não foi tão bem correspondida por todos - mas que não desapontou fã algum, que sempre tentavam contato, principalmente quando ele desceu do palco. 




Para o Maximus Festival, trouxeram músicas como Here Right Now. Ritual, Cirice, Year Zero e Mummy Dust, veja setlist completo aqui.

LRM_EXPORT_20170514_025655

Esperada por muito fãs, a Five Finger Death Punch fez do Maximus o segundo show da banda pelo Brasil em 2017.

Apresentando músicas como Lift Me Up, Got Your Six, Coming Down e The Bleeding, o público foi bastante participativo e foram à loucura quando a banda repetiu o feito do show no Rio de Janeiro e chamou uma grande quantidade de fãs em Burn MF, cantando, gritando e dançando no palco. 



Toda essa interação dos fãs com a banda foi repetida em mais destaque na música seguinte, Remember Everything, que, tocada em formato acústico, se ouvia mais a voz do público do que da própria banda, no momento mais lindo e emocionante do show. The House Of the Rising Sun foi a música escolhida para encerrar o show, por volta das 18h20 e o setlist completo está aqui.

Foto: Maximus Festival
Encerrando as apresentações do palco, a banda que une três grandes nomes da música, subiu ao palco por volta das 19h35. Prophets Of Rage revigorou quem estava cansado e fez quem estava os esperando, feliz. Seguindo a mesma linha de apresentação no sideshow feito em São Paulo, na Audio Club, levaram todos à loucura. Tocando grandes sucessos do Public Enemy, Rage Against The Machine, Cypress Hill, MC5 e White Stripes, o supergrupo ainda tocou Unfuck the The World (música que deverá sair num disco de inéditas) e teve tempo para interagir e para Tom Morello, mais uma vez, exibir sua opinião política. O setlist você pode conferir aqui.

Prophets of Rage fechou o palco Rockatansky e os trechos dos shows do Maximus podem ser vistos aqui:




Postar um comentário

 
Top