Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: ESPECIAL MAXIMUS FESTIVAL: Relembre passagens do Slayer pelo Brasil
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
Com 34 anos de carreira, o Slayer é um dos maiores nomes do punk-thrash, conseguindo ser nomeado ao Grammy por 5 vezes e sendo vencedor ...

Com 34 anos de carreira, o Slayer é um dos maiores nomes do punk-thrash, conseguindo ser nomeado ao Grammy por 5 vezes e sendo vencedor de duas delas.

Lançando o 12º disco de estúdio, eles voltaram ao independente com a gravadora Nucler Blast e também deixaram de trabalhar com Rick Rubin, mostrando de fato que não querem atender ao universo mainstream.


A banda está no seleto grupo Big Four (ao lado de Metallica, Megadeth e Anthrax), citados por ajudarem a definir e fazer sucesso o gênero thrash-metal.


Passagens pelo Brasil


Há 23 anos, Slayer vinha pela primeira vez ao Brasil, como uma das principais atrações do Monsters Of Rock. Em noite de Black Sabbath, Kiss e Suicidal Tendencies, o Slayer trazia para a bateria Paul Bostaph, no lugar de Dave Lombardo.

No repertório estava músicas como “Mandatory Suicide”, “Hell Awaits”, “Postmorten”, “Angel of Death” e “Raining Blood”.

Quatro anos depois, a banda estaria de volta ao Brasil, mas agora no posto de Headliner do Monsters Of Rock. Se apresentando para 28 mil pessoas, a banda trouxe para o Brasil a turnê do disco Diabolus in Musica e também levou uma sessão de autógrafos para o Shopping Eldorado.

Depois de dois shows em quatro anos, a banda demorou 8 anos para voltar ao Brasil, onde se apresentou em 2006 para shows em SP (no antigo Via Funchal), além de BH e RJ. Nessa turnê os brasileiros puderam pela primeira vez a formação original da banda, tendo Dave Lombardo na bateria.

Cinco anos depois, na antiga Via Funchal, a banda se apresentou para 5 mil pessoas a turnê que apresentava o disco World Painted Blood e a turnê ainda passou por Curitiba. Os shows tiveram a Korzus como banda de abertura.

Tocando sem dois dos seus integrantes, a banda foi uma das atrações principais do Rock in Rio 2013, onde homenageou Jeff Hanneman (morto em maio do mesmo ano). Além de World Painted Blood, o show teve músicas como "Disciple", "War Ensemble", "At Dawn They Sleep" e "Mandatory Suicide".
Rio de Janeiro não foi a única cidade que o Slayer passou em 2013. a banda ainda tocou por São Paulo, e Curitiba, onde abriu shows do Iron Maiden.

Quatro anos depois, a banda estará de volta, como atração do Maximus Festival, que ocorre dia 13 de Maio, no Autódromo de Interlagos e vocês podem adquirir ingressos aqui.

Ouça Slayer:



Postar um comentário

 
Top