terça-feira, 7 de março de 2017

Blitz se apresenta no Rock in Rio 2017


Quem era adolescente em 1982 curtiu, cantou e vibrou com o refrão de "Você Não Soube Me Amar", compacto comprado por mais de um milhão de pessoas em todo Brasil, cujo Lado B só trazia o "Nada, nada, nada, nada..." dos vocais de Evandro Mesquita. Absolutamente inovadora, irreverente, original e a cara da juventude, a Blitz surgiu no Circo Voador, ainda no Arpoador, e transformou tudo a partir dali. Em 1985, primeira edição do Rock in Rio, a banda tocou dois dias e agora, em 2017, na noite do dia 16 de setembro, retorna para um encontro com Alice Caymmi e Davi Moraes com todo o climão dos anos 80 para o público do palco Sunset, mas com um repertório pouco conhecido, do novo trabalho "Aventuras II", de inéditas do grupo. 

O convite para que Alice Caymmi esteja na apresentação foi feito diretamente por Evandro Mesquita, líder da Blitz, que em conversa com Zé Ricardo, diretor artístico do palco relatou ter convidado a artista. "Alice Caymmi gravou com a gente o novo álbum e ficou imensamente feliz. Na mesma hora ela me disse: faça de mim o que você quiser’’, lembra Evandro. 

Para Zé Ricardo, a entrada de Alice Caymmi neste encontro está totalmente conectada ao novo repertório da Blitz e da cantora, que traz uma nova roupagem e invade o mundo das batidas do funk. "Será um momento sensacional onde os hits cariocas não deixarão ninguém parado e a guitarra de Davi Moraes trará um ‘molho’ ainda não visto pelo público", afirma. 

Já está programada a entrada de um carro no palco e toda a performance teatral que a Blitz ensinou muita gente a seguir. O público, regado a batata frita e chope (tal qual a música mais famosa da banda), vai relembrar e cantar os maiores sucessos como "Betty Frígida", "Weekend", "Egotrip", "Mais uma de amor (Geme Geme)", "A Dois Passos do Paraíso", "Biquíni de Bolinha Amarelinha", entre outros.

Nenhum comentário:
comentários