Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Após Hangar 110 anunciar fechamento, Inferno Club segue o passo e encerra serviços em 2016
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
Após o Hangar 110 anunciar que 2017 será seu último ano e fechará as portas, o Inferno Club segue o mesmo passo e anuncia o fim da casa...

Após o Hangar 110 anunciar que 2017 será seu último ano e fechará as portas, o Inferno Club segue o mesmo passo e anuncia o fim da casa para esse mês de Dezembro.

Com 10 anos de vida, o Inferno Club é um dos principais nomes para shows do Underground nacional e internacional, abrigando nos seus palcos bandas novas como Mattilha, Sioux 66, Far From Alaska, Maguerbes (esses últimos como estreia do site na casa), Hammerhead Blues, Moody Brothers além de outras dos coletivos Gang da 13 e Base Rock.

Entre os nomes internacionais, cobrimos shows de bandas como Radio Moscow, The Flying Eyes, Stoned Jesus e The Shrine, tudo ao longo desse um ano e meio como imprensa dos shows, muitos deles em parceria com a produtora Abraxas, que seremos eternamente gratos por permitirem conhecermos bandas de tantos estilos diferentes, principalmente o Stone Rock, de diversos países e permitindo que fãs que nunca sonhariam em ver elas ao vivo, realizarem seus desejos.


Além de toda essa oportunidade que está sendo perdida de conhecer bandas novas, sons ótimos do underground e também ótimas pessoas, estamos perdendo a chance de frequentar festas que ganharam sua identidade dentro do Inferno Club, como a Glam Nation, Neon Party, Baby!, Avada Kevadra e Rebel Rebel.

Durante esses 10 anos, a casa de fato apoiou o underground nacional e internacional, abrigando, além desses shows citados acima, nomes como Fresno, Vivendo do Ócio, Selvagens a Procura de Lei, Medulla, Scalene, Supercombo, Esteban Tavares, João Suplicy, Water Rats, Forgotten Boys, Vespas Mandarinas, Tihuana, Marilia Gabriela, Velhas Virgens, UDR, Ratos de Porão, Garotos Podres, Brujeria, Vader, Delain, Alestorm, Demon Hunter, Crucified Barbara, Tarde de Autógrafos do Descendents (01/12/16) e diversos outros artistas grandes, ao longo desses 10 anos

Com duas casas emblemáticas para o rock e underground nacional, que realmente apoiavam a cena, fechando suas portas, o que podemos esperar de uma sequência para a cena paulistana e brasileira? Infelizmente só o tempo irá dizer.

Confira post do anúncio, com agenda de Dezembro, aqui.

* Bandas citadas antes da segunda foto contém resenhas na coluna "Resenhas e Coberturas"
** Bandas com nome com nome em negrito contém entrevistas aqui.

Postar um comentário

 
Top