Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Saiba como foi o lançamento de "Crackinho para colorir" no escritório da HBB
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
Uma foto publicada por Hearts Bleed Blue (@heartsbleedblue) em Set 23, 2016 às 7:26 PDT Criado numa brincadeira da Fábio Mozine...
Criado numa brincadeira da Fábio Mozine, fundador da Läjä Records, o personagem Crackinho teve sua primeira aparição no antigo fotolog da gravadora, se popularizando entre os fãs da mesma e virando camiseta, caneca, adesivo e até mesmo um talk show online.

Dentro de tudo isso, Mozine decidiu ampliar a popularidade do personagem, criando um livro para colorir. Ciente também ta polêmico por trás de um personagem com esse nome, o criador falou o seguinte para o site da HBB: “Tenho um cuidado imenso com o personagem. Não sou estupido, nem burro, para fazer apologia as drogas. Só um idiota faz apologia as drogas, porque isso é crime. O personagem é nonsense, é humor, e é feito sempre com muito carinho. Tudo que lançamos dele é abraçado pelos fãs, não creio que com o livro será diferente”. 


Foi no escritório da HBB, empresa que assina o produto, que rolou a segunda parte do lançamento, que aconteceu antes no Estúdio Costella. 


Esteve presente membros das bandas parceiras, tanto da HBB, quanto da Läjä records. Com uma boa conversa que rolava antes do show, também tinha uma playlist de fundo, petiscos, shots de Jägermeister, além de lojinha com CD's da Lo-Fi, adesivos, camiseta, caneca, patches e a novidade, Crackinho para colorir, que também vinha junto com o ingresso de cada um que pagou para estar presente no escritório.

Portas do estúdio fechadas, com o intuito de não espalhar o som estridente para outros andares, e nesse exato momento começava o show no pequeno palco da HBB, mas para um grande público que lotou o local, tendo até um crackinho gigante passando por cima da galera.




Tenebrio Peixoto se juntou ao Lo-Fi, para tocar covers bregas, mas em versões punk/hardcore como:
Meus Olhos Estão Chorando - Garota Proibida (ambas de Adelino Nascimento)
Arma Vingança - Feiticeira (ambas de Carlos Alexandre)
Quero Dormir em Seus Braços  - Eu Te Amo Meu Amor (de Frankito Lopes)
Latífundio do Amor - Please Please Please (Os Pedrero)



No final, Capilé (Sugar Kane / Water Rats), ainda participou do show, em trecho que vocês podem assistir abaixo:


Postar um comentário

 
Top